Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Little Tomodachi (ともだち)

Little Tomodachi (ともだち)

30
Jan23

Amazon está a preparar série baseada em 'Tomb Raider'

Niel Tomodachi

O projeto conta com Phoebe Waller-Bridge (‘Fleabag’) como produtora executiva e argumentista.

Amazon está a preparar série baseada em 'Tomb Raider'

O site The Hollywood Reporter está a avançar com a notícia que a Amazon se encontra a desenvolver uma série baseada em ‘Tomb Raider’, a conhecida ‘franchise’ de videojogos que conta com a arqueóloga Lara Croft como protagonista.

Alegadamente, esta série encontra-se a ser desenvolvida como um exclusivo para o serviço de streaming Prime Video e contará com Phoebe Waller-Bridge (‘Fleabag’) como produtora executiva e protagonista.

Recordar que ‘Tomb Raider’ já teve direito a alguns filmes e que a protagonista Lara Croft já foi interpretada por Angelina Jolie e Alicia Vikander. Ainda não há uma atriz associada ao papel principal.

 

30
Jan23

The Last of Us Season 2 confirmada oficialmente

Niel Tomodachi

A HBO anunciou que The Last of Us Season 2 recebeu luz verde e serão produzidos mais episódios além dos que foram preparados para a temporada que está atualmente a ser transmitida semanalmente.

Neil Druckmann diz que é uma honra e encanto ver tantas pessoas interessadas na adaptação da jornada de Joel e Ellie. A parceria com Craig Mazin e a equipa de produção recebem elogios do codiretor do jogo e os fãs um grande agradecimento.

Mazin agradeceu o apoio de todos os que estão a ver a série pois é graças a eles que teremos mais episódios e uma exploração expandida daquele universo que já deu tanto que falar nos dois videojogos. Mazin diz que enquanto fã dos jogos e das personagens, é um grande prazer.

Desde a estreia do primeiro episódio, a série The Last of Us tem alcançado números surpreendentes e conseguiu alguns recordes de espectadores que certamente deixaram a HBO a sorrir.

O terceiro episódio estreará na próxima segunda e será focado em Bill, uma das personagens que encontras ao longo da jornada de Ellie e Joel no primeiro jogo.

 
18
Dez22

Henry Cavill protagonizará e produzirá série Warhammer 40,000 para a Amazon

Niel Tomodachi

Após deixar a série The Witcher e ser chamado para voltar a ser Superman no cinema, Henry Cavill perdeu o papel de Clark Kent dois meses após o anúncio, mas já encontrou um novo trabalho.

Segundo avançado pelo The Hollywood Reporter, Cavill está neste momento a finalizar o acordo para protagonizar e ajudar a produzir uma série Warhammer 40,000 para a Amazon Studios, com estreia no Prime Video.

A série será produzida pela Games Workshop e após meses de negociações, a Amazon conseguiu adquirir os direitos e bateu as concorrentes. De momento, não existem nomes para os lugares de argumentistas e responsáveis principais pela série.

A Vertigo Entertainment também ajudará na produção e este parece ser mais um trabalho de sonho para Cavill, conhecido como um grande fã de Warhammer, desde os videojogos aos jogos de tabuleiro e todo o universo.

O negócio para a série Warhammer 4,000 ainda não está finalizado, mas está perto disso e não será o próximo trabalho de Cavill, que verá o filme Argylle estrear em 2023.

 

15
Dez22

É oficial: vem aí uma série baseada no videojogo “God of War”

Niel Tomodachi

Será uma produção da Amazon Prime Video, plataforma que tem apostado em épicos de fantasia. Ainda não tem data de estreia.

Os rumores não são novos, mas a confirmação só chegou esta quarta-feira, 14 de dezembro. Vem aí uma série de televisão de “God of War”, uma adaptação da famosa saga de videojogos. Será uma produção da Amazon Prime Video — que tem apostado noutros épicos de fantasia ao longo dos anos, como a série de “O Senhor dos Anéis” ou “A Roda do Tempo”.

O projeto vai centrar-se especificamente na narrativa do videojogo de 2018. “Vai acompanhar Kratos, o Deus da Guerra [God of War], que, depois de se exilar do seu passado sangrento da Grécia antiga, pendura as suas armas para sempre no território nórdico de Midgard. Quando a sua mulher amada morre, Kratos parte de numa jornada perigosa com o filho com quem não mantém uma grande relação para espalhar as suas cinzas do pico mais alto — é o último desejo da sua mulher. Kratos acaba por se aperceber de que a viagem é uma missão épica disfarçada, uma em que os laços entre pai e filho serão testados, e que vai obrigar Kratos a combater com novos deuses e monstros pelo destino do mundo”, pode ler-se na sinopse oficial divulgada.

O criador de “A Roda do Tempo”, Rafe Judkins, será o responsável pela série. Os argumentistas são Mark Fergus e Hawk Ostby, que foram nomeados ao Óscar pelo guião de “Os Filhos do Homem”. Não há data de estreia prevista nem foram confirmados os nomes que vão fazer parte do elenco.

 

09
Dez22

“Alaska Daily”: Hilary Swank é uma jornalista de investigação na nova série viciante

Niel Tomodachi

A personagem vai investigar um caso de mulheres indígenas mortas e desaparecidas que não parece interessar à polícia.

Hillary Swank, que já conta com dois Óscares de Melhor Atriz no currículo pelas interpretações em “Boys Don’t Cry” (1999) e “Million Dollar Baby” (2004), é a grande protagonista de “Alaska Daily”, série que estreia esta quinta-feira, 8 de dezembro, na FOX Life.

Na produção assinada por Tom McCarthy, realizador e coargumentista do aclamado filme “O Caso Spotlight” (2015), Swank é Eileen Fitzgerald, uma prestigiada jornalista de investigação. Após cair em desgraça, a repórter troca a cosmopolita Nova Iorque por Anchorage, no Alaska, para se juntar à equipa do pequeno jornal local que dá nome à série.

No novo trabalho, Fitzgerald cruza-se com Stanly Cornik (Jeff Perry), o antigo chefe, e começa uma investigação sobre um caso de mulheres indígenas mortas e desaparecidas que não parece interessar às autoridades. A ajudá-la tem Roz Friendly (Grace Dove), uma jovem repórter que também faz parte da comunidade indígena local.

 

04
Dez22

Segundo trailer de The Last of Us da HBO

Niel Tomodachi

A HBO apresentou o novo trailer da série The Last of Us, que teve uma presença muito especial da Comic-Con Experience 2022 em São Paulo.

São mais de 2 minutos com cenas novas que mostram Pedro Pascal e Bella Ramsey no papel de duas das mais acarinhadas personagens da história da PlayStation. Agora em formato live-action, The Last of Us promete apresentar-se como uma série intensa e repleta de drama.

O contributo da Naughty Dog e da PlayStation Productions assegura uma elevada fidelidade, mas existem cenas novas que foram criadas a partir de material que a equipa deixou de fora do jogo. Outras cenas foram criadas com base nos personagens e no universo, para dar mais profundidade a certos acontecimentos.

Este trailer dá-te mais uma pequena ideia do que está a caminho e agora resta esperar por 16 de janeiro.

 

01
Dez22

“Willow”: o mundo de fantasia está de volta com uma série da Disney+

Niel Tomodachi

É a sequela do filme dos anos 80. A história baseia-se numa ideia de George Lucas, o criador de “Star Wars”.

34 anos após a estreia de “Willow – Na Terra da Magia” nos cinemas, este universo de fantasia está de volta com uma série. “Willow” é agora uma produção televisiva de oito episódios — a estreia está marcada para esta quarta-feira, 30 de novembro, na plataforma de streaming Disney+.

A ideia de “Willow” é da mente de George Lucas, o criador de “Star Wars”. Lucas desenvolveu este mundo no início dos anos 70, mesmo antes de a história de a galáxia muito, muito distante chegar aos cinemas. Contudo, só se concretizou em 1988, com Ron Howard enquanto realizador. O filme foi elogiado pelos seus efeitos especiais da altura, e foi um relativo sucesso de bilheteira, embora não tendo a dimensão de um enorme blockbuster.

A narrativa é protagonizada por Willow (Warwick Davis), uma espécie de hobbit que é um aspirante a feiticeiro e acaba por se tornar num herói. O enredo arranca com a terrível rainha Bavmorda a ordenar a morte de uma bebé recém-nascida — quer, a todo o custo, impedir que uma profecia se concretize. A profecia diz que uma criança nascida com uma marca especial de uma runa vai levar à sua queda.

Uma das empregadas do reino, de forma corajosa, consegue salvar a rapariga — que se chama Elora Danan. Acaba por chegar a um rio e deixa a pequena bebé seguir com a corrente, salvando-a dos cães assassinos enviados pela rainha — que não poupam a empregada. Elora Danan vai parar à comunidade de Willow, que a acolhe, embora queiram entregá-la a uma família de seres altos (ou seja, humanos comuns).

Pelo meio, Willow conhece o mercenário Madmartigan (Val Kilmer), que o vai ajudar nesta jornada de aventuras e fantasia, com vários avanços e recuos, contra a poderosa e maléfica rainha.

Um dos miúdos que vibraram na altura com esta história foi Jonathan Kasdan. O filho de Lawrence Kasdan — argumentista de vários filmes de “Star Wars” e de “Os Salteadores da Arca Perdida”, entre outros — tinha apenas oito anos. E desde aí que ansiou por uma sequela de “Willow”. Nunca imaginaria que seria ele próprio a concretizá-la — enquanto showrunner e guionista.

Em 2012, a Disney comprou a Lucasfilm. “O meu pai ficou envolvido desde muito cedo. E as minhas fantasias sobre o que a empresa se poderia tornar imediatamente viraram-se para: ‘Ótimo, podemos fazer mais de Willow’”, explicou Jonathan Kasdan ao “Den of Geek”.

Quando Jonathan Kasdan — também ele um argumentista de renome, seguindo as pisadas do pai — começou a trabalhar em “Star Wars: O Despertar da Força” e “Han Solo: Uma História de Star Wars”, a presidente da Lucasfilm, Kathleen Kennedy, deixou escapar que George Lucas também gostava da ideia de fazer voltar o universo mágico de “Willow”. “Ela nunca me deveria ter dito isso porque nunca mais larguei o assunto.”

Kasdan conheceu Ron Howard e Warwick Davis precisamente em “Han Solo: Uma História de Star Wars” e rapidamente os alistou para planearem o regresso de “Willow”. “De repente ela estava a deparar-se com três pessoas a conspirar para termos mais ‘Willow’.” E o projeto seguiu mesmo em frente.

Val Kilmer, que sofre de cancro na garganta, nunca poderia voltar à saga. Mas Warwick Davis volta a ser a personagem principal de Willow — agora, como sempre desejou, é um feiticeiro poderoso, uma figura mais madura. A dado ponto, o protagonista é chamado por Kit (Ruby Cruz), a filha de Madmartigan e Sorsha, para encontrar o seu irmão gémeo. Nesta jornada vão também tentar encontrar Elora Danan, a bebé do filme, para que possa finalmente concretizar o seu destino e cumprir a profecia.

No elenco estão ainda nomes como Joanne Whalley, Erin Kellyman, Ellie Bamber, Rosabell Laurenti Sellers, Tony Revolori, Amar Chadha-Patel, Dempsey Bryk ou Talisa Garcia, entre outros. Se a série de “Willow” correr bem, Jonathan Kasdan já tem planos para mais temporadas.

 

30
Nov22

“Shuggie Bain”. Livro de Douglas Stuart, Man Booker Prize de 2020, será adaptado para série pela BBC

Niel Tomodachi

“Shuggie Bain”. Livro de Douglas Stuart, Man Booker Prize de 2020, será adaptado para série pela BBC

Douglas Stuart terá o seu livro, “Shuggie Bain”, adaptado para formato série pela BBC, iPlayer e com produção da A24, anunciou a própria BBC. A obra literária foi lançada em 2020 e venceu o Man Booker Prize desse ano. Esta será também a primeira série a adaptar obras do autor escocês.

Situado na década de 1980, “Shuggie Bain” centra-se na história de uma mãe e de um filho, da classe trabalhadora de Glasgow, e é inspirado na própria infância de Stuart. “A minha mãe está em todas as páginas do livro, não quero dizer que a minha mãe esteja no livro, mas o amor, a perda e o luto que tenho transportado há 30 anos são parte do motivo pelo qual escrevi o livro“, revelou o escritor à Comunidade Cultura e Arte. Na mesma entrevista, o autor escocês diz ainda que o romance era “uma celebração das mães de classe baixa entre as quais cresci, não apenas a minha mãe. Por ser um jovem homossexual, os outros homens e rapazes não sabiam o que fazer comigo, por isso era um pouco ostracizado. Mas fez com que estivesse sempre na companhia de mulheres quando era jovem“, acrescentou.

“Quis mostrar uma comunidade em crise e quis dizer que há muitas pessoas deixadas para trás pelo governo e pelo progresso. E especialmente para as mulheres. Uma mãe de classe baixa nessa altura tinha opções limitadas. Quando vemos as estatísticas do governo, a presença da classe baixa na universidade era de apenas 0,003%. E quando contabilizamos as mulheres aqui, é então uma ínfima parte. As mulheres de classe baixa não iam para a universidade na década de 70 e 80. E a Agnes está um pouco presa na situação em que se encontra. Ela pode trabalhar, pode cuidar de uma família, mas não pode subir na sociedade.”

Douglas Stuart em entrevista à Comunidade Cultura Arte.

“Shuggie Bain” é editado em Portugal pela Alfaguara e foi rejeitado 44 vezes antes de ser publicado no seu país de origem, confidenciou o autor na mesma entrevista à Comunidade Cultura e Arte. Agora, dois anos depois de publicar o livro, Douglas Stuart está a escrever a adaptação da obra literária para série, que será filmada na Escócia e produzida pela A24 e pela produtora Gaynor Holmes da BBC. A série será depois distribuída internacionalmente pela A24.

Sou profundamente grato à BBC e à A24 por acreditarem em “Shuggie Bain”. Estou emocionado por trazer a família Bain para o ecrã. É uma oportunidade de expandir o meu romance, de trazer novos tópicos para a história e de explorar as dificuldades e lutas, bem como a compaixão, o humor e a resiliência que são tão característicos do espírito escocês“, refere Douglas Stuart à BBC.

 

19
Nov22

“1899”: a nova série dos criadores de “Dark” já estreou na Netflix

Niel Tomodachi

O elenco inclui um ator português. Trata-se de um novo mistério para os fãs de histórias complexas.

Com “Dark”Jantje Friese e Baran bo Odar criaram uma das primeiras produções da Netflix não faladas em inglês a tornar-se um sucesso internacional. Abriram caminho, certamente, para que muitas outras séries conseguissem ter oportunidades na plataforma de streaming. Agora, os dois criativos alemães estão de volta com um novo projeto.

“1899” estreou na Netflix esta quinta-feira, 17 de novembro. Trata-se de uma série de oito episódios que conta uma história passada naquele ano do século XVIII — a bordo de um navio chamado Kerberos, que leva imigrantes europeus de Londres para Nova Iorque.

Todos estão à procura de uma nova vida na terra prometida dos Estados Unidos da América. Há passageiros privilegiados, outros das classes baixas, mas reina um espírito de união otimista em torno deste objetivo comum.

Tudo muda, porém, quando o navio se depara com algo inesperado. Não se trata de um icebergue, que seria o desastre do Titanic alguns anos depois, mas sim um sinal de emergência vindo de outro navio. O Prometheus, assim se chama esta segunda embarcação, tinha partido alguns meses antes e desaparecera misteriosamente. Afinal, estava ali.

É em alto mar que o encontro entre os dois navios vai tornar a esperança numa nova vida num pesadelo aterrador de proporções avassaladoras. Se “Dark” contava uma narrativa ultra complexa sobre realidades paralelas e viagens no tempo, “1899” promete não ficar atrás e até ser mais ousada nesse sentido. A revista “Variety”, por exemplo, descreveu a nova série como uma espécie de “Perdidos” em alto mar.

Ao longo dos oito episódios vamos acompanhando as diversas personagens que viajam a bordo do Kerberos. São pessoas de diversas origens e países, que falam várias línguas, pelo que “1899” é uma série de natureza mais internacional do que “Dark”.

A médica Maura Franklin é uma das personagens principais, tal como o capitão viúvo do navio, Eyk. De resto, podemos encontrar por lá um casal francês pouco feliz, dois irmãos espanhóis ou uma geisha. Um dos espanhóis é interpretado pelo ator português José Pimentão, que trabalhou em produções como “Al Berto”, “Eva”, “Valor da Vida” e “Teorias da Conspiração”.

Com ele estão nomes como Emily Beecham (“Salve, César!”), Miguel Bernardeau (“Elite”), Anton Lesser (“A Guerra dos Tronos”), Maciej Musial (“The Witcher”), Clara Rosager (“The Rain”), Lucas Lynggaard Tønnesen (“The Rain”), Andreas Pietschmann (“Dark”) e Maria Erwolter (“The Ritual”), entre outros. A banda sonora é da autoria do australiano Ben Frost.

 

19
Nov22

A série “The White Lotus” da HBO vai mesmo ter uma terceira temporada

Niel Tomodachi

O que começou por ser apenas uma minissérie está a tornar-se num dos maiores sucessos desta plataforma de streaming.

"The White Lotus”, da HBO, foi considerada uma das grandes séries de 2021. A segunda temporada estreou a 31 de outubro e, tal como a primeira, conta uma história passada num resort luxuoso onde acontece um homicídio. Não sabemos, contudo, quem são as vítimas, sendo essa a resposta que tentamos procurar ao longo dos episódios. O novo capítulo vai apenas no terceiro episódio, mas o projeto, que seria apenas uma minissérie, já foi renovado para uma terceira temporada.

“Não preferia estar a trabalhar noutro lugar que não a HBO. Sinto-me muito sortudo por ter esta oportunidade novamente e estou entusiasmado para me reunir com os meus colaboradores talentosos”, conta à “Variety” Mike White, o criador da série. Também se mostra surpreendido com todo o sucesso do projeto, cuja primeira temporada foi gravada de forma bastante restritiva, devido à pandemia.

Como se trata de uma série de antologia, cada temporada tem personagens diferentes e passa-se num hotel distinto. Na primeira, a narrativa desenrolou-se no Havai. Desta vez, tudo acontece na Sicília, em Itália. O elenco conta com nomes como Jennifer Coolidge e Jon Gries (que apareceram no primeiro capítulo), Aubrey Plaza, F. Murray Abraham, Michael Imperioli, Adam DiMarco, Theo James, Meghann Fahy, Haley Lu Richardson, Will Sharpe, entre outros.

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Quotes:

“How wonderful it is that nobody need wait a single moment before starting to improve the world.” ― Anne Frank

Pesquisar

Nelson's bookshelf: currently-reading

Alfie - O Gato do Bairro
tagged: currently-reading

goodreads.com

2023 Reading Challenge

2023 Reading Challenge
Nelson has read 11 books toward his goal of 55 books.
hide

Arquivo

    1. 2023
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2022
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Afiliado Wook

WOOK - www.wook.pt

Comunidade Bertand

Afiliado Miniso

Read the Printed Word!

Em destaque no SAPO Blogs
pub