Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Little Tomodachi (ともだち)

Little Tomodachi (ともだち)

19
Nov22

A caminhada que o vai levar a descobrir os bosques e as paisagens encantadas do Gerês

Niel Tomodachi

O local é idílico em qualquer estação do ano, mas no inverno ganha outra beleza. E tem outro aspeto positivo: queima calorias.

O Gerês é mágico em qualquer altura do ano. Se não acredita, pode marcar já na agenda um fim-de-semana prolongado em dezembro. A Green Trekker organizou uma atividade de quatro dias na região para poder descobrir com calma todos os locais encantados do parque natural. Desta forma pode também começar já a perder calorias e preparar-se para os jantares de Natal que, certamente, se acumularão depois desta data.

No norte do País, é um dos melhores destinos para descobrir, aproveitar a natureza, esquecer o trabalho e desligar. E há muito para ver e fazer na região — desde a comida deliciosa aos vinhos, trilhos e percursos, termas, reservas naturais e locais históricos. A região é conhecida pelas cascatas e lagoas naturais de águas frescas e natureza envolvente. Mas para lá chegar precisa muitas vezes de se aventurar por longas caminhadas, em trilhos já assinalados.

O local é idílico em qualquer estação do ano, mas no inverno ganha outra beleza. As paisagens pintadas de branco da serra tornam qualquer atividade mais atraente. Mas uma simples caminhada sabe a pouco. Por isso, se sempre quis conhecer a maior zona verde do País, esta iniciativa de quatro dias pode ser uma ótima opção.

A atividade organizada pela Green Treker começa num dos locais mais populares da região, a Pedra Bela. Daí continuarão o percurso percorrendo bosques e prados que os conduzirão até ao Rio Arado e à sua imponente cascata. Depois, nos restantes dias, irão desbravar outos vales e florestas, como o Prado do Tirolirão, ou o Prado Amarelo. Os trilhos têm aproxidamente 13 quilómetros cada.

Quem se quiser inscrever poderá fazê-lo através do site da organização e tem o custo de 290€. O preço inclui três noites no Adelaide Hotel, com pequeno almoço, o jantar de sábado, dia 10, três caminhadas, um guia, seguro de acidentes pessoais e seguro de responsabilidade civil. A organização pede apenas que os participantes levem botas de montanha, roupa apropriada às condições atmosféricas e farnel.

 

07
Mar22

Prepare as sapatilhas: o festival de caminhadas está de volta ao Gerês

Niel Tomodachi

Os participantes poderão passear pela região enquanto um guia local mostra os melhores spots.

O Gerês não é, de todo, um tesouro escondido de Portugal. Toda as pessoas que por lá passaram (e foram muitas) ficaram rendidas à beleza natural da zona — beleza essa que permanece mesmo após dezenas de visitas. Uma das melhores maneiras de passear pelo Gerês é acompanhado por um grupo de amigos e um guia que lhe mostra os recantos mais bonitos que ali existem — com sorte, pode sempre descobrir algo que nunca tenha visto antes. Pois bem, no festival de caminhadas no Gerês, tal é possível.

A nona edição do evento decorrerá a 26 e 27 de março, e os participantes terão a oportunidade de caminhar pela “envolvente da aldeia de Santa Isabel do Monte, cujo património natural e paisagístico é de inegável valor”, explica a organização. Garantem que os guias que o acompanharão são “profissionais profundamente conhecedores do território.”

Cada um dos dias terá três caminhadas diferentes, com vários graus de dificuldades, tornando-se numa boa proposta de fim de semana para quem deseja ser desafiado, ou apenas para aqueles que quiserem estar num contacto próximo com a natureza. 

O dia terminará de uma maneira ainda mais especial, graças ao “convívio entre todos os participantes com a oferta do típico Caldo no Pote e de malga alusiva ao evento.”

As inscrições podem ser feitas até às 12 horas de 22 de março. O custo de participação custa 10€ para um dia, ou 15€ para os dois. No entanto, quem pernoitar num dos estabelecimentos parceiros da iniciativa tem entrada gratuita. Pode encontrar todos os hotéis aderentes no site do festival.

01
Fev22

Este é o ano ideal para descobrir o Gerês a pé — tem 120 caminhadas por onde escolher

Niel Tomodachi

Conheça o parque nacional com guias especializados através dos vários passeios, diurnos e noturnos, planeados para 2022

Não importa quantas vezes visite o Gerês, há sempre algo novo para descobrir entre as paisagens esverdeadas e rochosas que compõem o único parque nacional do País. Até dezembro, pode explorá-lo de uma forma diferente na companhia de guias especializados, que o levam em caminhadas que passam pelas suas aldeias, bosques e cascatas. Ao todo, tem 126 passeios ao seu dispor, ideais para lavar as vistas enquanto se exercita e desfruta do ar puro da região.

A associação Gerês Viver Turismo é a responsável por este programa anual, que conta com o apoio da Câmara Municipal de Terras de Bouro e é operacionalizado por seis empresas de animação turística do concelho. Destina-se a “todos aqueles que pretendem descobrir e experienciar a montanha em segurança, independentemente da idade”, refere comunicado citado pelo jornal “O MINHO”.

“Evidenciar as características ímpares do Gerês para a prática de caminhadas na natureza, com destaque para a rede de trilhos existentes naquele destino turístico, bem como promover estilos de vida saudáveis e divulgar o património natural e cultural existente em Terras de Bouro”, são os objetivos desta iniciativa, que apresenta trilhos de diferentes graus de dificuldade.

Além de percursos diurnos, os participantes podem experimentar 12 noturnos, assim como novas edições do Festival de Caminhadas, agendado para os dias 26 e 27 de março, do evento Solstício de Verão e do Trilho das Bruxas.

Os clientes dos estabelecimentos hoteleiros aderentes já se podem inscrever, gratuitamente, em um ou mais passeios. O calendário de atividades já está disponível.

 

29
Jan22

A caminhada que o vai levar a descobrir as cascatas e caminhos encantados do Gerês

Niel Tomodachi

Rios selvagens, imponentes maciços graníticos e densos bosques compõem o trilho de 15 quilómetros.

O Gerês, cheio de recantos para descobrir entre belas paisagens esverdeadas e rochosas, é um lugar especial que merece sempre uma visita. Dia 20 de fevereiro pode fazê-la na companhia de um guia da Green Trekker e de outros corajosos que queiram explorar as cascatas escondidas e os caminhos encantados que compõem o único parque nacional em Portugal. A inscrição é obrigatória.

O trajeto de 15 quilómetros inicia-se no cruzamento do Batateiro, onde se encontra a placa “Gave saúda-vos”, ao longo dos quais vai percorrer “uma zona única em termos paisagísticos e naturais em pleno Alto Minho”. Trata-se de “um trilho repleto de rios selvagens, imponentes maciços graníticos e densos bosques que certamente o irá fazer parar no tempo”, descreve a empresa, que se dedica à organização de viagens e passeios de aventura, dentro e fora do País.

A caminhada, que começa às 10 horas e termina por volta das 17 horas, tem um custo de 15€. Além do guia, este valor dá direito a seguro de acidentes pessoais e seguro de responsabilidade civil. A Green Trekker recomenda que leve, no mínimo, dois litros de água, farnel, roupa e calçado apropriados às condições atmosféricas.

 

28
Ago20

O maravilhoso miradouro com uma ponte suspensa sobre o Gerês

Niel Tomodachi

É de fácil acesso, tem uma vista espetacular e está colocado no local ideal para tirar as melhores fotografias.

2f428d92ced2be0252463744c9ca374c-754x394.jpg

Num ano em que muitos portugueses aproveitaram para descobrir ou redescobrir Portugal, os baloiços e os miradouros foram dos locais com mais visitantes — e há um, em específico, que tem sido um sucesso nas redes sociais. O Miradouro do Fafião fiuca no Parque Nacional de Peneda-Gerês, uma área protegida pela UNESCO, e já existe desde o final de junho do ano passado, mas só agora começa a ganhar tração no Instagram.

Este spot é composto por dois grandes blocos de granito que estão ligados por uma ponte, a cerca de 800 metros de altitude. Como se isto não bastasse, tem ainda uma vista espetacular sobre os vales do Gerês — de um lado está o Vale do rio Cabril e o Vale do Cávado do outro. O Miradouro do Fafião, na freguesia de Cabril, perto de Montalegre, é um dos locais mais bonitos nesta região e também um dos menos conhecidos, ainda que esta situação esteja a mudar.

Para chegar até aqui, o caminho não é muito complicado. Se partir do Parque de Merendas de Fafião, no centro desta aldeia, há um caminho direto até ao miradouro — neste caminho pode ver outros pontos de interesse como a Barragem de Salamonde ou o Poço Verde.

Se preferir, pode ainda ter uma experiência mais personalizada, com a realização de caminhadas pela Serra do Gerês; há várias empresas que organizam estes passeios. A Wild & Free Tours organiza passeios frequentes e basta passar pelas redes sociais desta empresa para saber quando é o próximo.

“A nossa passagem pelo miradouro não serve apenas para apreciar as paisagens mas também explicar às pessoas um pouco das tradições das aldeias”, conta Nélson Oliveira, deste grupo, à NiT. A tour, que custa 76€ por pessoa, é uma experiência de dia inteiro com almoço incluído, com vinhos, queijos, e enchidos tradicionais — começa às 10 horas e termina às 20 horas. Toda a informação pode ser encontrada aqui.

16
Jul20

Esta caminhada vai levá-lo a uma das mais bonitas lagoas do Gerês

Niel Tomodachi

Está marcada para 1 de agosto, um sábado. As inscrições estão abertas.

6f4bc459d30bd8794682fb0eeb0c912a-754x394.jpg

"Uma das mais bonitas lagoas do Gerês Galego” — é assim que a Green Trekker descreve o local que vai dar a conhecer numa próxima caminhada. O percurso está marcado para 1 de agosto, sábado, e acontece de acordo com as normas e orientações da Direção-Geral da Saúde.

A organização diz que fica apenas a 15 minutos da fronteira portuguesa do Lindoso, entre grandes carvalheiras e cursos de água fresca. A “rota dos grandes lagos”, como lhe chama, irá levá-lo a esta lagoa. Sem mais detalhes, para que o mistério seja até ao momento em que a encontra, pode tomar nota do ponto de encontro: em frente ao Centro de Saúde de Entrimo, na Galiza, às 10 horas (hora portuguesa).

“Sairemos da zona de Entrimo por entre carvalhais e pinhais, passando por moinhos abandonados e densos bosques. Um trilho relaxado ideal para dias de verão, com bastante água e pontos de interesse”, diz a Green Trekker, que é uma empresa com selo Safe & Clean.

Portanto, entre as coisas que deve levar, não se esqueça do fato de banho para mergulhar neste paraíso. Também deve levar água (pelo menos dois litros), roupa e calçado apropriado para caminhar e um kit de proteção individual — máscara e álcool gel.

No total, irá percorrer 13 quilómetros em cerca de seis horas. Atenção: o nível de dificuldade é exigente, pelo que os participantes devem estar em boa forma física.

 
 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Quotes:

“How wonderful it is that nobody need wait a single moment before starting to improve the world.” ― Anne Frank

Pesquisar

Nelson's bookshelf: currently-reading

Alfie - O Gato do Bairro
tagged: currently-reading

goodreads.com

2022 Reading Challenge

2022 Reading Challenge
Nelson has read 0 books toward his goal of 50 books.
hide

Arquivo

    1. 2022
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Afiliado Wook

WOOK - www.wook.pt

Comunidade Bertand

Afiliado Miniso

Read the Printed Word!

Em destaque no SAPO Blogs
pub