Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Little Tomodachi (ともだち)

Little Tomodachi (ともだち)

08
Set22

Já pode ver o trailer do novo filme de Harry Styles onde interpreta um polícia

Niel Tomodachi

O músico tem viagem marcada para Portugal no próximo ano, mas antes vai poder vê-lo no streaming.

Harry Styles continua a afirmar-se como um artista tanto na área da música como da representação. Nas últimas semanas  atuado em Nova Iorque, nos EUA e está também a promover o filme “Não te Preocupes Querida”, realizado pela namorada Olivia Wilde, no Festival de Cinema de Veneza. E esta quarta-feira, 7 de setembro, foi lançado o trailer do seu próximo filme.

Chama-se “My Policeman” e é uma produção dirigida por Michael Grandage que vai estrear na Amazon Prime Video a 4 de novembro. Harry Styles interpreta o polícia Tom, que irá protagonizar uma história ao lado da professora Marion e do curador de museus Patrick, com quem manterá uma (proibida) relação homossexual. Está prometida uma jornada emocional pelo Reino Unido dos anos 50, sendo que a narrativa também se prolonga até à década de 90.

O elenco inclui ainda nomes como Emma CorrinDavid Dawson ou Andrew Tiernan. O enredo baseia-se no livro homónimo de Betan Roberts, publicado em 2012. Depois de ter atuado a 31 de julho na Altice Arena, em Lisboa, Harry Styles já tem regresso marcado para Portugal. O músico britânico vai tocar no Passeio Marítimo de Algés a 18 de julho de 2023. O espetáculo já se encontra esgotado.

 

10
Ago22

Livro de Filipe Melo vai tornar-se numa série de televisão norte-americana

Niel Tomodachi

A novela gráfica “Balada para Sophie” também é da autoria de Juan Cavia. Foi lançada em 2020.

"Balada para Sophie”, novela gráfica portuguesa da autoria de Filipe Melo e Juan Cavia, vai ser adaptada à televisão por uma produtora norte-americana. Quem deu a notícia foi o site especializado “Deadline” esta terça-feira, 9 de agosto.

O livro já tinha sido aclamado nos EUA, ao ser nomeado para quatro prémios Eisner, o galardão de banda desenhada mais prestigiado dos Estados Unidos. O projeto de adaptação é da IDW Entertainment. 

“Balada para Sophie” foi lançada em 2020 pela Tinta-da-China e reeditada no ano passado pela Companhia das Letras. Também foi adaptada ao teatro, numa peça encenada por Maria João Luís. A narrativa arranca nos anos 30 e foca-se na rivalidade entre dois jovens pianistas franceses. Muitos anos depois, um deles procura redimir-se numa longa (e inesperada) entrevista com um jornalista.

 

27
Jul22

“Black Panther: Wakanda Para Sempre”: o primeiro trailer

Niel Tomodachi

A Sand Diego Comic Con tem trazido inúmeras novidades. No painel da Marvel Studios, o grande destaque foi para a apresentação do primeiro trailer do muito aguardado Black Panther: Wakanda Para Sempre.

Mas, a noite trouxe ainda a revelação do que aí vem dos Estúdios da Marvel.


A pandemia global atrasou a rodagem de Black Panther: Wakanda Para Sempre,  produção cinematográfica percorreu um caminho difícil durante toda o processo: Para além de perder  Chadwick Boseman para o cancro em 2020, Letitia Wright sofreu uma fratura crítica no ombro durante as filmagens.


Em Black Panther: Wakanda Para Sempre da Marvel Studios, a Rainha Ramonda (Angela Bassett), Shuri (Letitia Wright), M’Baku (Winston Duke) ,  Okoye (Danai Gurira) e Dora Milaje (incluindo Florence Kasumba), lutam para proteger a nação de potências mundiais intervenientes após a morte do rei T’Challa. Enquanto os wakandanos se esforçam para abraçar o seu próximo capítulo, os heróis devem-se unir com a ajuda de War Dog Nakia (Lupita Nyong’o) e Everett Ross (Martin Freeman) e forjar um novo caminho para o reino de Wakanda.  


O filme conta ainda com  Tenoch Huerta como Namor, rei de uma nação submarina oculta, o filme também é interpretado por Dominique Thorne, Michaela Coel, Mabel Cadena e Alex Livanalli.  


Realizado por Ryan Coogler, Black Panther: Wakanda Para Sempre chega aos cinemas em Novembro deste ano, encerrando a presente fase do UCM.

 

20
Jul22

Galilebre, o super-herói que te vai fazer rir às gargalhadas

Niel Tomodachi

Alguma vez viste um super-herói metade galinha metade lebre? Então, aproveita a oportunidade e aponta a data de estreia de “Galilebre e o templo perdido” na tua agenda. O filme de animação chega aos cinemas nacionais nesta quinta-feira, 21 de julho, e conta com as vozes da apresentadora Carolina Patrocínio e do ator Tiago Teotónio Pereira.

Galilebre e o Templo Perdido (VP) - Cinemas NOS

A narrativa baseia-se num jovem super-herói, bastante peculiar, que nasceu metade galinha metade lebre e que foi adotado pelo Rei Pedro, uma lebre aventureira. Apesar de ser destemido e gostar de uma boa aventura, Galilebre tem um desafio difícil pela frente: enfrentar o vilão do reino, o seu próprio tio, que fugiu da prisão e ameaça derrubar o seu pai.

O jovem Galilebre, na voz de Tiago Teotónio Pereira, junta-se aos amigos Abel (uma tartaruga sarcástica) e Mena (uma doninha especialista em artes marciais) e todos embarcam numa aventura para impedir um desfecho trágico. Mas será que vão conseguir? Apesar da sua condição especial, a personagem vai provar que é um verdadeiro herói e que são as diferenças que nos tornam especiais.

Podes espreitar o trailer aqui:

 

15
Jul22

Vem aí um novo filme de animação em que cães e gatos são estrelas. E dão-se bem

Niel Tomodachi

Michael Cera, Ricky Gervais e Samuel L. Jackson dão voz a algumas das personagens de "Paws of Fury: The Legend of Hank".

Em “Paws of Fury: The Legend of Hank”, cães e gatos juntam-se com o objetivo de salvar uma aldeia em perigo. O novo filme de animação que estreia esta sexta-feira, dia 15, nos Estados Unidos da América (mas que ainda não tem prevista data de chegada a Portugal) tem por base a ideia de diversidade e recorre aos patudos para passar essa mensagem.

Do mesmo realizador de o “O Rei Leão” ou “O Pequeno Stuart Little”, o filme de Rob Minkoff conta as aventuras de Hank, um subestimado Beagle que sonha tornar-se um samurai e que, para isso, vai até Kakamucho, uma aldeia de gatos onde se formam samurais.

Apesar das suas carências físicas, Hank mostra-se persistente, a começar pela primeira luta que se atravessa no seu caminho: conquistar a confiança dos gatos de Kakamucho e provar que, mesmo diferente, não deixa de ser um deles. Mas não há história sem vilão e nesta é Ricky Gervais quem o interpreta: o gato Somali Ika Chu usa o preconceito como arma para conquistar a população de Kakamucho.

“Acredito que seja uma mensagem sempre relevante e necessária”, declarou Michael Cera sobre a animação, ele que dá voz ao determinado Hank. “Acho bem trazer estas mensagens pela arte, não é apenas dizer aos outros o que se pensa, ou acompanhar esta personagem e ver o que enfrenta e as emoções que vive, especialmente para que as crianças possam digerir isso e ter empatia”, acrescentou.

“Paws of Fury: The Legend of Hank” teve como inspiração a sátira racial “Balbúrdia no Oeste” (1974), com Mel Brooks (que também dá voz a uma personagem), e utiliza humor para abordar os preconceitos sociais.

 

 

 

01
Jul22

Julia Roberts regressa às comédias românticas na companhia de Clooney

Niel Tomodachi

A dupla já contracenou em vários filmes. Veja aqui o primeiro trailer de "Bilhete Para o Paraíso".

George Clooney e Julia Roberts contracenaram pela primeira vez no cinema há mais de 20 anos, em “Ocean’s Eleven”. Não foi, contudo, a última vez que o fizeram. Em 2004, voltaram a assumir os mesmos papéis em “Ocean’s Twelve“. Também partilharam o ecrã em “Confissões de Uma Mente Perigosa” (2002) e “Money Monster” (2016). As duas grandes estrelas de Hollywood voltaram a unir-se para “Bilhete Para o Paraíso”, uma comédia romântica que chega aos cinemas portugueses a 15 de setembro.

Nesta produção, Roberts e Clooney interpretam um casal divorciado que viajam até a Bali para impedirem a filha (Kaitlyn Dever) de se casar impulsivamente com um homem que conheceu durante as férias no destino paradisíaco.

O trailer está repleto de elementos do género como não podia deixar de ser. Apanham o mesmo avião por acaso e assim que se encontram mostram logo a sua animosidade. No entanto, valores maiores se levantam, e acabam por fazer as pazes temporariamente.

“Bilhete Para o Paraíso” marca o tão aguardado regresso de Julia Roberts às comédias românticas após “Notting Hill”, lançado em 1999, que consagrou a atriz como a rainha do género.

Em conversa com o “The New York Times”, a atriz explicou o porquê de ter demorado tanto tempo a voltar a fazer um filme deste tipo. “As pessoas pensam que só porque não fiz comédias românticas nos últimos anos isso significa que deixei de querer fazê-las. Se tivesse lido algum guião que estivesse ao nível de ‘Notting Hill’,  tê-la-ia feito”, disse.

O facto de George Clooney estar neste novo filme também influenciou a sua decisão. “Pensei que isto só funcionaria com o George, e ele pensou que apenas funcionaria comigo. E conseguimos juntar-nos”, conclui.

 

31
Mai22

Já pode ver Tom Hanks como Gepetto no primeiro trailer do live-action de “Pinóquio”

Niel Tomodachi

O enredo é bastante semelhante à história que todos conhecemos, com a adição de uma nova personagem.

É um clássico da literatura infantil do qual já existem inúmeras versões — e vêm aí mais duas. As plataformas de streaming Netflix e Disney+ vão lançar a sua própria interpretação de “Pinóquio” em breve. A gigante da animação divulgou esta terça-feira, 31 de maio, o primeiro trailer do projeto.

A história dispensa longas introduções, uma vez que será difícil encontrar alguém que não conheça — pelo menos em traços gerais — o enredo. Geppetto (Tom Hanks) é um marceneiro sem filhos que cria um boneco de madeira chamado Pinóquio (Benjamin Evan Ainsworth) e reza às estrelas para que ele ganhe vida — e se torne no descendente que tanto gostaria de ter.

As suas preces são ouvidas quando surge uma fada azul (Cynthia Erivo) que promete ao boneco que, caso prove ser corajoso, verdadeiro e altruísta, será transformado num rapaz de verdade, um dos maiores sonhos de Pinóquio. O que se seguem são várias aventuras num mundo perigoso para um miúdo feito de madeira.

O elenco conta ainda com Joseph Gordon-Levitt no papel do Grilo Falante, Luke Evans como o antagonista do projeto, Keegan-Michael Key interpreta João Honesto e Lorraine Bracco é Sofia, a Gaivota — uma nova personagem criada especificamente para este live action.

A produção original da Disney+ será disponibilizada na plataforma a 8 de setembro.

 

19
Abr22

Foi lançado o primeiro trailer do novo “Thor”. A heroína também é outra

Niel Tomodachi

Estreia este verão nos cinemas. Chris Hemsworth e Natalie Portman estão de volta à saga da Marvel.

Esta segunda-feira, 18 de abril, foi divulgado o primeiro trailer de “Thor: Amor e Trovão”, que estreia nos cinemas a 7 de julho. Desta vez, Thor (Chris Hemsworth) vai estar numa jornada distinta de tudo aquilo por que já passou — está à procura de paz interior, longe das aventuras cósmicas do costume.

A sua reforma, contudo, é interrompida por um vilão enigmático conhecido como Gorr, o Carniceiro dos Deuses (Christian Bale). Este assassino deseja a extinção de todos os deuses. Thor vai pedir ajuda de Rei Valkiria (Tessa Thompson), Korg (Taika Waititi) e da ex-namorada Jane Foster (Natalie Portman) que agora é a Poderosa Thor — uma vez que, de forma surpreendente, ela consegue dominar o seu martelo mágico, Mjolnir.

Juntos vão ter de desvendar mais sobre Gorr e tentar travá-lo. O filme foi realizado pelo próprio Taika Waititi e é uma das próximas grandes produções da Marvel. O elenco inclui ainda Bradley CooperChris PrattRussell CroweMelissa McCarthySam Neill e Dave Bautista, entre outros.

 

15
Abr22

“Os Mauzões” já estão nos cinemas

Niel Tomodachi

Sai da frente, porque os “Mauzões” chegaram às salas de cinema. Nunca houve cinco amigos tão infames como o gangue destes Mauzões: o Sr. Lobo, um carteirista descarado, o Sr. Cobra, arrombador de cofres, o Sr. Tubarão, mestre do disfarce, o Sr. Piranha, o lado da força e a Sra. Tarântula, uma hacker conhecida como Webs.

O grupo é famoso em todo o mundo pelos seus assaltos, que levam a polícia internacional a andar no seu encalce. Até ao dia em que são capturados, fazendo um acordo que é a sua única hipótese de saírem da prisão: tornarem-se bonzinhos, em vez de mauzões… mas será que conseguirão? E que são mesmo renovados cidadãos exemplares?

O novo filme da Dreamworks estreou em Portugal neste 14 de abril e é a adaptação de uma série de livros que se tornaram sucessos mundiais. A obra é realizada por Pierre Perifel e produzida por Damon Ross, das sagas “Trolls” e “Boss Baby”.

 

12
Abr22

O novo Super Homem negro pode estar prestes a voar para os cinemas

Niel Tomodachi

O projeto irá mesmo avançar e vai reimaginar o icónico super-herói. Esta não é a primeira vez que o homem de Krypton muda de cor.

Christopher Reeve tornou-se no mais icónico Super Homem de sempre, mas foram muitos os atores que, ao longo dos anos, vestiram a capa vermelha, de Dean Cain na versão televisiva a, mais recentemente, Henry Cavill. O que têm todos os nomes em comum? São brancos. Porém, parece estar prestes a chegar um guião à Warner Bros. que promete virar tudo do avesso e apresentar um Super Homem negro.

Os primeiros rumores surgiram há um ano, no início de 2021, altura em que o argumentista Ta-Nehisi Coates revelou estar a escrever uma história sobre o herói do planeta Krypton que, ao contrário do que tem acontecido desde 1938, seria um homem negro. O projeto pareceu ter ficado adormecido. Até agora.

As notícias mais recentes revelam que o argumento estará concluído e será entregue à Warner Bros., e a futura produção já terá J.J. Abrams na equipa. Pouco mais se sabe sobre o enredo e os detalhes do novo Super Homem, a não ser que a companhia estará também à procura de um realizador negro para comandar o projeto.

A mudança no protagonista parece inédita, mas é na verdade uma ideia antiga — e que terá outras criações paralelas. Em preparação estará também uma nova saga do Super Homem na HBO Max, que poderá ter Michael B. Jordan — a estrela de “Creed” — como Val-Zod, outro super-herói negro vindo de Krypton.

Essa história foi criada por Tom Taylor e pela artista Nicola Scott em 2014 e imaginava um herói pacifista que rejeita a violência.

“Queria criar alguém que fosse a pessoa mais poderosa do planeta, mas que ao mesmo tempo não quisesse bater em ninguém”, revelou Taylor ao “The New York Times”. A personagem conquistou o seu lugar na banda-desenhada, mas acabou por nunca saltar para o ecrã. Isso poderá estar prestes a mudar.

Nos anos 90, foi criado o Sunshine Superman.
 
 

Ao contrário do que se poderia pensar, um Super Homem negro não será propriamente uma novidade. Além das criações de Coates e Taylor, também o artista de banda desenhada Grant Morrison imaginou um personagem assim.

A inspiração teve origem num desenho de Alex Ross, que reimaginou Barack Obama numa pose à Clark Kent, com a farda do herói por debaixo da camisa. “Por que não criar um Super Homem negro?”, pensou Morrison. Foi assim que nasceu Calvin Ellis, o homem duplamente mais poderoso da Terra, já que além de herói, também assume o papel de presidente dos Estados Unidos.

A personagem brilhou numa série de edições lançadas entre 2008 e 2009. “O Final Crisis foi uma resposta à era Bush e à sensação de estarmos numa guerra permanente e de que os maus afinal teriam ganho”, revela Morrison. Ellis seria a imagem “de um futuro mais brilhante” e vinha acompanhado também de uma Mulher Maravilha negra, criada à imagem de Beyoncé.

É preciso recuar ainda mais na história para encontrar versões negras do natural de Krypton. Em 1990, o Sunshine Superman fazia a primeira aparição nas páginas dos livros de banda-desenhada, um super-herói de um planeta paralelo onde, ao contrário do habitual, o protagonista era negro e ostentava uma bela e imponente cabeleira afro. Outras variações incluem, por exemplo, o Super-Homem da China, criado em 2016 por Gene Luen Yang e Viktor Bogdanovic.

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Quotes:

“How wonderful it is that nobody need wait a single moment before starting to improve the world.” ― Anne Frank

Pesquisar

Nelson's bookshelf: currently-reading

Alfie - O Gato do Bairro
tagged: currently-reading

goodreads.com

2022 Reading Challenge

2022 Reading Challenge
Nelson has read 0 books toward his goal of 50 books.
hide

Arquivo

    1. 2022
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Afiliado Wook

WOOK - www.wook.pt

Comunidade Bertand

Afiliado Miniso

Read the Printed Word!

Em destaque no SAPO Blogs
pub