Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Little Tomodachi (ともだち)

Little Tomodachi (ともだち)

21
Jan22

Cineastas querem reinventar Harry Potter com elenco transgénero, não binário e multirracial

Niel Tomodachi

Para esta nova versão da saga é mesmo pedido que o ator seja "não branco". Harry vai deixar de ser o protagonista. J.K. Rowling ainda não terá dado autorização.

Daniel Radcliffe, Rupert Grint e Emma Watson – que deram vida a Harry Potter, Ron Weasley e Hermione Granger, respetivamente, na saga Harry Potter

Criaturas de várias formas e cores marcam presença no mundo mágico de Harry Potter, porém a ausência de diferentes identidades de género, etnias ou orientações sexuais é notório. Com este pretexto, cineastas nos Estados Unidos querem reinventar os filmes de Harry Potter. Todos os géneros podem fazer o casting, contudo para alguns papéis é obrigatório ser, entre outros, “não branco”, como para interpretar Sirius Black.

O propósito é refletir a diversidade que há dentro da comunidade de fãs nas personagens que eles tanto amam, introduzindo pessoas de cor, histórias queer e personagens com diferentes religiões”, sublinhou a responsável pelo projeto e estrela de TikTok Megan Mckelli, ao Daily Mail.

A decisão surge entre as acusações de transfobia que envolvem J.K. Rowling, que esteve na mira dos críticos quando disse que as mulheres são “pessoas que menstruam”. Os produtores poderão enfrentar uma luta judicial com a escritora, que possui os direitos de autor dos filmes, já que ainda não é claro que ela tenha aceitado os planos.

O guião traz algumas novidades. Harry não será o protagonista; a mãe Lily Evans deverá ser “uma mulher trans ou não binária”; o papel do pai, James Potter, deverá ser entregue a um ator não caucasiano: “asiático, negro, afrodescendente, com ambiguidade étnica, multirracial, latino, hispânico, do Médio Oriente, do sul asiático, indiano ou ilhas do Pacifico”, especifica o jornal; enquanto que para Remus Lupin, por exemplo, não é pedida nenhuma caraterística específica.

Os cineastas pretendem que esta nova versão dos filmes, a ser transmitida como websérie, comece a ser gravada no início do verão deste ano. Porém, não se sabe quando será exibida.

Agora, enquanto esperam uma resposta de Rowling, os cineastas têm já em campo uma agente, Hannah Schill, para os ajudar a recrutar um elenco à medida.

 

20
Jan22

"Deixa-me ser" de Filipe V. Branco

Niel Tomodachi

32205363.jpg

Sobre o Livro:

Aos 20 anos cheguei a casa e rebentei com as portas do armário, assumindo-me como homossexual à minha família. O meu pai não aceitou o que eu era.
Dois meses depois decidi que queria morrer. Mas nem a morte me quis ao seu lado. Sobrevivi. Para reescrever a minha história. E não parece, mas esta terminou bem.
"Deixa-me ser" é o livro biográfico que relata a parte fulcral da minha vida que me definiu para sempre. Do preconceito ao suicídio, da violência ao afecto, do ódio à aceitação. Este é o conto de como a homofobia pode matar e de como numa longa noite escura o amor derrotou todos os medos.

 

Sobre o Autor:

Nasceu em Torres Novas no ano de 1986. Desde que aprendeu a escrever, sempre gostou de brincar com as palavras. Chegava a casa e criava continuações das estórias que tinha lido na escola primária. Nunca parou de explorar a sua criatividade. Seguiu para a área de Humanidades, tornando-se um apaixonado por História. Colaborou regularmente com jornais locais e escreveu peças de teatro para uma associação cultural. Estudou depois Ciências da Comunicação, onde teve aulas de Guionismo. Fez duas formações em Escrita Criativa, pois teve um sonho: ser escritor. O sonho realizou-se.

 

IMG_4404 2000px.jpg

Um excerto do livro:

“A discoteca estava cheia, a música electrificante e os nossos corpos levados pelo álcool, quando ele decidiu beijar-me à frente de todas as pessoas à nossa volta, incluíndo outros amigos seus. Fê-lo sem qualquer aviso prévio de que de um momento para o outro a nossa relação passaria a ser pública para todos os que não suspeitariam sequer da sua orientação sexual. Mais do que isso, aquele beijo teve um significado muito mais forte ao ter sido dado num local não lgbt. Por muito preconceituoso que afirmar isto possa parecer, é inegável o peso positivamente desafiador que te dá um arriscar destes.

Inicialmente parecia uma daquelas cenas de um videoclip, em que o tempo abrandou e tudo aconteceu mais devagar, fazendo-me sentir todas as cores das luzes que piscavam a iluminar o acontecimento, aumentando o gozo de ter os seus lábios suavamente encostados aos meus, potenciando o calor do seu corpo fundindo-se em mim. Era um instante raro e digno de ser filmado para a eternidade... até que um rapaz, que ia passar, parou ao nosso lado e gritou: “Paneleiros de merda!”.

Rosnou assim o seu ódio, como se fôssemos algum empecilho à sua passagem, quebrando de imediato aquela sensação de que estava a viver num mundo perfeito. Por breves momentos a tensão elevou-se, aqueles olhos de repulsa brilharam vermelhos, caíndo sobre nós, julgando-nos inferiores. Em mim cresceu só a ira por sentir toda a injustiça das fobias do mundo. Mas o agressor homofóbico decidiu avançar, deixando-nos para trás envoltos na sua aversão. Tentanto não dar demasiado valor, brinquei com a situação, afastando-me contra a parede e dizendo por entre o som estridente: «Não estamos no Trumps!». E tão depresa quanto disse essas palavras, tão fulminante como as nossas gargalhadas conjuntas, senti que tudo estava a escapar-me: o equilíbrio, o chão, o meu corpo. A noite tinha começado com muitos excessos. Os amigos dele tinham-nos oferecido uma droga qualquer, que tinha aceite sem questionar, só porque era leve.

Mas um peso bem pesado foi o que senti quando acordámos no banco de trás do carro, os dois completamente apagados, apenas despertados por um Sol que já brilhava bem forte. Do lado de fora da viatura estava um homem a olhar-nos com um ar muito curioso, que não me admirou nada. Por instinto, só consegui colocar uma mão sobre os olhos, para tapar a luz e a minha pouca vergonha. E ainda ri, sozinho, por achar perfeitamente normal que aquilo fôssemos nós: um rasto de destruição a caminho da séria violência. E esta estava quase, quase a chegar. E eu nada, nada preparado.

Mas foi mesmo por isso que no dia seguinte me deixei comover no banco de trás do mesmo carro quando relatei aquele incidente à amiga a quem chamava irmã e ela nos disse assim com a sua maneira única de tocar o coração de alguém:

"Vocês têm todo o direito de serem felizes e ninguém devia julgar um rapaz por amar outro rapaz."

 

 

Deixo o link para o livro aqui

 

Post em Parceria com o autor Filipe V. Branco. Segue também o seu blog aqui.

 

17
Jan22

“Rapaz Conhece Rapaz”: há um novo livro LGBT no Plano Nacional de Leitura

Niel Tomodachi

Os dois primeiros volumes da saga “Heartstopper” passaram a ser oficialmente recomendados aos jovens portugueses.

Há uma nova história de amor entre dois adolescentes do mesmo género a integrar o Plano Nacional de Leitura (PNL) em Portugal. Os dois primeiros volumes da saga de novelas gráficas “Heartstopper”, da autoria de Alice Oseman, são agora oficialmente recomendados aos jovens portugueses. O PNL já recomendava também, desde 2015, “A Vila das Cores”, de Bruno Magina.

“Rapaz Conhece Rapaz” e “O Nosso Segredo” são os títulos dos livros, que em Portugal são editados pela Cultura Editora. Ao jornal “Público”, a especialista Andreia Brites, responsável pela escolha destas histórias para o PNL, explica a relevância da narrativa.

“O tópico é caro a todos os adolescentes: é uma história de amor que nos projeta para a realidade normal da escola em que alguém conhece alguém” e não sabe se será correspondido, diz. Claro que o facto de ser uma história de amor entre dois rapazes suscitou mais interesse e atenção aquando do anúncio, em dezembro.

“Preferia não ter de dizê-lo, era sinal que era indiferente – mas a verdade é que ainda não é. E ainda não é indiferente naquilo que são catálogos oficiais, e ainda não é indiferente naquilo que é o nosso discurso mais institucional”, explica Andreia Brites à mesma publicação.

O primeiro volume, “Rapaz Conhece Rapaz”, está à venda por 15,95€. O segundo, “O Nosso Segredo”, está disponível por 16,50€. No total há quatro volumes, mas só estes estão publicados em Portugal. A história vai ser adaptada pela Netflix — a série estreia algures durante o ano de 2022.

Atualização: o artigo foi corrigido com o acrescento de que já tinha sido integrado “A Vila das Cores” — fazendo com que os volumes de “Heartstopper” não fossem os primeiros do género no PNL.

 

04
Jan22

"Dislike" de Diogo Simões

Niel Tomodachi

420-capa.jpg

Sobre o Livro:

A rotina do Miguel poderia ser a de um qualquer outro adolescente. Chegar a casa, abrir o computador, desbloquear o telemóvel e conectar-se às redes sociais. Os”gostos” poderiam crescer e as interações transcender o desejo de qualquer um, mas não para o Miguel. Não para alguém que se refugia da sua realidade numa obsessão pela vida perfeita de um seu colega de turma, o André.

O que Miguel não sabe é que, na vida do André, os “gostos” não correspondem inteiramente à sua realidade, e de que, na sua vida, há mais”dislikes” do que seria de esperar para um jovem da sua idade.

Quando as personagens voltam a interagir num mundo pós-pandemia, onde o que tanto procuraram recalcar e esconder ressurge, o Miguel não só cai de paraquedas na vida do André, como se vê diante dos seus próprios medos… onde a morte e solidão podem surgir.

 

Sobre o Autor:

Diogo Simões nasceu e cresceu em Leiria onde reside com os seus pais e irmão.
Descobriu os livros aos dez anos e, desde então, maravilha-se com o poder das histórias.
Sendo a vida uma aventura, passa os seus dias ora a descobrir a cidade do Porto, que o acolheu na sua vida académica, onde termina o seu Mestrado em Intervenção com Crianças e Jovens em Risco, ora submerso em histórias sem fim...
Em tudo procura inspiração para escrever, tendo publicado em 2014 o romance O Bater do Coração, e em 2017 termina a publicação da sua serie P.S.: Ficas Comigo?, na plataforma literária Wattpad.
Ainda assim a sua inspiração não lhe permitiu parar, levando-o mais além numa nova história, toda ela envolta em problemas sociais com os quais se depara diariamente.

 

«Mais que um livro, uma história especial que muito bem poderia ser real.»
Soraia Couto, Books by Sol

 

03
Dez21

"Dislike" de Diogo Simões

Niel Tomodachi

-EM PRÉ-VENDA – ENTREGAS A PARTIR DE 15 DE DEZEMBRO.

:::::

Quando o Miguel conhece o André, a sua ideia de felicidade é baseada no que vê nas suas redes sociais. Mas será que o que se vê online corresponde à realidade?

420-capa.jpg

Sobre o Livro:

A rotina do Miguel poderia ser a de um qualquer outro adolescente. Chegar a casa, abrir o computador, desbloquear o telemóvel e conectar-se às redes sociais. Os”gostos” poderiam crescer e as interações transcender o desejo de qualquer um, mas não para o Miguel. Não para alguém que se refugia da sua realidade numa obsessão pela vida perfeita de um seu colega de turma, o André.

O que Miguel não sabe é que, na vida do André, os “gostos” não correspondem inteiramente à sua realidade, e de que, na sua vida, há mais”dislikes” do que seria de esperar para um jovem da sua idade.

Quando as personagens voltam a interagir num mundo pós-pandemia, onde o que tanto procuraram recalcar e esconder ressurge, o Miguel não só cai de paraquedas na vida do André, como se vê diante dos seus próprios medos… onde a morte e solidão podem surgir.

 

Sobre o Autor:

Diogo Simões nasceu e cresceu em Leiria, tendo-se licenciado em Serviço Social. Procurando mergulhar nas questões sociais do seu país, mudou-se, em 2017, para o Porto, onde concluiu o Mestrado em Intervenção com Crianças e Jovens em Risco. Aliando a experiência que o meio profissional agora lhe dá, procura ativamente com a sua escrita uma forma de intervenção reflexiva sobre a sociedade portuguesa. A sua inspiração não lhe permitiu parar, levando-o mais além numa nova história, marcada pela vida e experiência profissional.

 

Compre aqui o seu!!!

 

25
Nov21

O Pai Natal tem namorado: como os serviços postais noruegueses reinventaram a clássica história

Texto by esqrever

Niel Tomodachi

O anúncio de Natal do serviço postal norueguês Posten apresenta o desenrolar de uma relação entre o Pai Natal e Harry que, acidentalmente, descobre o Pai Natal em sua casa na véspera festiva. Ambos fecham os olhos num momento de cumplicidade, mas antes de poderem falar um com o outro, o Pai Natal desaparece pela chaminé para continuar sua missão de entrega de presentes.

A partir de então, Harry antecipa o retorno do Pai Natal todos os anos. Quando acorda numa véspera de Natal encontra o Pai Natal observando-o a dormir. Ao longo dos anos existe uma maior proximidade, com a promessa de que voltará no ano seguinte.

Finalmente, cansado das suas longas separações, Harry escreve ao Pai Natal uma carta onde confessa o seu amor: “Tudo o que eu quero para o Natal és tu.” Naquele ano, o Pai Natal providencia ajuda extra para a entrega dos presentes para que possa ficar com Harry.

O anúncio foi elogiado como ‘bonito’, ‘poderoso’ e ‘progressista’.

Intitulada When Harry Met Santa (Quando Harry conheceu o Pai Natal), a história de amor marca o 50º aniversário desde que a homossexualidade foi descriminalizada na Noruega. Monica Solberg, diretora de marketing, disse que a “Posten é um local de trabalho inclusivo com grande diversidade” e que gostaria de celebrar o 50º aniversário “com esta bela história de amor.”

Vale a pena ver abaixo o anúncio com legendas em Inglês:

When Harry Met Santa; Agência: POL.

27
Out21

"Sou jogador de futebol e tenho orgulho em ser gay". Futebolista revela ser homossexual e lamenta secretismo na modalidade

Niel Tomodachi

Josh Cavallo é o primeiro futebolista profissional a assumir  homossexualidade

O futebolista australiano Josh Cavallo, do Adelaide United, assumiu ser homossexual, explicando que tentou esconder o facto para encaixar no estereótipo do profissional de futebol, por recear um impacto negativo.

"Sempre senti que me devia esconder, tinha vergonha. Vergonha de não poder fazer o que gosto por ser gay. Esconder quem sou para perseguir um sonho. Sempre quis jogar futebol e ser tratado de igual, e isso não parecia ser possível", disse o jogador.

Cavallo, de 21 anos, revelou que se debateu durante muito tempo com a necessidade de esconder, perante a ideia que "ser gay e jogar futebol" não eram caminhos que se tivessem cruzado anteriormente. "É impressionante saber que não há futebolistas no ativo que se tenham assumido, quer na Austrália, como no mundo. Espero que isto mude no futuro", acrescentou o jogador, sabendo que existem jogadores que "vivem no silêncio".

A revelação de Cavallo proporcionou inúmeras manifestações de apoio, desde companheiros de equipa, ao próprio clube, mas também fora da Austrália. "Olá, Joshua Cavallo, não tenho o prazer de te conhecer pessoalmente, mas quero agradecer o passo que deste. O mundo do futebol está muito atrasado e tu ajudas-nos a andar para a frente", escreveu o internacional espanhol Gerard Piqué.

Também Antoine Griezmann, campeão do mundo e avançado do Atlético de Madrid, disse ao médio australiano estar "orgulhoso" dele, bem como Javi Lopez, espanhol que joga no Adelaide United e que foi jogador do Espanyol.

A solidariedade veio também do basquetebolista Pau Gasol, com o ex-jogador, que se retirou a algumas semanas, a lembrar que o assumir de Cavallo não deveria em 2021 ser notícia, mas que é preciso agradecer-lhe por este passo. "Toda a felicidade a partir dos Países Baixos", assinalou também o clube holandês Go Ahead Eagles, numa mensagem dirigida ao médio australiano.

 

18
Out21

Queer Spooky Books!!! (Part.2)

Niel Tomodachi

Queer-Horror-Novels.jpg

1."Summer Sons" Lee Mandelo

81ZVn2FSxFL.jpg

Andrew and Eddie did everything together, best friends bonded more deeply than brothers, until Eddie left Andrew behind to start his graduate program at Vanderbilt. Six months later, only days before Andrew was to join him in Nashville, Eddie dies of an apparent suicide. He leaves Andrew a horrible inheritance: a roommate he doesn’t know, friends he never asked for, and a gruesome phantom with bleeding wrists that mutters of revenge.

As Andrew searches for the truth of Eddie’s death, he uncovers the lies and secrets left behind by the person he trusted most, discovering a family history soaked in blood and death. Whirling between the backstabbing academic world where Eddie spent his days and the circle of hot boys, fast cars, and hard drugs that ruled Eddie’s nights, the walls Andrew has built against the world begin to crumble, letting in the phantom that hungers for him.

 

2."Yellow Jessamine" Caitlin Starling

50261993.jpg

Powerful shipping magnate Evelyn Perdanu lives a tight, contained life, holding herself at a distance from all who would get close to her. Her family is dead, her country is dying, and when something foul comes to the city of Delphinium, the brittle, perilous existence she's built for herself is strained to breaking.

When one of her ships arrives in dock, she counts herself lucky that it made it through the military blockades slowly strangling her city. But one by one, the crew fall ill with a mysterious sickness: an intense light in their eyes and obsessive behavior, followed by a catatonic stupor. Even as Evelyn works to exonerate her company of bringing plague into her besieged capital city, more and more cases develop, and the afflicted all share one singular obsession: her.

Panicked and paranoid, she retreats to her estate, which rests on a foundation of secrets: the deaths of her family, the poisons and cures that hasten the dissolution of the remaining upper classes, and a rebel soldier, incapacitated and held hostage in a desperate bid for information. But the afflicted are closing in on her, and bringing the attention of the law with them. Evelyn must unearth her connection to the spreading illness, and fast, before it takes root inside her home and destroys all that she has built.

 

3."A Touch of Ruckus" Ash Van Otterloo

55977909.jpg

A chilling and heartfelt ghost story that's perfect for fans of Cassie Beasley and Natalie Lloyd.

TENNESSEE LANCASTER HAS A HIDDEN GIFT.

She can pry into folks' memories with just a touch of their belongings. It's something she's always kept hidden -- especially from her big, chaotic family. Their lives are already chock-full of worries about her dad's job and Mom's blues without Tennie rocking the boat.

But when the Lancasters move to the mountains for a fresh start, Tennie's gift does something new. Instead of just memories, her touch releases a ghost with a terrifying message: Trouble is coming. Tennie wants to ignore it. Except her new friend Fox -- scratch that, her only friend, Fox -- is desperate to go ghost hunting deep in the forest. And when Tennie frees even more of the spirits, trouble is exactly what she gets... and it hits close to home. The ghosts will be heard, and now Tennie must choose between keeping secrets or naming an ugly truth that could tear her family apart.

Magic and mayhem abound in this spooky story about family legacies, first friendships, and how facing the ghosts inside can sometimes mean stirring up a little bit of ruckus.

 

4."The Year of the Witching" Alexis Henderson

91+SxgeMzZL.jpg

A young woman living in a rigid, puritanical society discovers dark powers within herself in this stunning, feminist fantasy debut.

In the lands of Bethel, where the Prophet’s word is law, Immanuelle Moore’s very existence is blasphemy. Her mother’s union with an outsider of a different race cast her once-proud family into disgrace, so Immanuelle does her best to worship the Father, follow Holy Protocol, and lead a life of submission, devotion, and absolute conformity, like all the other women in the settlement.

But a mishap lures her into the forbidden Darkwood surrounding Bethel, where the first prophet once chased and killed four powerful witches. Their spirits are still lurking there, and they bestow a gift on Immanuelle: the journal of her dead mother, who Immanuelle is shocked to learn once sought sanctuary in the wood.

Fascinated by the secrets in the diary, Immanuelle finds herself struggling to understand how her mother could have consorted with the witches. But when she begins to learn grim truths about the Church and its history, she realizes the true threat to Bethel is its own darkness. And she starts to understand that if Bethel is to change, it must begin with her.

 

 

18
Out21

Queer Spooky Books!!! (Part.1)

Niel Tomodachi

nathan-wright-igpwuxZofgo-unsplash-scaled.jpg

1."The Witch Boy" de Molly Ostertag

51J3fGrvFKL.jpg

In thirteen-year-old Aster's family, all the girls are raised to be witches, while boys grow up to be shapeshifters. Anyone who dares cross those lines is exiled. Unfortunately for Aster, he still hasn't shifted . . . and he's still fascinated by witchery, no matter how forbidden it might be.

When a mysterious danger threatens the other boys, Aster knows he can help -- as a witch. It will take the encouragement of a new friend, the non-magical and non-conforming Charlie, to convince Aster to try practicing his skills. And it will require even more courage to save his family . . . and be truly himself.

 

2."A Dowry of Blood" S.T. Gibson

a-dowry-of-blood.jpg

A lyrical and dreamy reimagining of Dracula’s brides, A DOWRY OF BLOOD is a story of desire, obsession, and emancipation.

Saved from the brink of death by a mysterious stranger, Constanta is transformed from a medieval peasant into a bride fit for an undying king. But when Dracula draws a cunning aristocrat and a starving artist into his web of passion and deceit, Constanta realizes that her beloved is capable of terrible things. Finding comfort in the arms of her rival consorts, she begins to unravel their husband’s dark secrets.

With the lives of everyone she loves on the line, Constanta will have to choose between her own freedom and her love for her husband. But bonds forged by blood can only be broken by death.

 

3."The Lamb Will Slaughter the Lion" Margaret Killjoy

51XVFm3CiFL.jpg

Danielle Cain is a queer punk rock traveller, jaded from a decade on the road. Searching for clues about her best friend’s mysterious and sudden suicide, she ventures to the squatter, utopian town of Freedom, Iowa. All is not well in Freedom, however: things went awry after the town’s residents summoned a protector spirit to serve as their judge and executioner.

Danielle shows up in time to witness the spirit—a blood-red, three-antlered deer—begin to turn on its summoners. Danielle and her new friends have to act fast if they’re going to save the town—or get out alive.

 

4."Cemetery Boys" Aiden Thomas

41bxR7Ot6aL._SX342_SY445_QL70_ML2_.jpg

Yadriel has summoned a ghost, and now he can’t get rid of him.

When his traditional Latinx family has problems accepting his gender, Yadriel becomes determined to prove himself a real brujo. With the help of his cousin and best friend Maritza, he performs the ritual himself, and then sets out to find the ghost of his murdered cousin and set it free.

However, the ghost he summons is actually Julian Diaz, the school’s resident bad boy, and Julian is not about to go quietly into death. He’s determined to find out what happened and tie up some loose ends before he leaves. Left with no choice, Yadriel agrees to help Julian, so that they can both get what they want. But the longer Yadriel spends with Julian, the less he wants to let him leave.

 

5."The Taking of Jake Livingston" Ryan Douglass

39085455.jpg

Get Out meets Danielle Vega in this YA horror where survival is not a guarantee.

Jake Livingston is one of the only Black kids at St. Clair Prep, one of the others being his infinitely more popular older brother. It’s hard enough fitting in but to make matters worse and definitely more complicated, Jake can see the dead. In fact he sees the dead around him all the time. Most are harmless. Stuck in their death loops as they relive their deaths over and over again, they don’t interact often with people. But then Jake meets Sawyer. A troubled teen who shot and killed six kids at a local high school last year before taking his own life. Now a powerful, vengeful ghost, he has plans for his afterlife–plans that include Jake. Suddenly, everything Jake knows about ghosts and the rules to life itself go out the window as Sawyer begins haunting him and bodies turn up in his neighborhood. High school soon becomes a survival game–one Jake is not sure he’s going to win.

 

6."Mooncakes" Suzanne Walker, Wendy Xu, Joamette Gil

44774415._UY1807_SS1807_.jpg

A story of love and demons, family and witchcraft.

Nova Huang knows more about magic than your average teen witch. She works at her grandmothers' bookshop, where she helps them loan out spell books and investigate any supernatural occurrences in their New England town.

One fateful night, she follows reports of a white wolf into the woods, and she comes across the unexpected: her childhood crush, Tam Lang, battling a horse demon in the woods. As a werewolf, Tam has been wandering from place to place for years, unable to call any town home.

Pursued by dark forces eager to claim the magic of wolves and out of options, Tam turns to Nova for help. Their latent feelings are rekindled against the backdrop of witchcraft, untested magic, occult rituals, and family ties both new and old in this enchanting tale of self-discovery.

 

7."Séance Tea Party" Reimena Yee

Seance tea party - YEE, REIMENA - Compra Livros na Fnac.pt

After watching her circle of friends seemingly fade away, Lora is determined to still have fun on her own, so when a tea party leads Lora to discovering Alexa, the ghost that haunts her house, they soon become best friends.

 

8."The Dead and the Dark" Courtney Gould

transferir (1).jpg

Courtney Gould’s thrilling debut The Dead and the Dark is about the things that lurk in dark corners, the parts of you that can’t remain hidden, and about finding home in places―and people―you didn’t expect.

The Dark has been waiting for far too long, and it won't stay hidden any longer.

Something is wrong in Snakebite, Oregon. Teenagers are disappearing, some turning up dead, the weather isn’t normal, and all fingers seem to point to TV’s most popular ghost hunters who have just returned to town. Logan Ortiz-Woodley, daughter of TV's ParaSpectors, has never been to Snakebite before, but the moment she and her dads arrive, she starts to get the feeling that there's more secrets buried here than they originally let on.

Ashley Barton’s boyfriend was the first teen to go missing, and she’s felt his presence ever since. But now that the Ortiz-Woodleys are in town, his ghost is following her and the only person Ashley can trust is the mysterious Logan. When Ashley and Logan team up to figure out who—or what—is haunting Snakebite, their investigation reveals truths about the town, their families, and themselves that neither of them are ready for. As the danger intensifies, they realize that their growing feelings for each other could be a light in the darkness.

 

9."Artie and the Wolf Moon" Olivia Stephens

91mXmqZIydL.jpg

After sneaking out against her mother's wishes, Artie Irvin spots a massive wolf--then watches it don a bathrobe and transform into her mom. Thrilled to discover she comes from a line of werewolves, Artie asks her mom to share everything--including the story of Artie's late father. Her mom reluctantly agrees. And to help Artie figure out her own wolflike abilities, her mom recruits some old family friends.

Artie thrives in her new community and even develops a crush on her new friend Maya. But as she learns the history of werewolves and her own parents' past, she'll find that wolves aren't the scariest thing in the woods--vampires are.

 

10."Things Have Gotten Worse Since We Last Spoke" Eric LaRocca

71+5yKV6QqS.jpg

Sadomasochism. Obsession. Death.

A whirlpool of darkness churns at the heart of a macabre ballet between two lonely young women in an internet chat room in the early 2000s—a darkness that threatens to forever transform them once they finally succumb to their most horrific desires.

What have you done today to deserve your eyes?

 

11
Ago21

"Maurice" de E. M. Forster

Niel Tomodachi

“És a única pessoa bela que vi na vida. Adoro a tua voz e tudo o que tem a ver contigo, até as tuas roupas ou a divisão onde estás sentado. Adoro-te.”

1507-1.jpg

Sobre o Livro:

Da adolescência aos anos da universidade, em Cambridge, e à vida profissional na firma do seu pai, Maurice Hall representa o papel do homem inglês convencional. Mas por baixo da fachada de conformidade, Maurice sonha poder libertar-se das amarras da sociedade e assumir a sua verdadeira identidade.

O primeiro amor de Maurice, Clive Durham, apresenta-o aos gregos antigos e à beleza da atração pelo mesmo sexo. Para Clive, a relação entre os dois é uma forma elevada do amor, uma relação puramente platónica, sem espaço para intimidade física.

Quando Clive casa com uma mulher, Maurice fica devastado. Incapaz de seguir o mesmo percurso, procura um hipnotista que o possa curar da homossexualidade. Neste confronto entre solidão, vergonha e busca pela felicidade, Maurice acaba por se revoltar contra as regras tácitas da sociedade em que vive.

 

Sobre o Autor:

E. M. Forster (1879-1970) é sobretudo reconhecido e admirado por obras como Um Quarto com Vista (1908), Howards End (1910) e Passagem para a Índia (1924), e pela controversa publicação póstuma de Maurice (1971), romance que desvenda e exalta o amor homossexual. Da adolescência no Surrey aos estudos no King’s College e à sua ligação ao Grupo de Bloomsbury, cedo se norteou pela crença na plena realização e na liberdade do homem, capaz de desarmar as hipocrisias do puritanismo e da sociedade britânica da época. Pacifista e objetor de consciência na Primeira Guerra Mundial, fez serviço cívico na Cruz Vermelha e visitou o Egipto, tendo travado amizade com o poeta Konstandinos Kavafis em Alexandria. Foi membro da Union of Ethical Societies e famoso pelas suas intervenções na rádio em defesa de reformas sociais e da liberdade de expressão.

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Quotes:

“How wonderful it is that nobody need wait a single moment before starting to improve the world.” ― Anne Frank

Pesquisar

Nelson's bookshelf: currently-reading

Alfie - O Gato do Bairro
tagged: currently-reading

goodreads.com

2022 Reading Challenge

2022 Reading Challenge
Nelson has read 0 books toward his goal of 50 books.
hide

Arquivo

    1. 2022
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Afiliado Wook

WOOK - www.wook.pt

Comunidade Bertand

Afiliado Miniso

Read the Printed Word!

Em destaque no SAPO Blogs
pub