Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Little Tomodachi (ともだち)

Little Tomodachi (ともだち)

04
Set20

Esta marca de roupa usa toalhas de mesa para combater a violência doméstica

Niel Tomodachi

O projeto chama-se Soldaderas e todos os lucros revertem para as vítimas no México.

a13adfab8a5e6200a87562777e909752-754x394.jpg

Durante a Revolução Mexicana, que começou em 1910 e se prolongou por uma década, muitas mulheres juntaram-se à luta por uma sociedade justa e tornaram-se cruciais na libertação do México. Chamavam-se Soldaderas e apareceram para quebrar por completo com os códigos de género austeros que dominavam uma sociedade em que as mulheres eram forçadas a levar uma vida doméstica. 

Até hoje, as Soldaderas são recordadas no México como parte da sua história, mas os papéis tradicionais atribuídos aos géneros mantêm-se inalterados. A revolução não trouxe quaisquer mudanças quando se fala de igualdade e os dados mais recentes revelam que a sitiação parece estar a piorar: este ano, o país atingiu um máximo histórico de violência contra as mulheres, segundo dados governamentais.

Apenas em março, foram feitas mais de 26 mil chamadas de emergência para denunciar este tipo de violência. A designer Sabrina Olivera, que cresceu na cidade do México, testemunhou a violência e desigualdade desde miúda e foi por isso mesmo que quis dar uma volta na sua carreira de assistente e focar-se em lançar a sua própria marca independente, cujo principal objetivo é ajudar quem sofreu de violência doméstica no seu País.

soldaderas
As calças são feitas com deadstock.
 

Nascida em 1994, Olivera está agora a viver em Brooklyn, nos Estados Unidos da América, e lançou na semana passada a sua primeira linha de pronto-a-vestir, a que chamou Soldaderas, em honra às mulheres-soldado da revolução. 

A coleção é feita com três estilos de calças com padrões, todas com bolsos na parte inferior da perna, em vez das ancas. Este estilo prático e utilitário, com uma estética militar, permite que os movimentos sejam mais confortáveis e simboliza uma “armadura de proteção” moderna para mulheres que têm de estar “sempre a fugir da violência para protegerem os seus corpos dentro das suas próprias casas”, como descreveu a revista “Vogue” norte-americana esta quinta-feira, 3 de setembro.

As calças são todas produzidas entre Nova Iorque e a Cidade do México, e a designer usa tecidos de deadstock, maioritariamente vindos de panos da cozinha, toalhas de mesa e cortinas encontradas no México, de forma simbólica para derrubar os papéis domésticos tradicionais que são impostos às mulheres mexicanas.

soldaderas
Os bolsos utilitários.
 

A coleção está disponível por pré-encomenda no site de Olivera, com preços que vão dos 168€ aos 210€. Todas as receitas são doadas à Red Nacional de Refugios A.C., uma fundação mexicana que abriga vítimas de violência doméstica.

Olivera explicou à “Vogue” que quer “celebrar o poder feminino” no seu país num período em que a violência de género atingiu um máximo histórico. “Muitas mulheres no México ainda são Soldaderas de certa forma, especialmente aquelas que são oprimidas por pertencerem a uma classe mais baixa, por serem mulheres de cor, ou por viverem nas periferias das cidades principais. Todos os dias são uma luta para elas”. 

A sua esperança é inspirar aqueles que usam as suas roupas a aprender mais sobre a violência contra as mulheres no México e encorajá-los a combatê-la. “Estamos num momento em que tudo está a mudar e muitas pessoas estão a envolver-se mais no ativismo. A moda tem de se adaptar nesse sentido e oferecer aos clientes opções para determinar como vai ser o futuro”.

soldaderas

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Quotes:

“How wonderful it is that nobody need wait a single moment before starting to improve the world.” ― Anne Frank

Pesquisar

Nelson's bookshelf: currently-reading

Alfie - O Gato do Bairro
tagged: currently-reading

goodreads.com

2023 Reading Challenge

2023 Reading Challenge
Nelson has read 11 books toward his goal of 55 books.
hide

Arquivo

    1. 2023
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2022
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Afiliado Wook

WOOK - www.wook.pt

Comunidade Bertand

Afiliado Miniso

Read the Printed Word!

Em destaque no SAPO Blogs
pub