Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Little Tomodachi (ともだち)

Little Tomodachi (ともだち)

09
Jun22

Já pode inscrever os miúdos nos campos de férias de verão do Zoo Santo Inácio

Niel Tomodachi

Vão ser dias com muitos jogos, preparação dos alimentos para os bichos e descoberta do mundo animal.

Férias de verão e animais na mesma frase tem tudo para ser bom. Melhor ainda só mesmo os campos de férias do Zoo Santo Inácioem Avintes, Vila Nova de Gaia, para os miúdos que gostam da companhia dos animais.

De 4 de julho a 12 de agosto, o maior e mais verde parque zoológico do norte do País vai ter campos de férias de verão com várias atividades para os pequenos tratadores, como preparação de alimentos, jogos, workshops e a descoberta do mundo animal.

“Queremos que os mais novos se divirtam muito ao ar livre, descubram o papel de cada animal na natureza e aprendam a respeitá-la. As crianças de hoje são os adultos de amanhã e, por isso, acreditamos que este tipo de atividades fazem a diferença em relação ao futuro do nosso planeta”, afirma Teresa Guedes, diretora do Zoo Santo Inácio.

As inscrições para este mega campo de férias já estão abertas e podem ser feitas online. O programa custa 22 euros por dia, valor que inclui todos os materiais necessários para as atividades previstas, bem como duas refeições e seguro.

É uma boa oportunidade para os miúdos conhecerem as novas e adoráveis suricatas que nasceram recentemente no Zoo Santo Inácio. Além destas crias, o zoológico alberga cerca de 600 animais de 200 espécies diferentes, como leões, chitas, hipopótamos, pítons, iguanas, avestruzes, pinguins, entre muitos outros.

 

03
Jun22

Porto vai ter aulas de vela gratuitas para os miúdos

Niel Tomodachi

O projeto destina-se a idades entre os sete e os 13 anos e tem duração prevista de sete meses.

Prepare os miúdos porque até novembro há aulas gratuitas de vela no Porto. Está aí a iniciativa “Vela Atlântico para Todos” e as inscrições já estão abertas.

O projeto vai desenvolver-se nas águas do Atlântico, onde poderão realizar-se batismos de vela, campos de férias e bolsas de escola de vela. Com o objetivo de “possibilitar a crianças e jovens o primeiro contacto com a vela”, como explica a Ágora no seu site, a iniciativa vai decorrer ao longo dos próximos sete meses e permitirá que centenas de miúdos se iniciem neste desporto.

As atividades destinam-se a idades entre os sete e os 13 anos, com especial foco em miúdos de escolas públicas e instituições de solidariedade social. As inscrições poderão ser feitas através do site do Clube de Vela Atlântico (CVA).

A iniciativa “Vela Atlântico para Todos”, organizada pelo clube, tem o apoio do Instituto Português do Desporto e Juventude, no âmbito do Programa Nacional Desporto para Todos. Além desse, conta ainda com o apoio da Câmara Municipal do Porto, através da Ágora.

“Este programa torna-se de extrema importância no âmbito da promoção da atividade marítima e do desporto da vela para crianças, de forma inclusiva, permitindo desconstruir a ideia de que a vela é um desporto exclusivamente de elite”, diz o CVA no seu site, acrescentando: “esta modalidade e a forma como pretendemos desenvolver este programa, contribui, decisivamente, não para a formação de desportistas, mas também para a formação de cidadãos, conscientes, respeitadores e amigos do mar”.

 

12
Abr22

Escolas vão ensinar alunos a partir dos 10 anos a andar de bicicleta na estrada

Niel Tomodachi

A aprendizagem acontecia em recinto fechado. Agora, a transição vai ser feita em grupos pequenos, com um máximo de cinco alunos.

Espera-se que, no próximo ano letivo, bicicletas e capacetes de todos os tamanhos comecem a chegar aos agrupamentos do 2.º ciclo. Isto porque as escolas vão ficar encarregues de ensinar os alunos a usarem este transporte. O manual técnico, citado pelo “Jornal de Notícias”, prevê que, do primeiro ao quarto ano”, a aprendizagem tenha lugar em recinto fechado e que, a partir dos 10 anos, aconteça no “espaço público”, tanto em contextos urbanos de “baixa” como de “alta densidade”.

A transição de dentro da escola, “em perímetro limitado e seguro”, para o exterior deve acontecer em grupos pequenos, com um máximo de cinco alunos, sempre acompanhados por professores ou estudantes experientes, de acordo com o mesmo manual.

A mobilidade em bicicleta é uma das apostas da estratégia do Desporto Escola até 2025. Na sequência deste programa, o Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) destina 2,8 milhões de euros à compra do material necessário para esta aprendizagem, que será entregue aos agrupamentos escolares.

 

04
Abr22

O Principezinho chega a Lisboa com música, alegria e video-mapping

Niel Tomodachi

Está em cena no Teatro Maria Matos, em Lisboa, o musical “O Principezinho”, um espetáculo adaptado da história original de Antoine de Saint-Exupéry. A narrativa é conhecida de todos, desde filhos a avós, e fala de “um rapazinho com cabelos cor de ouro e de um piloto perdido no deserto”. Uma fábula sobre amor, amizade e honestidade.

“É um espetáculo que, apesar de ser para crianças, diz muito a todos, mesmo aos adultos.” Quem o afirma é João Duarte Costa. O encenador e diretor da peça acredita que o espetáculo é para toda a família “porque é leve e cativante para os miúdos, pela parte da música e dos efeitos visuais, e interessante para os adultos, que têm recordações de infância” da narrativa. “A joia do espetáculo”, e também do próprio texto original, “são as várias interpretações possíveis” do que é dito.

O musical já passou por Portugal em 2018, também sob produção da Universal Music Portugal, regressando agora com a promessa deque cada exibição é especial. “O objetivo era manter a peça todos os anos, mas veio a pandemia e alterou os planos.” João Duarte Costa sublinha que há muitos espectadores a assistir pela primeira vez, mas há também quem venha repetir, “pois gostaram tanto do espetáculo que viram há uns anos que quiseram rever”. E a magia não se fica pela história tradicional. A peça é recheada de música, canções alegres, personagens virtuais em 3D e efeitos visuais de video-mapping, numa mistura que promete transportar “o público para o mundo fantástico de ‘O Principezinho’”.

Esta versão musicada é um espetáculo original de dois criadores catalães, conta o encenador, acrescentando que, na altura da criação, a peça foi apoiada pela Associação Exupéry, “que a considera fiel ao original do autor”. Há desenhos de Exupéry em video-mapping e os figurinos correspondem ao original. O musical tem tido lotação esgotada. “Ao contrário do expectável, tem havido uma adesão grande, o público tem voltado ao teatro.”

***

O Principezinho
Até maio. Sábados (11 e 16 horas) e domingos (11 horas).
Bilhetes a partir de 16 euros
Teatro Maria Matos, Lisboa

 

03
Abr22

Há um novo livro gratuito que explica a guerra na Ucrânia aos miúdos

Niel Tomodachi

Chama-se “A Cor do Meu Medo” e pretende ser pedagógico sobre este tema que tem dominado o espaço mediático.

Foi lançado em março um livro que ajuda a explicar a guerra na Ucrânia às crianças. Chama-se “A Cor do Meu Medo” e é um ebook infantil gratuito que foi lançado pela empresa Betweien, focada em projetos educativos.

O objetivo é apresentar, de forma simples, aquilo que as famílias podem estar a viver no país do leste da Europa. Esta história apresenta a perspetiva de uma criança no contexto de guerra. E fala do papel dos pais perante todas as dúvidas.

O livro pode ser descarregado nas redes sociais e no site da Betweien. No âmbito do mesmo projeto, foi composta a música “Pintar o Mundo”, que conta com um videoclip simbólico.

 

29
Mar22

A Páscoa no Zoo Santo Inácio leva os miúdos à descoberta de animais selvagens

Niel Tomodachi

De 11 a 14 de abril, os participantes podem assistir de perto à alimentação dos animais e interagir com as várias espécies.

Se ainda não sabe como vai entreter os miúdos durante as férias da Páscoa, esta é uma boa sugestão. O Zoo Santo Inácio (em Avintes, Vila Nova de Gaia) retoma este ano os seus campos de férias na natureza, destinados a crianças entre os seis e os 13 anos de idade.

Além de conhecer e alimentar os animais, os mais novos vão poder ajudar na preparação das refeições e acompanhar os tratadores durante as suas atividades nestas férias escolares, de 11 a 14 de abril. Pelo meio, não vão faltar jogos ou trabalhos manuais.

Os “Campos de Férias da Páscoa”, com vagas limitadas a 30 crianças por dia, obrigam a inscrição. O valor diário a pagar, que inclui o acompanhamento de monitores, refeições, seguros, atividades e material, é de 22€.

O Zoo Santo Inácio abriu em 2000 e, atualmente, já favoreceu o nascimento de mais de 150 crias integradas nos programas de Preservação EEP. A niala, antílope que apresenta um dimorfismo sexual acentuado, sendo os machos muito maiores e de cor diferente das fêmeas; o panda vermelho, pequeno mamífero avermelhado que adora andar no cimo das árvores, passando a maior parte do dia a descansar; e a ema, segunda maior ave, depois da avestruz, são algumas das espécies que pode conhecer neste jardim zoológico.

 

16
Mar22

Dia 19 de março vá à Torre dos Clérigos e ao Planetário da Marinha de borla (com os miúdos)

Niel Tomodachi

Para usufruir desta iniciativa lançada a propósito do Dia do Pai apenas tem de visitar os monumentos com os seus filhos.

O Dia do Pai está cada vez mais próximo, e não há plano melhor do que passar um dia inteiro com a nosso progenitor, enquanto descobrimos coisas novas (ou revisitamos aquelas que tanto gostamos). Para tornar isto possível, são vários os monumentos que oferecem entradas gratuitas neste dia.

A Torre dos Clérigos, no Porto, convida as famílias a desfrutarem da “melhor vista do mundo”, disponibilizando entradas sem qualquer custo associado a todos os pais (do sexo masculino) que se façam acompanhar pelos filhos. No topo do marco portuense será recebido por uma vista de 360 graus sobre a cidade.

Já na capital, é o Planetário da Marinha que abre as portas (gratuitamente) para todos os pais a 19 de março. O processo é o mesmo: só tem de o visitar com os seus filhos. Lá dentro, poderá conhecer o espaço sideral através do novo sistema de exibição da abóboda celeste, que conta com “oito projetores de vídeo, dispostos a toda a volta do auditório e que criam uma imagem única e coerente em toda a cúpula — é a chamada realidade imersiva”, conta João Silva Ramos, o diretor do planetário, à “Lusa”.

Com este recurso à tecnologia de realidade virtual, a experiência leva-nos (quase literalmente) para outro mundo. “Com este sistema de vídeo digital navegamos numa nave espacial, fazemos uma descolagem da terra, navegamos no sistema solar, saímos da nossa galáxia, vamos até aos confins do universo e voltamos à terra”, adianta.

 

05
Mar22

Novo jogo tipo Pokémon Go põe os miúdos à procura de baús cheios de alimentos saudáveis

Niel Tomodachi

O jogador que ficar em primeiro lugar recebe o prémio mais desejado: a visita dos personagens Heróis da Fruta à sua escola.

A obesidade infantil tem vindo a diminuir na última década, mas continua a atingir um em cada três miúdos portugueses. Quase 30 por cento dos menores entre os seis e os oito anos sofrem de excesso de peso em Portugal. Em apenas 10 anos, deixámos de ser o segundo País europeu com maior prevalência de excesso de peso infantil e passámos a ser 14.º — o que representa uma grande melhoria na saúde infantil portuguesa.

Os dados são de um estudo realizado pelo COSI Portugal publicado em outubro de 2021. Este documento afirma ainda que a “evolução positiva [de Portugal], ainda pouco frequente em outras regiões internacionais, pode resultar de várias iniciativas conduzidas pelo estado português, pelos profissionais do Serviço Nacional de Saúde e outras partes interessadas.”

Tanto as escolas como os pais têm incentivado os miúdos a praticarem exercício físico, quer através do desporto escolar ou em atividades extracurriculares. E agora foi lançada uma nova aplicação que promete tirar os miúdos do sofá e pô-los a aprender mais sobre a alimentação saudável: os Heróis da Fruta.

A Associação Portuguesa Contra a Obesidade Infantil (APCOI) lança esta sexta-feira, 4 de março, Dia Mundial da Obesidade, a aplicação Heróis da Fruta, um jogo gratuito de realidade aumentada para telemóveis, inspirado numa popular série de animação televisiva.

O jogo Heróis da Fruta é uma caça ao tesouro ao estilo Pokémon Go, que incentiva as famílias a sair de casa e caminhar ao ar livre, de telemóvel na mão, à procura dos 500 baús à solta pelas ruas de mais de 100 municípios portugueses.

Cartas encontradas
 
 

Cada baú contém uma saqueta de cartas escondida, que é revelada quando lhe é apontada a câmara do telemóvel. Existem centenas de cartas para colecionar e segredos para descobrir sobre alimentação saudável, mas também missões para completar ou até pontos que valem prémios.

As recompensas são bilhetes de cinema para os primeiros 100 classificados no ranking nacional, mas existem ainda brindes exclusivos, como vouchers para parques temáticos, zoológicos ou aquários. Para o jogador que ficar em primeiro lugar está reservada a distinção mais desejada por todos: a visita dos personagens Heróis da Fruta à sua escola.

Depois do sucesso da iniciativa ‘Heróis da Fruta’ nas escolas e série infantil, foi fundamental para a APCOI conseguir montar um projeto capaz de envolver ao mesmo tempo crianças e respetivas famílias numa maior consciencialização da sociedade para a obesidade infantil e, consequentemente, na adoção de hábitos de vida que contribuam para a prevenção desta doença, que afeta atualmente uma em cada três crianças”, destaca Mário Silva, presidente da APCOI.

Para descobrir o mapa com a localização de todos os baús basta aceder ao site. A aplicação Hérois da Fruta é gratuita e encontra-se já disponível nas app stores dos sistemas operativos iOS e Android.

 

24
Fev22

Miúdos mascarados que visitem o Zoo Santo Inácio no Carnaval têm desconto de 30%

Niel Tomodachi

Habitualmente, o bilhete custa 10,9€. Com a promoção fica por 7,63€. Há atividades especiais planeadas para o dia.

O espírito carnavalesco e a animação tomam conta do Zoo Santo Inácio (em Avintes, Vila Nova de Gaia) na próxima terça-feira, 1 de março. Aquele que é o maior e mais verde zoo do norte de Portugal decidiu assinalar a data festiva com a oferta de 30 por cento de desconto no bilhete de todos os miúdos que visitarem o espaço. Os habituais 10,9€ passam, assim, a 7,63€.

Há, contudo, um detalhe a ter em conta. Para desfrutar da promoção, válida para crianças dos 3 aos 12 anos, estas precisam de estar fantasiadas. A entrada tem de ser adquirida na bilheteira física e as visitas ocorrem das 10h às 17h.

Além desta campanha, que torna as visitas em família mais económicas, o jardim zoológico preparou diferentes atividades para os mais pequenos. Entre elas, destacam o atelier de máscaras de carnaval, “que prometem dar o toque que faltava à fantasia escolhida”.

O Zoo Santo Inácio abriu em 2020 e, atualmente, serve de casa a cerca de 600 animais de 200 espécies, tendo já favorecido o nascimento de mais de 150 crias integradas nos programas de Preservação EEP.

A niala, antílope que apresenta um dimorfismo sexual acentuado, sendo os machos muito maiores e de cor diferente das fêmeas; o panda vermelho, pequeno mamífero avermelhado que adora andar no cimo das árvores, passando a maior parte do dia a descansar; e a ema, segunda maior ave, depois da avestruz, são algumas das espécies que pode conhecer neste jardim zoológico.

 

16
Nov20

LEGO lança o maior set de sempre: o Coliseu de Roma

Niel Tomodachi

O set é composto por 9.036 peças e além de bater recordes é uma autêntica obra de arte. O único problema é o preço.

1b08a6c068d24a28313d9534e92c82a1-754x394.jpg

Atenção a todos os fãs dos blocos de construção mais conhecidos do mundo: este é o maior set de peças LEGO criado até à data. Vai estar disponível na loja online da marca já a partir de 27 de novembro, e é uma réplica absolutamente incrível e minuciosa do famoso Coliseu de Roma. Só tem um pequeno senão: custa quase 500 euros.

A marca anunciou que os seus fãs vão poder ter em sua casa um pedaço da História e recriar o monumento mais icónico de Roma, com o novo set LEGO Coliseu. Composto por 9.036 peças, este é o maior set de LEGO lançado até à data, suplantando o anterior detentor do titulo, o set LEGO Star Wars Millennium Falcon.

Porém, não é só a dimensão que é impressionante aqui: o conjunto foi também habilmente projetado para recriar a incomparável arquitetura do anfiteatro romano original, tornando-o numa construção e cenário admiráveis.

Nesta recriação autêntica do poderoso Coliseu, encontra dezenas de detalhes realistas para ajudar os construtores a dar vida a este edifício. O épico set apresenta, aliás, uma recriação das três histórias distintas do Coliseu, com cada uma delas adornada com as colunas das ordens Dórica, Jónica e Coríntia. Estas colunas foram fielmente recriadas recorrendo a uma variedade de técnicas de construção criativas, incluindo volutas decorativas que foram criadas utilizando patins LEGO invertidos para criar uma aparência autêntica.

Segundo explica a empresa, cada detalhe do conjunto foi meticulosamente trabalhado para permanecer fiel ao Coliseu real. Isto inclui as 80 divisórias das bancadas, o que corresponde exatamente ao mesmo número do original. Mas há mais: vai encontrar até três tons diferentes de peças para replicar as diferentes colunas e o envelhecimento de um monumento com quase dois mil anos.

Também a experiência de construção foi criada para que cada passo, imagine-se, corresponda ao mesmo processo que o original, com a arena de “madeira” LEGO a ser a última parte a ser colocada no set, tal como foi na década de 1990. 

Por tudo isto, a marca explica que, além de ser uma construção desafiante, este modelo pode ser quase uma peça decorativa quando finalizado, o centro das atenções em qualquer sala. Até porque este Coliseu assenta numa base oval, permitindo uma disposição de 360 graus.

Os construtores podem assim escolher que lado preferem que fique visível, seja o lado sul do edifício, que foi destruído por vários terramotos e desastres naturais ao longo dos anos, ou o lado norte, com a parede mais completa. O conjunto inclui arcos, que foram recriados com detalhes em peças, permitindo uma visão do lado de fora, da sua parte central, assim como o seu original.

Segundo o designer do set, Rok Zgalin Kobe, “um dos maiores desafios e uma das coisas mais importantes foi transmitir a monumentalidade do Coliseu na sua versão LEGO”, explica.

“Achei que o modelo LEGO deveria exibir uma característica arquitetónica especial do original: fileiras de colunas lado a lado com os arcos em estilos diferentes. Para isso, o set foi criado usando um efeito de exagero vertical. O corte transversal é, portanto, muito mais íngreme do que na estrutura real”, conclui.

O set mede mais de 27 centímetros de altura, 52 de largura e 59 centímetros de comprimento. É recomendado para maiores de 18 anos, com o preço de 499,99€.

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Quotes:

“How wonderful it is that nobody need wait a single moment before starting to improve the world.” ― Anne Frank

Pesquisar

Nelson's bookshelf: currently-reading

Alfie - O Gato do Bairro
tagged: currently-reading

goodreads.com

2022 Reading Challenge

2022 Reading Challenge
Nelson has read 0 books toward his goal of 50 books.
hide

Arquivo

    1. 2022
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Afiliado Wook

WOOK - www.wook.pt

Comunidade Bertand

Afiliado Miniso

Read the Printed Word!

Em destaque no SAPO Blogs
pub