Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Little Tomodachi (ともだち)

Little Tomodachi (ともだち)

03
Mai21

No Porto, os cães estão ajudar os idosos a regressar à vida ativa — de forma gratuita

Niel Tomodachi

Quem quiser receber formação como terapeuta também se pode inscrever.

7bf3067d74f7529b413897c97b3b20f3-754x394.jpg

Depois de meses de confinamento e isolamento, o regresso à vida e à circulação será sempre progressivo — e nem sempre será fácil, sobretudo para os mais idosos. Mas uma associação decidiu ajudar.

A Associação Portuguesa para a Intervenção com Animais de Ajuda Social (Ânimas) está a desenvolver um projeto para motivar os idosos a regressarem à vida ativa com o auxílio de cães. A participação no programa é gratuita e quem quiser receber formação como terapeuta também se pode inscrever, anuncia o portal de notícias da Câmara do Porto.

O Projeto Envolver é especialmente dirigido à população idosa, a mais afetada pela necessidade de isolamento causada pela pandemia da Covid-19, tendo sido a maior parte referenciada pelos serviços sociais e está, neste momento, a ser desenvolvido na freguesia de Paranhos.

“Com o confinamento [os idosos] perderam os grupos de amigos, as universidades seniores, os grupos corais, a própria igreja, que deixou de ter as celebrações, entre outras atividades, e o que pensámos foi em criar algo que os motivasse a saírem da ‘cabana’ deles”, explica Abílio Leite, presidente da Ânimas, à Lusa, citado pelo canal.

“O cão acalma a pessoa, reduz o nível de stress, reduz a tensão arterial, facilita a libertação de hormonas, como a oxitocina, o que faz com que as pessoas fiquem mais bem-dispostas”, adianta o responsável da associação, que, desde 2002, desenvolve projetos que potenciam a interação dos animais com os humanos, numa lógica de ajuda social. As inscrições podem ser feitas online.

 

23
Abr21

A nova gelataria do Porto tem uma fonte de chocolate derretido

Tem esplanada interior, deck descoberto e a carta inclui doces e salgados inesperados.

Niel Tomodachi

72e39f96fc79b44347bf4ad038ce0daf-754x394.jpg

Com o bom tempo a chegar, o que apetece mesmo é comer um bom gelado numa esplanada para aproveitar o sol. A Lavoratta é a nova gelataria do Porto, abriu esta quarta-feira, 21 de abril, e traz essa e outras propostas.

Para começar, a maior característica desta nova marca é que produz gelados de forma artesanal todos os dias e por vezes até mais do que uma vez por dia. A ideia nasceu pelas mãos de quatro sócios da área da restauração, confeitaria e pastelaria — Pedro Aparício, José Roberto Bateira, Rui Ferreira e José Maria Bateira — e conta ainda com a consultoria e criatividade do chef João Pupo Lameiras.

Localizada na movimentada rua de Santa Catarina, mesmo em frente ao centro comercial, a Lavoratta tem um espaço acolhedor ao mesmo tempo que moderno e com valências diferentes que possam agradar a vários tipos de clientes ou servir para várias épocas do ano. Mais do que uma gelataria para take-away, pretende ser sobretudo um espaço onde todos se sintam bem, com decoração em madeira, mármore e microcimento e várias áreas diferentes. Há lugar para mais de 50 pessoas distribuídas pela zona de balcão, a sala interior, a esplanada interior coberta e o deck descoberto com jardim vertical.

O deck interior descoberto
 

No que diz respeito à carta, o conceito vai mais longe do que as simples bolas de gelado ou as clássicas taças de sabores. Há crepes, waffles e panquecas em versões doces e salgadas para que possam ser servidas a qualquer hora ou refeição. E, claro, os sabores de gelado também são originais e diferentes do que normalmente se encontra.

“É incomparável o sabor do verdadeiro gelado artesanal acabado de produzir. A textura e a cremosidade são completamente diferentes e o gelado é muito mais saboroso, daí que na Lavoratta apostamos numa produção diária e, várias vezes ao dia inclusivamente, para conseguir proporcionar essa diferença ao cliente e esse sabor autêntico”, diz em comunicado um dos sócios, Pedro Aparício.

Uma das características interessantes desta gelataria é que pode escolher uma combinação de sabores e depois decidir se quer que seja servida com waffles, crepes ou panquecas. Entre as combinações possíveis destacam-se a Lavoratta (7,50€) — com mini bolas de gelados de caramelo salgado e chocolate, topping de manteiga de amendoim e chocolate, amendoim crocante, cubos de caramelos, raspas de chocolate e chantilly — e a Banoffee (5,50€) — que tem gelado de caramelo salgado, topping caseiro de caramelo salgado, banana e chantilly.

Quando pensamos numa gelataria pensamos nos clássicos cones com bolas simples, por isso não podiam faltar aqui também. Tem as opções de uma bola (2,60€), duas bolas (3,80€) ou três bolas (4,80€) e pode acrescentar mais por mais 1€ cada. Aqui o destaque vai ainda para os cones artesanais com fundo de chocolate (0,30€) e o topping de chocolate saído de uma fonte que funciona em contínuo e que pode ser acrescentado a qualquer pedido.

Os salgados também têm espaço na carta
 

Nas tradicionais taças de gelado destacam-se as opções Bambini (5,50€) — com gelados de morango, baunilha, compota de morango, topping de chocolate Callebaut, chantilly e Peta-Zetas de Chocolate — e a Para Maiores de 18 ( 6,50€) — composta por sorvete de limão, vodka, bolo de limão, lemon curd e merengue.

No campo dos salgados a carta não é menos interessante e conta com sugestões tão variadas como as waffles de massa folhada (3,5€) — que podem ser de cebola caramelizada e queijo Cheddar, de pá fumada, alecrim e queijo Brie ou até de queijo de cabra e goiabada — ou o waffle de queijo Cheddar, tomate seco e ervas (8€), que pode acompanhar com abacate, bacon e ovo.

Para quem prefere outras opções, tem também crepe de cogumelos cremosos com cebola e óleo de trufa (6,5€) ou o clássico crepe de salmão fumado, abacate e ovo (7,5€).

Esta nova gelataria irá funcionar todos os dias das 9 horas às 22h30 e poderá acompanhar todas as novidades através da sua página no Instagram.

:::::

MORADA:
Rua de Santa Catarina, 357
4000-433 Porto

HORÁRIO:
Todos os dias das 9h às 22h30

PREÇO MÉDIO:
Menos de 10€

 

22
Abr21

Feira do Livro do Porto regressa entre 27 de agosto e 12 de setembro

Niel Tomodachi

A Feira do Livro do Porto está de regresso aos Jardins do Palácio de Cristal, entre 27 de agosto a 12 de setembro, numa edição precedida por seis fins de semana de música, anunciou hoje a câmara.

naom_57acc0f53634f.jpg

Numa convocatória para a apresentação da iniciativa "Warm Up", nome atribuído ao ciclo de seis fins de semana de programação musical, o município avança que o evento preliminar vai decorrer entre 16 e 22 de agosto, antecipando e "aquecendo musicalmente" a edição de 2021 da Feira do Livro, cujas novidades serão reveladas na sexta-feira, Dia Mundial do Livro.

"O WARM UP é a alternativa proposta para abrir os Jardins do Palácio de Cristal e, através da palavra e da música, acolher festivais e atividades que não se puderam realizar no atual contexto", assinala a autarquia na convocatória.

O evento, acrescenta, "é um alento otimista que o Município do Porto proporciona às estruturas culturais, aos artistas e aos seus públicos, devolvendo-lhes espaço de atividade e reforçando a sua importância na dinâmica da cidade".

Em 2020, a Feira do Livro do Porto, que decorreu num contexto de pandemia e com limitação de entradas, recebeu cerca de 100 mil visitantes, revelava o presidente da Câmara do Porto, o independente Rui Moreira, no último dia do festival literário que decorreu entre 28 de agosto e 13 de setembro.

À data, o autarca anunciou que edição de 2021 ia homenagear o escritor portuense Júlio Dinis.

A edição 2020 do festival literário homenageou a imunologista Maria de Sousa (1939-2020), que morreu em abril, vítima de infeção causada pelo novo coronavírus, e a poeta Leonor de Almeida (1909-1983).

Com o mote "Alegria até ao Fim do Mundo", um verso da escritora Andreia C. Faria, autora residente da iniciativa, a sétima edição do certame contou com participação de 120 pavilhões e 80 entidades, tendo o acesso ao recinto estado limitado a 3.500 pessoas.

 

19
Abr21

Porto City Race regressa em maio — e já tem inscrições abertas

Niel Tomodachi

O evento de orientação pedestre está marcado para os dias 28, 29 e 30 de maio.

6ff203e5c13acc745ed3515a8dba9966-754x394.jpg

Depois de ver a edição de 2020 cancelada devido à pandemia, a organização do Porto City Race anunciou que o evento está de volta este ano. Tome nota das datas: 28, 29 e 30 de maio, sexta-feira a domingo.

O programa inicia com a etapa noturno, a partir das 20h30 de dia 28, com início e final no Campus Tecnológico de Ramalde e incursão pelas freguesias de Ramalde e Aldoar. Para a manhã seguinte, está marcada a prova de sprint, que será no Parque da Cidade.

“Esta segunda etapa marca, também, a vertente inclusiva da Porto City Race, ao incluir um evento de orientação adaptada pontuável para a Taça de Portugal da disciplina”, pode ler-se no site “Porto.”.

No último dia, 30 de maio, pelas 10 horas, acontece a prova principal, a City Race Euro Tour, com um novo mapa, com partida e chegada na sede da Águas do Porto, na Rua do Barão de Nova Sintra.

A Porto City Race, que está integrada no circuito europeu de provas de orientação e é organizada pelo Grupo Desportivo dos Quatro Caminhos em parceria com a Câmara do Porto, através da PortoLazer, é aberto a pessoas de qualquer idade. É participar nos escalões abertos ou nas categorias de competição. 

Nos casos de formação e escalões abertos, os atletas podem participar em grupo, sendo que devem realizar apenas uma única inscrição com os dados de todos os participantes.

“Para quem nunca utilizou um mapa de orientação ou uma bússola, a organização possibilita o acompanhamento e ensino com monitores”, diz a mesma publicação.

As inscrições já estão a decorrer online. O preço para os adultos (a partir dos 20 anos) é de 5€ por dia, enquanto os menores de 20 anos pagam 3€. As escolas têm um valor diário especial de 1,50€.

 

16
Abr21

Porto recebe exposição imersiva sobre Leonardo Da Vinci e Miguel Ângelo

É o novo projeto do atelier OCubo na Immersivus Gallery, na Alfândega do Porto.

Niel Tomodachi

7e02a66ea01e5d3cca271507fd5c9e5e-754x394.jpg

Depois de apresentar uma exposição imersiva dedicada à obra de Claude Monet e Gustav Klimt (que ainda por lá continua), agora o atelier OCubo regressa à Immersivus Gallery, na Alfândega do Porto, para um espetáculo semelhante centrado na arte de Leonardo Da Vinci e Miguel Ângelo.

“Il Divino Michelangelo & Il Genio Da Vinci”, assim se chama a experiência, vai ser inaugurada esta sexta-feira, 16 de abril, a partir das 11 horas. Pelas paredes do espaço vai poder ver as obras projetadas.

Os miúdos até aos 3 anos não pagam.
 

Pode visitar esta exposição até 11 de julho. Todos os dias vai haver cinco sessões (de duas em duas horas, das 11 às 19 horas). “Caso o governo decida prolongar as medidas de confinamento durante o fim de semana, o espetáculo contará apenas com uma sessão, às 11 horas, aos sábados e domingos”, acrescenta a organização.

Os bilhetes variam entre os 5€ e os 10,50€, sendo que os miúdos até aos três anos não pagam nada. No espaço da Immersivus Gallery continuam a decorrer, em sessões alternadas, os projetos Porto Legends — The Underground Experience e “Impressive Monet & Brilliant Klimt”.

 

16
Abr21

Metro do Porto lança exposição de homenagem aos profissionais do Hospital S. João

Niel Tomodachi

Pode ver o trabalho do fotógrafo Marcus Garcia até ao final de maio. Chama-se “110 retratos de uma luta”.

6511efb4d1ad26a46a002ea4feccc406-754x394.jpeg

Se for do Porto ou estiver de passagem pela cidade, não se esqueça de fazer uma passagem pelo Metro. É lá que pode encontrar uma exposição fotográfica que homenageia os profissionais de saúde do Hospital S. João, na linha da frente no combate à Covid-19.

Chama-se “110 retratos de uma luta” e conta com 110 rostos dos trabalhadores daquela unidade, desde médicos e enfermeiros a pessoal auxiliar, em representação de uma enorme equipa. Tem assinatura de Marcus Garcia.

Disponível até ao final de maio, há fotografias espalhadas pelas estações do Bolhão, Faria Guimarães, Aliados, Marquês e Combatentes.

O objetivo agora é “perpetuar este feito, fazendo-o perdurar na memória dos portugueses, através da organização de uma exposição itinerante e da edição de um livro”, diz o autor dos retratos ao site “Porto.”.

São 110 rostos.
 
05
Abr21

O novo mural de arte urbana do Porto é dedicado aos sem-abrigo

Niel Tomodachi

A criação é de Mr. Dheo, street artist portuense, e fica na zona da Foz Velha.

f8f04e788210489bc1f64d055e39be9f-754x394.jpeg

Chama-se “Quando a noite cai” e é a mais recente criação de Mr.Dheo. O street artist do Porto criou uma mural de arte urbana dedicado às pessoas em situação de sem-abrigo. Fica na Foz Velha e é impossível ficar indiferente ao trabalho final.

No mural, vê-se um homem a dormir num banco, com os seus pertences por perto, e um cão por baixo. Na imagem partilhada nas redes sociais, ao fundo as pessoas passeiam descontraidamente.

Quando divulgou o trabalho, o artista portuense lembrou que “Portugal terá cerca de 7.100 pessoas na condição de sem-abrigo (…) não sendo ainda possível perceber se a pandemia aumentou o fenómeno”.

A situação serviu de inspiração para Mr.Dheo que, como explica o “Portal de Notícias do Porto”, estreia com esta obra uma das duas paredes livres integradas no Programa de Arte Urbana do Porto, dinamizado pela empresa municipal Ágora. 

O artista é também o responsável pelo famoso mural em Vila Nova de Gaia que é uma homenagem aos profissionais de sáude. Foi a 9 de novembro que o próprio deu conta da sua criação na sua conta no Instagram. O mural mostra uma enfermeira armada com um bastão, a acertar em cheio no novo coronavírus.

Uma parte do mural.
 
03
Abr21

Porto é um dos melhores destinos do mundo para mulheres que viajam sozinhas

Niel Tomodachi

A cidade portuguesa ficou em segundo na lista de melhores locais para quem se aventura sem companhia.

552630-754x394.jpg

Não há quem resista aos encantos do Porto; mas muito mais do que bonita e encantadora esta é também uma cidade mágica, única e segura. E, por tudo isto, perfeita para mulheres que partem à aventura pelo mundo sem olhar a companhias, e que viajam a solo.

Segundo o portal de notícias da Câmara do Porto, a Condé Nast Traveller divulga recentemente o top dez das cidades mais interessantes, seguras e convidativas para mulheres viajantes que se têm como única companhia; e, este ano, o Porto ocupa o segundo lugar da lista sendo a única cidade portuguesa representada.

De acordo com a autarquia, a conceituada publicação de viagens diz que a cidade “seduz os visitantes individuais”, sobretudo graças ao “carisma da população local”, algo que a distingue “de outras cidades mediterrânicas de dimensão e influência comercial semelhantes”.

A jornalista Anna Hart apresenta a lista tendo por base a sua experiência pessoal, enquanto mulher viajante a solo. Sobre o Porto, diz que “os viajantes solitários, com a atitude certa, sentir-se-ão rapidamente bem-vindos numa qualquer esplanada, cave de Vinho do Porto ou mercado de rua”. O primeiro lugar da lista foi para Ibiza, em Espanha. 

 

02
Abr21

Porto vai oferecer descontos a quem fizer compras no comércio local

Niel Tomodachi

Por cada 20€ em compras, a autarquia dá um desconto de 2€, graças a vales entregues aos comerciantes aderentes.

a6e78a82559612d5514c554539dc5488-754x394.jpg

Nunca o comércio local precisou de tanta ajuda, por isso mesmo, a Câmara Municipal do Porto decidiu arrancar com uma iniciativa para motivar os portuenses a fazerem compras nas lojas de sempre.

A proposta vai a votos na segunda-feira, 5 de abril, e deverá resultar no lançamento de uma campanha que irá entregar, a todos os comerciantes que o queiram, vales de desconto. Assim, quando os consumidores fizerem uma compra, a autarquia comparticipa o desconto de 2€ em cada 20€ de compras.

Os vales poderão ser entregues a “estabelecimentos comerciais, restaurantes, cafetarias, barbearias, salões de cabeleireiros e atividades de bem-estar físico” e serão válidos “exclusivamente, nos estabelecimentos comerciais com porta aberta para a rua e com dimensão nunca superior a 250 metros quadrados, incluindo restaurantes, cafetarias, esteticistas, cabeleireiros e barbeiros e que queiram tornar-se aderentes”, de 3 de maio a 30 de julho. Este desconto tem um limite máximo de 100€ por compra.

Esta não é a primeira vez que a Câmara Municipal do Porto lança uma campanha deste género. Já o tinha feito em dezembro, por altura do Natal, mas desta vez o projeto irá abranger ainda mais comércios.

 

01
Abr21

Parque da Asprela: o novo “pulmão verde” do Porto abre em 2022

Niel Tomodachi

As obras deverão estar concluídas ainda no primeiro trimestre do próximo ano.

f4794cc5b4e22c317f3aa5a3ddcdb701-754x394.jpg

Propriedade da Universidade do Porto, os terrenos estavam abandonados há décadas. No verão passado, começaram as obras para um espaço que a autarquia do Porto destaca como um “pulmão verde” que vai reforçar a cidade. É no final do primeiro trimeste de 2022 que estará concluído o futuro Parque Central da Asprela.

Ao todo são cerca de seis hectares de área onde o verde do parque e o azul das águas se irão combinar. Estão previstas 650 novas plantações de árvores e arbustos, como destaca o Porto.pt, site de comunicação da Câmara Municipal do Porto, bem como 10 mil metros cúbicos de capacidade de retenção de água pluvial, e mais duas ribeiras.

O projeto na sua origem já previa que fosse possível controlar ativamente as cheias na ribeira de Asprela, através da criação de uma bacia de retenção. Serão ainda criados espelhos de água, que estarão ligados às estruturas verdes e aos percursos pedonais e de ciclismo.

A autarquia divulgou imagens captadas esta semana que dão conta da fase de construção em que o projeto (que demorou cerca de cinco anos a sair do papel) se encontra nesta altura.

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Quotes:

"We need four hugs a day for survival. We need eight hugs for maintenance. And we need twelve hugs a day for growth." - Virginia Satir

Pesquisar

Nelson's bookshelf: currently-reading

Alfie - O Gato do Bairro
tagged: currently-reading

goodreads.com

2021 Reading Challenge

2021 Reading Challenge
Nelson has read 1 book toward his goal of 25 books.
hide

Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Afiliado Wook

WOOK - www.wook.pt

Comunidade Bertand

Read the Printed Word!

Em destaque no SAPO Blogs
pub