Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Little Tomodachi (ともだち)

Little Tomodachi (ともだち)

07
Jul21

Milhares protestam no parlamento georgiano contra a violência anti-LGBTQ

Niel Tomodachi

Manifestantes tinham bandeiras arco-íris e da União Europeia. Membros da extrema-direita voltaram a tentar impedir a manifestação dos ativistas LGBTQ.

naom_60e55b8fbf6e4.jpg

Um dia após os ativistas LGBTQ terem cancelado uma marcha Pride em Tbilissi, a capital da Geórgia, devido à violência perpetrada por membros da extrema-direita, que agrediram os ativistas, jornalistas e invadiram escritórios de organizações LGBTQ, milhares de pessoas juntaram-se para um protesto em frente ao parlamento georgiano.

Segundo o Euractiv, a manifestação desta terça-feira teve como objetivo denunciar a violência anti-LGBTQ, mas também anti-União Europeia (as centenas de elementos da extrema-direita, alguns ligados a um partido pró-russo, que impediram a realização da marcha Pride também retiraram uma bandeira da União Europeia que estava no exterior do parlamento da Geórgia).

Muitas das pessoas que marcaram presença neste protesto tinham bandeiras arco-íris mas também da União Europeia. Face a uma contramanifestação da extrema-direita, que juntou 200 pessoas, a polícia montou um cordão policial na área para proteger os milhares de ativistas LGBTQ.

Ainda assim, a presença das autoridades não evitou que os elementos da extrema-direita tentassem forçar a passagem pela barreira policial. Mas isso não amedrontou quem saiu à rua para lutar pelos direitos da comunidade LGBTQ e pelos direitos humanos na Geórgia.

 

“Não podemos tolerar neste país qualquer forma de violência que tenha como alvo as minorias”, disse Lili Chumburidze, uma das manifestantes, à AFP. “A homofobia não pertence ao século XXI”, acrescentou.

O primeiro-ministro georgiano, Irakli Garabishvili, tem sido muito criticado pela oposição e por ativistas de direitos humanos por se ter manifestado contra a realização da marcha Pride, que descreveu como “inaceitável para um grande segmento da sociedade” da Geórgia. O seu partido é acusado de apoiar grupos homofóbicos e nacionalistas.

Um dos organizadores da marcha Pride, Giorgi Tabagari, afirmou à AFP que suspeitava que “os serviços secretos tinham coordenado os ataques” de segunda-feira.

A Geórgia descriminalizou a homossexualidade em 2000 e adotou leis anti-discriminatórias em 2006 e em 2014. No entanto, os eventos LGBTQ são controversos neste país conservador onde a Igreja Ortodoxa exerce grande poder e influência.

24
Jun21

‘Rua Sésamo’ inclui família com dois pais no mês do orgulho LGBT

Niel Tomodachi

“A Rua Sésamo sempre foi um lugar acolhedor de diversidade e inclusão.", diz ator e realizador da série infantil que ahora juntou uma família gay com uma filha. Um passo dado ao fim de 51 temporadas

família-gay-rua-Sésamo-1120x675.jpg

Há muito que a Rua Sésamo procura incluir a diversidade nas suas personagens e nas suas histórias infantis. No mês em que se assinala o Orgulho LGBT, em junho, a produção norte-americana apresentou uma família composta por dois pais.

No episódio, Nina apresenta o irmão e o marido deste, interpretados por Chris Costa e Alex Weisman, bem como a filha de ambos, desempenhada por Olivia Perez. Um encontro com os personagens Elmo e o Poupas.

Rua Sésamo sempre foi um lugar acolhedor de diversidade e inclusão. Por isso, estou muito entusiasmado para apresentar o irmão Dave de Nina, o seu marido Frank e a filha de ambos, Mia, à nossa rua soalheira”, escreveu Alan Muraoka, ator e produtos da série infantil que já vai da 51ª temporada, exibida na HBO Max. “Sinto-me muito honrado por ter co-realizado este episódio importante e marcante. Amor é amor, e estamos muito felizes em adicionar esta família especial à nossa. Orgulho feliz a todos”, referiu.
As organizações não governamentais que trabalham estas matérias já vieram aplaudir a iniciativa. No Twitter, Sarah Kate Ellis, presidente e CEO da GLAAD, elogiou a “mensagem simples e importante” de que existem famílias de “todas as formas”.

Recorde-se que, entre outras investidas, a série apresentou recentemente uma personagem sem-abrigo e uma menina cuja mãe sofria de dependência de comprimidos.

 

17
Jun21

A nova coleção da New Balance celebra o orgulho LGBTI com as cores do arco-íris

Niel Tomodachi

Chama-se "Everybody's Welcome" e foi desenvolvida por Zoie Lam, artista visual de Hong Kong. Inclui peças de roupa e sapatilhas.

03457fece2099422496d69ecf4f6985b-754x394.jpg

Desde 1969 que junho está marcado nos calendários como o mês da celebração dos direitos da comunidade LGBTI. Hoje em dia, embora já tenha conquistado vários direitos, a comunidade continua a lutar por uma maior e melhor integração na sociedade.

É por isso que todos os anos se celebra o mês Pride, um movimento mundial que pretende sensibilizar para o tema e mudar a mentalidade das pessoas. A esta celebração juntam-se centenas de marcas que aproveitam a data para lançarem coleções especiais com designs irreverentes e cores do arco-íris — um símbolo LGBTI. Mais uma vez, a New Balance não foi exceção. 

A marca americana anunciou recentemente a sua nova coleção Pride 2021, com o mote “Everybody’s Welcome”, que significa, em português, “todos são bem-vindos”. A linha inclui peças de calçado e roupa mas também uma curta-metragem dedicada à história da Front Runners New York Pride Run. 

 

Inspirada pela comunidade LGBTI de todo o mundo, esta nova coleção foi pensada e desenhada por Zoie Lam, uma artista visual de Hong Kong. Tanto as sapatilhas como as peças de roupa têm designs originais de Zoie, “que são emblemas da felicidade e otimismo”. As suas personagens não têm género e exemplificam a cordialidade e a empatia. O objetivo é, precisamente, destacar a crença da New Balance de que “todos são bem-vindos”, não importa como se identificam.

Além de T-shirts com grafismos, um calção, um casaco e uma camisola de cavas, a coleção é composta pelas sapatilhas Fresh Foam Tempo, o clássico 5740 e ainda umas sandálias. As peças são um verdadeiro arco-íris, com cores irreverentes, padrões arrojados e ilustrações muito divertidas. Todas já estão à venda no site da marca americana.

A curta-metragem da coleção

A peça protagonista da coleção Pride 2021 da New Balance é a curta-metragem criada em conjunto com o Clube Front Runners New York, que conta a história dos 40 anos do Front Runners Pride Run. O filme é dirigido por Rose Bush, diretora de fotografia da curta-metragem “Colette”, vencedora de um Óscar.

O filme Front Runners Pride Run destaca a história de Urie Dvorozniak, um universitário desempregado de Nova Iorque que anseia por uma comunidade que o aceite e que abrace a sua identidade, sem quaisquer julgamentos. O filme ilustra bem a importância de sermos capazes de ultrapassar os nossos obstáculos e evidencia a importância de construir a nossa autoconfiança, independentemente da nossa diferença. 

Além disso, pelo terceiro ano consecutivo, a New Balance apoia a GLSEN, uma organização com sede nos Estados Unidos focada em defender as questões LGBTI+ e em criar ambientes escolares mais seguros para jovens e alunos LGBTI+ do ensino básico até ao secundário.

A New Balance comprometeu-se em doar cerca de 83 mil euros (100 mil dólares) ao longo de dois anos para apoiar diretamente o programa “Changing the Game” da GLSEN, que está a ser redesenhado e relançado para criar espaços seguros em vestiários. Além da doação, a New Balance usará a sua plataforma mundial para ajudar na missão da GLSEN e dar visibilidade aos seus vários projetos.

“Como uma marca global que enfatiza a importância da diversidade e inclusão, a New Balance tem o orgulho de celebrar a comunidade LGBTI+ em todo o mundo e facilitar a participação no atletismo. Defendemos a igualdade no acesso ao desporto para todos”, explica Jeff McAdams, VP de Global Marketing.

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Quotes:

“How wonderful it is that nobody need wait a single moment before starting to improve the world.” ― Anne Frank

Pesquisar

Nelson's bookshelf: currently-reading

Alfie - O Gato do Bairro
tagged: currently-reading

goodreads.com

2022 Reading Challenge

2022 Reading Challenge
Nelson has read 0 books toward his goal of 50 books.
hide

Arquivo

    1. 2022
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Afiliado Wook

WOOK - www.wook.pt

Comunidade Bertand

Afiliado Miniso

Read the Printed Word!

Em destaque no SAPO Blogs
pub