Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Little Tomodachi (ともだち)

Little Tomodachi (ともだち)

20
Jul22

Até setembro. Bibliotecas municipais de Lisboa terão sessões noturnas

Niel Tomodachi

As Bibliotecas de Alcântara, Marvila, Orlando Ribeiro e Palácio Galveias organizam, pela primeira vez, um projeto de programação cultural.

Até setembro. Bibliotecas municipais de Lisboa terão sessões noturnas

partir de 21 de julho, e durante todo o verão, quatro bibliotecas municipais de Lisboa abrem quinta e sexta-feira à noite, sendo possível fruir das suas salas, pátios e jardins, enquanto se assiste a um evento de Slam Poetry, uma sessão de cinema, um concerto, uma conversa, ou participam em jogos narrativos, ateliês e outras atividades em família.

O programa dos Serões das Bibliotecas de Lisboa é diversificado, para todas as idades e tem entrada gratuita, garante um comunicado da Câmara Municipal de Lisboa.

As Bibliotecas de Alcântara, Marvila, Orlando Ribeiro e Palácio Galveias organizam, pela primeira vez, um projeto de programação cultural que irá proporcionar uma oferta variada de ciclos de cinema, concertos, conversas e tertúlias, jogos, leituras de histórias, Slam Poetry, entre outras iniciativas. 

O projeto procura reafirmar o papel das bibliotecas municipais "como espaços de fruição cultural, de lazer e de proximidade entre os diferentes públicos", pode ler-se. 

"Esta primeira edição dos Serões das Bibliotecas de Lisboa conta com a participação de diferentes parceiros que inspirados pela tipologia e espaço de cada uma das bibliotecas pensaram numa oferta cultural de proximidade adequada aos seus públicos e munícipes", revela a nota. 

Até meados de setembro, os serões de verão têm lugar às quintas e sextas-feiras e prometem animar, até às 22h00, as noites quentes de Lisboa.

Veja aqui a programação. 

 

20
Jul22

Feira do Livro testa conceito mais sustentável e em 2023 é na primavera

Niel Tomodachi

A Feira do Livro que Lisboa terá este ano um novo novo conceito, com expositores renovados, mais participantes, e a Ucrânia como país convidado, numa edição que promete ser mais sustentável e pensada para novos leitores, anunciou hoje a organização.

Feira do Livro testa conceito mais sustentável e em 2023 é na primavera

92.ª edição da Feira do Livro de Lisboa, marcada de 25 de agosto e 11 de setembro, foi hoje apresentada como "a maior edição de sempre", com 140 participantes - mais dez do que em 2021 - e 340 pavilhões, sendo esperados mais de meio milhão de visitantes no Parque Eduardo VII.

Pelo terceiro ano consecutivo, a feira do livro volta a acontecer no final do verão, não por causa da pandemia, mas pelo novo conceito do evento, com novos 'stands' e uma reorganização do espaço, que obrigou "a uma esforço de produção logístico extraordinariamente complexo", disse o presidente da Associação Portuguesa de Editores e Livreiros (APEL), Pedro Sobral, aos jornalistas.

Pedro Sobral revelou ainda que, em 2023, "já com o novo conceito testado", a Feira do Livro de Lisboa voltará ao calendário habitual, entre maio e junho.

Sobre a edição deste ano, Pedro Sobral explicou que os editores e livreiros terão novos 'stands' feitos com materiais recicláveis e construídos em módulos, facilitando a montagem e desmontagem.

O objetivo de sustentabilidade passa também pela melhoria nas acessibilidades e na mobilidade, a pensar na experiência dos visitantes no recinto da feira. Este ano, pela primeira vez não haverá restrições em termos de segurança e sanitários como houve nas duas edições anteriores, por causa da pandemia, disse Pedro Sobral.

A par dos 'stands' de editores e livreiros, a feira terá este ano "um programa cultural vastíssimo, com mais apresentações, mais conversas", mais autores portugueses e estrangeiros, e espaço para o "contacto informal" entre escritores e leitores.

Nesta edição, uma das novidades é o destaque que será dado à Ucrânia como país convidado.

O convite partiu da APEL junto da embaixada ucraniana, "para dar espaço a um país em sofrimento".

Pedro Sobral explicou que será disponibilizado um expositor da feira à Ucrânia, para "potenciar a literatura e os autores ucranianos", mas o formato de apresentação e programação ainda não está definido.

O presidente da APEL sublinhou a ideia de "melhorar a experiência dos visitantes" na Feira do Livro de Lisboa, tendo em conta o que verificaram na edição de 2021: "Estamos a ganhar leitores nas camadas mais novas. (...) Notámos mais visitantes e pessoas mais novos, com curiosidade".

Segundo a APEL, a feira do livro contará com "múltiplas zonas de descanso e lazer, esplanadas, instalações sanitárias e zonas/equipamentos de restauração - distribuídos de forma dispersa", pelo Parque Eduardo VII.

 

07
Mai22

Feira do Livro no Parque Eduardo VII entre 25 de agosto e 11 de setembro

Niel Tomodachi

A Feira do Livro de Lisboa vai realizar a sua 92.ª edição entre os dias 25 de agosto e 11 de setembro, no Parque Eduardo VII, anunciou hoje a Associação Portuguesa de Editores e Livreiros (APEL).

Feira do Livro no Parque Eduardo VII entre 25 de agosto e 11 de setembro

"É com entusiasmo que a APEL anuncia a realização da Feira do Livro de Lisboa 2022, para os próximos dias 25 de agosto a 11 de setembro, como sempre, no magnífico Parque Eduardo VII", pode ler-se na 'newsletter' regular da APEL.

No mesmo documento, a associação remete para breve mais informações "acerca da abertura das inscrições e as condições de participação".

Na última edição, a Feira do Livro de Lisboa recebeu 350 mil pessoas, número que "superou bastante as expectativas" da organização, aproximando-se de valores pré-pandemia.

De acordo com a APEL, os 350 mil visitantes de 2021 foram alcançados com um limite de lotação máxima imposto de 5.500 pessoas, o que levantava a possibilidade de este número global poder ser maior, se não houvesse esta limitação.

As datas agora divulgadas significam que a Feira do Livro de Lisboa volta a acontecer em simultâneo com a do Porto, que vai ter lugar entre 26 de agosto e 11 de setembro, nos Jardins do Palácio de Cristal.

 

04
Abr22

Lisboa concorre à Organização do EuroPride 2025

Texto by ESQREVER

Niel Tomodachi

Lisboa Orgulho LGBTI Pride Arco-Íris Rainbow

Depois de uma primeira tentativa de realizar o EuroPride em 2022 em Portugal, a ILGA Portugal e a Variações voltam a apostar numa nova candidatura para realizar o EuroPride 2025 em Lisboa.

Lisboa vai concorrer contra Magdeburgo (Alemanha) para receber o maior evento do Orgulho LGBTI na Europa. O EuroPride é o evento LGBTI+ mais significativo do continente europeu e este ano marca 30 anos desde que o primeiro EuroPride foi realizado, em Londres, em 1992. Este ano, o EuroPride acontece em Belgrado, Sérvia, de 12 a 18 de setembro.

A presidente da European Pride Organisers Association (EPOA) , Kristine Garina, saudou ambas as propostas:

Durante trinta anos, o EuroPride tem sido um farol para a igualdade LGBTI+ em toda a Europa e estou muito feliz que Lisboa e Magdeburg continuem a criar essa história em 2025. Sei que as duas propostas são muito diferentes, mas igualmente impressionantes. Estou ansiosa para aprender mais sobre os seus planos nos próximos meses.

 

Motivação portuguesa

O Diretor Executivo da Variações, Diogo Vieira da Silva, disse:

Desde o fim da ditadura em 1974, e particularmente nas últimas duas décadas, Portugal fez progressos acelerados nos direitos LGBTI num país há muito fechado e de cultura conservadora. Como resultado, em 2019, Portugal ficou em 7º lugar no Mapa Arco-Íris da ILGA Europe.” No entanto, “o estigma, a discriminação, o isolamento e vítimas continuam a ser uma realidade” de muitas pessoas da população LGBTI em Portugal.

“A candidatura ao EuroPride 2025 em Lisboa representa um esforço conjunto” para oferecer às pessoas LGBTI “um caminho para a autodeterminação, autonomia e comunidade em todos os aspectos das suas vidas“. 

Em 2025 celebraremos não apenas o Pride, mas o orgulho das nossas conquistas como um movimento que mudou o cenário para as vidas LGBTI na Europa“. Ao mesmo tempo, o aniversário da democracia em Portugal “convida-nos a olhar para o futuro e ver como podemos expandir a visão do EuroPride além de hoje e além fronteiras“.

As propostas completas para o EuroPride 2025 serão publicadas a 12 de agosto e os membros da EPOA votarão em Turim em outubro próximo.

(S)

04
Abr22

O Principezinho chega a Lisboa com música, alegria e video-mapping

Niel Tomodachi

Está em cena no Teatro Maria Matos, em Lisboa, o musical “O Principezinho”, um espetáculo adaptado da história original de Antoine de Saint-Exupéry. A narrativa é conhecida de todos, desde filhos a avós, e fala de “um rapazinho com cabelos cor de ouro e de um piloto perdido no deserto”. Uma fábula sobre amor, amizade e honestidade.

“É um espetáculo que, apesar de ser para crianças, diz muito a todos, mesmo aos adultos.” Quem o afirma é João Duarte Costa. O encenador e diretor da peça acredita que o espetáculo é para toda a família “porque é leve e cativante para os miúdos, pela parte da música e dos efeitos visuais, e interessante para os adultos, que têm recordações de infância” da narrativa. “A joia do espetáculo”, e também do próprio texto original, “são as várias interpretações possíveis” do que é dito.

O musical já passou por Portugal em 2018, também sob produção da Universal Music Portugal, regressando agora com a promessa deque cada exibição é especial. “O objetivo era manter a peça todos os anos, mas veio a pandemia e alterou os planos.” João Duarte Costa sublinha que há muitos espectadores a assistir pela primeira vez, mas há também quem venha repetir, “pois gostaram tanto do espetáculo que viram há uns anos que quiseram rever”. E a magia não se fica pela história tradicional. A peça é recheada de música, canções alegres, personagens virtuais em 3D e efeitos visuais de video-mapping, numa mistura que promete transportar “o público para o mundo fantástico de ‘O Principezinho’”.

Esta versão musicada é um espetáculo original de dois criadores catalães, conta o encenador, acrescentando que, na altura da criação, a peça foi apoiada pela Associação Exupéry, “que a considera fiel ao original do autor”. Há desenhos de Exupéry em video-mapping e os figurinos correspondem ao original. O musical tem tido lotação esgotada. “Ao contrário do expectável, tem havido uma adesão grande, o público tem voltado ao teatro.”

***

O Principezinho
Até maio. Sábados (11 e 16 horas) e domingos (11 horas).
Bilhetes a partir de 16 euros
Teatro Maria Matos, Lisboa

 

17
Mar22

O musical de Madagáscar chega a Lisboa

Niel Tomodachi

Depois do adiamento por causa da pandemia, chega finalmente a Portugal o musical inspirado num dos mais populares filmes de animação da DreamWorks. “Madagáscar, uma Aventura Musical” acontece no sábado, 19 de março (Dia do Pai), na Altice Arena, no Parque das Nações, em Lisboa.

Esta aventura ao vivo leva-te pela história de um grupo de amigos que escapam da sua casa de sempre no Jardim Zoológico do Central Parque, em Nova Iorque, e se deparam de repente com uma viagem inesperada ao mundo de Madagáscar.

Alex, o leão, Marty, a zebra, Melman, a girafa, Glória, o hipopótamo e os famosos pinguins moraram desde sempre em cativeiro e estavam habituados a viver assim. À exceção de Marty, que quer conhecer o mundo e planeia uma arriscada fuga…

Os bilhetes começam nos 16€ e ainda há à venda online aqui. Quem tinha bilhete para a data de dezembro, entretanto adiada, pode utilizá-lo neste espetáculo.

 

16
Mar22

Monstra: o festival de animação está de volta a Lisboa com 400 filmes

Niel Tomodachi

A programação arranca esta quarta-feira, com projetos de 46 países. O filme nomeado para três Óscares “Flee” está incluído.

Monstra, o icónico festival de cinema de animação de Lisboa, arranca esta quarta-feira, 16 de março, e prolonga-se até dia 27. Ao todo, serão exibidos cerca de 400 filmes, provenientes de 46 países. 

Como sempre, serão exibidos vários tipos de animação, do stop-motion ao digital — e tanto haverá histórias para adultos como para miúdos. A programação divide-se entre o Cinema São Jorge, o Cinema City Alvalade e a Cinemateca Portuguesa.

A sessão de abertura está marcada para as 19h30 desta quarta-feira, no São Jorge. Será exibido de “Belle”, nova longa-metragem do cineasta japonês Mamoru Hosoda, que cruza a tradição do anime com o universo das redes sociais. Outro dos destaques da programação é a estreia de “Flee – A Fuga”, filme que este ano está nomeado para três Óscares.

O programa da Monstra inclui secções competitivas, dez exposições, e esta edição dá um destaque especial ao cinema búlgaro de animação. Pode conhecer os horários e locais todas as sessões e iniciativas no site oficial do festival.

 

05
Mar22

Vai poder fazer gratuitamente o rastreio do cancro da mama em Lisboa

Niel Tomodachi

A Câmara Municipal de Lisboa e Liga Portuguesa Contra o Cancro promovem o despiste grátis da doença até julho.

Viver a experiência de receber o diagnóstico do cancro da mama é algo devastador, não só para o doente oncológico, como para quem o rodeia. Estima-se que em Portugal foram diagnosticados, em 2020, cerca de 7.000 novos casos de cancro da mama e que 1.800 mulheres morreram com esta doença. O diagnóstico precoce é, por isso, fundamental para reduzir as hipóteses de mortalidade.

Com o objetivo de sensibilizar para a importância da deteção precoce desta patologia, o Programa de Rastreio de Cancro da Mama cobre atualmente várias regiões do país e utiliza sobretudo unidades móveis para realizar mamografias a mulheres entre os 50 e 59 anos inscritas nos centros de saúde. O despiste é realizado de dois em dois anos, por convocatória, a mulheres elegíveis.

De 3 março a 13 de julho, uma destas unidades móveis irá fazer rastreios gratuitos junto ao Centro de Saúde de Sete Rios, de segunda a sexta-feira, das 9 horas às 13 horas e das 14 horas às 18 horas.

 

11
Fev22

Portugal recebe grande exposição imersiva sobre Frida Kahlo

Niel Tomodachi

"Frida Kahlo, A Vida de um Ícone” vai poder ser visitada no Porto e em Lisboa, já a partir de março.

Os promotores do Magical Garden estão de volta com uma exposição imersiva que vai poder ser conhecida em breve nas galerias Immersivus do Porto e de Lisboa. “Frida Kahlo, A Vida de um Ícone” vai focar-se na vida e obra da icónica artista mexicana.

Vai ser inaugurada a 10 de março na Immersivus da Alfândega do Porto, e chega a Lisboa a 29 de setembro. A ideia é que os visitantes fiquem a conhecer a vida de Frida Kahlo através de fotografias, imagens de vídeo, instalações artísticas, e, claro, pinturas projetadas.

A visita média, diz a organização, dura cerca de uma hora e 15 minutos. “São experiências de caráter interativo e participativo, de realidade virtual, animações holográficas e videomapping em esculturas. Cada uma destas experiências revela um dos aspetos da vida de Frida Kahlo e, em simultâneo, consagra o contributo para um conhecimento mais generalizado sobre a sua existência enquanto artista-ícone”, pode ler-se no anúncio.

O projeto resulta de uma parceria entre a Fundação Frida Kahlo Corporation, a galeria Ideal Barcelona e o estúdio criativo Layers of Reality. Os bilhetes para o Porto já estão disponíveis e custam entre os 10€ e os 14€.

 

11
Fev22

Anastacia vai dar um concerto este ano em Lisboa

Niel Tomodachi

A cantora americana está a celebrar os 22 anos de carreira. É conhecida por temas como “I’m Outta Love” e “Not That Kind”, entre outros.

A cantora americana Anastacia vai atuar no Campo Pequeno, em Lisboa, a 8 de junho. O anúncio foi feito esta quinta-feira, 10 de fevereiro. A data está integrada na tour “I’m Outta Lockdown”, que celebra os seus 22 anos de carreira — não foi possível festejar o 20.º aniversário desta forma por causa da pandemia.

Entre os temas mais conhecidos da artista encontram-se “Left Outside Alone”, “Stupid Little Things”, “Paid My Dues” e “I’m Outta Love”. A cantora, que se destacou no início dos anos 2000, sempre teve um público forte na Europa.

O último disco de originais, “Evolution”, foi lançado em 2017. É o sucessor de projetos como “Not That Kind”, “Freak of Nature”, “Anastacia”, “Heavy Rotation”, “It’s a Man’s World” e “Resurrection”. 

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Quotes:

“How wonderful it is that nobody need wait a single moment before starting to improve the world.” ― Anne Frank

Pesquisar

Nelson's bookshelf: currently-reading

Alfie - O Gato do Bairro
tagged: currently-reading

goodreads.com

2022 Reading Challenge

2022 Reading Challenge
Nelson has read 0 books toward his goal of 50 books.
hide

Arquivo

    1. 2022
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Afiliado Wook

WOOK - www.wook.pt

Comunidade Bertand

Afiliado Miniso

Read the Printed Word!

Em destaque no SAPO Blogs
pub