Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Little Tomodachi (ともだち)

Little Tomodachi (ともだち)

03
Jan23

"Only Pieces" de Edd Tello

Niel Tomodachi

59097066.jpg

Sobre o Livro:

Edgar wants nothing more than to live his life out loud. But telling the truth about his sexuality isn't so easy in his traditional Mexican-American family, and his Amá has made it clear she won't accept who he is. Things get even harder when Edgar's macho father returns home after months away, and the house erupts into fighting and simmering tension. Edgar worries what would happen if he told his father the truth about who he is, and feels he'll never fit in anywhere. Then Edgar runs into Alex, a popular football player at school. With Alex, Edgar feels happy and free, believing he might finally pick up all the broken pieces of his heart. But falling in love is more complicated than Edgar can ever imagine--and coming out might destroy the only life he's ever known.

 

Sobre o Autor:

Edd Tello is a bilingual writer of children's and Young Adult literature. He has worked as an English teacher in kindergarten and elementary schools in Mexico. ONLY PIECES is his YA debut novel.

Edd crossed the pond to achieve one of his dreams: to study a master's in creative writing from the University of Seville, Spain. A year later, he jumped to Seattle to enroll in the English Business certificate from the University of Washington. Since then, he has written newsletters and articles for website publications.

Edd shares book recommendations and other creative content such as places to visit, best cafés in Mexico, and writing tips on social media.

He was raised with an appreciation for books. His mother was a Spanish and literature teacher, so reading and writing have been his biggest passions since he was six.

Edd is currently a high school teacher in Mexico.

When Edd isn't reading or writing, you can find him drinking coffee in the woods.

 

 

The author infuses some lovely imagery and Mexican folklore into this overall pleasing offering.

An appealing coming-of-age story that will engage reluctant readers.

— Kirkus Reviews

An honest, poignant YA story about finding love and acceptance. Authentic as it is powerful and moving.

— Ernesto Cisneros, award-winning author of "Efrén Divided"

 

24
Nov22

Rússia dá novo passo para aprovar lei mais dura contra "propaganda LGBT"

Niel Tomodachi

Os deputados russos aprovaram hoje em 'segunda leitura' o projeto de lei que expande significativamente as restrições às atividades consideradas como "propaganda LGBT" (lésbica, gay, bissexual e transgénero) no país.

Being a gay activist in Russia | Stonewall

Uma lei de 2013 proíbe a divulgação a menores do que as autoridades consideraram ser "propaganda de relações sexuais não tradicionais", mas este novo projeto de lei amplia esta proibição para a divulgação destes conteúdos para pessoas com mais de 18 anos.

A lei deverá passar por uma 'terceira leitura' na quinta-feira na Duma, a câmara baixa do Parlamento russo, antes de ir à câmara alta, ou seja, o Conselho da Federação, e depois para o Presidente Vladimir Putin.

Mas é na 'segunda leitura' na Duma que as principais emendas são aprovadas, pelo que a aprovação de hoje prefigura uma aprovação fácil do diploma.

O novo projeto de lei proíbe publicidade, 'media', recursos 'online', livros, filmes ou produções teatrais que se considere conter tal "propaganda".

Também amplia as restrições existentes ao proibir que informações sobre mudanças de género sejam divulgadas a menores.

As violações são puníveis com multas e, se cometidas por não residentes, podem levar à sua expulsão da Rússia.

As multas variam de 100.000 a 2 milhões de rublos (cerca de 1.660 a 33.000 euros).

Para algumas violações, os estrangeiros podem enfrentar 15 dias de prisão antes da expulsão.

 

19
Nov22

"Strange World" apresenta o 1º personagem adolescente abertamente gay

Niel Tomodachi

Com lançamento previsto para novembro, “Strange World” será o primeiro filme da Disney que abordará um romance abertamente gay entre adolescentes. O cartaz de divulgação foi apresentado durante a divulgação oficial da animação, que aconteceu no Instagram oficial da Walt Disney Animation Studios.

“A cena mostra o filho sendo muito tímido na frente do garoto que ele gosta, e seu pai entra e diz: ‘Prazer em conhecê-lo! Meu filho fala de você o tempo todo’ e envergonha ainda mais o filho. Muito lindo”, descreveu o desenhista de Strange World, Matthieu Saghezchi, no Twitter.

Recentemente, a Disney lançou “Lightyear”, um spin-off de “Toy Story”. A animação exibe um beijo lésbico. Proibido em 14 países de maioria muçulmana, além da China, o filme teve bilheteria abaixo do esperado.

 

06
Nov22

“My Policeman”: Harry Styles interpreta polícia homossexual em novo filme

Niel Tomodachi

Protagoniza um romance proibido na Inglaterra dos anos 50. Já pode descobrir a história na Amazon Prime Video.

Depois de “Don’t Worry Darling” (que chegou recentemente ao catálogo nacional da HBO Max), Harry Styles é um dos protagonistas de outro filme que este ano esteve em exibição no circuito dos festivais de cinema. Falamos de “My Policeman”, que estreou na plataforma Amazon Prime Video esta sexta-feira, 4 de novembro.

Dirigido por Michael Grandage, baseia-se no livro de Bethan Roberts publicado em 2012. A narrativa desenrola-se em Brighton, na Inglaterra dos anos 50, quando a homossexualidade era ilegal. Harry Styles, cantor tornado ator, interpreta Tom — o polícia do título da história.

É ele que está no centro do triângulo amoroso em que se foca o enredo. Tom, um polícia que ambiciona expandir os seus horizontes culturais, começa uma relação com Marion (Emma Corrin), uma professora local. Casam-se — e acabam por formar uma amizade próxima com Patrick (David Dawson), um curador de arte.

Os três partilham uma relação íntima, rara. Tom e Patrick envolvem-se num caso extraconjugal, e Marion adota uma complacência ternurenta, uma espécie de relação platónica — que gera muitas dúvidas ao longo do enredo. Será que ela sabia? Mas desde quando? Deixou que tudo se passasse porque gostava muito de ambos? Porque não queria que se metessem em problemas com a lei?

“My Policeman” aborda todas estas nuances e questões numa relação complexa — que é espelhada nos anos 50, o “presente” da narrativa; mas também no “futuro”, durante os anos 90, quando os três envelheceram e são agora interpretados por outros atores. 

Tom e Marion mantêm-se casados e a viver juntos. Já Patrick sofre de uma doença que o deixou incapacitado. Quando Marion insiste para que acolham Patrick na sua casa, naquele período em que precisa de ajuda, Tom mostra-se furioso — provavelmente ainda em negação sobre ser homossexual, revoltado com aquilo por que passou, sem estar de consciência tranquila.

Essas dúvidas vão sendo respondidas ao longo de uma hora e 53 minutos, à medida que a ação nos faz recuar ao passado — oscilando entre pontos de vista. Os espectadores tanto são apresentados à perspetiva de Marion como de Tom e Patrick. Aos poucos vão construindo a sua visão daquilo que aconteceu e daquele triângulo multifacetado.

O filme tanto tem recebido críticas positivas como negativas. Há quem elogie o guião e as interpretações, mas também quem os critique profundamente. Em comum, porém, há uma conclusão: “My Policeman” não consegue atingir o potencial que outros dramas de época centrados em relações gay (oprimidas e proibidas) alcançaram.

Numa entrevista com a revista “Rolling Stone”, Harry Styles fez comentários sobre as suas cenas íntimas neste filme que foram bastante criticados pela comunidade LGBTQIA+. “Tanto sexo gay no cinema são apenas dois tipos a fazê-lo, e isso acaba por retirar a ternura da coisa. Há pessoas, imagino, que estavam bastante vivas durante este período em que era ilegal ser gay, e [o Michael] queria mostrar essa ternura, com amor e sensibilidade.”

As críticas fizeram-se sentir por existir um longo historial de filmes centrados em relações homossexuais que apenas se focam nessa componente mais ternurenta e amorosa — muitas pessoas alegaram, aliás, que “My Policeman” não apresenta qualquer grau de inovação nesse sentido.

O elenco do filme inclui ainda Gina McKeeLinus RoacheRupert EverettKadiff KirwanDora DavisJoseph PotterRichard DempseyFreya Mavor e Maddie Rice.

 

13
Ago22

"Nick e Charlie" de Alice Oseman

Niel Tomodachi

Nick tem de ir para a universidade, mas não quer deixar Charlie. Poderá este amor sobreviver à distância ou estarão eles a adiar o inevitável?

Wook.pt - Nick e Charlie

Sobre o Livro:

Nick e Charlie, as adoradas personagens de Heartstopper, estão numa encruzilhada, agora que Nick vai para a universidade.

Charlie: Namoro com o Nick Nelson há dois anos. Ele gosta de râguebi, de cães, do som que as canetas de feltro fazem no papel e de desenhar nos ténis. Além disso, gosta de mim.

Nick: As coisas que eu e o Charlie Spring fazemos juntos incluem: ver filmes, namorar, cozinhar, conversar, discutir, rir. Talvez sejamos um bocado aborrecidos. Mas, para nós, está ótimo assim.

Todos sabem que o Nick e o Charlie são o casal perfeito - são inseparáveis. Mas acontece que o Nick vai para a universidade no final do verão, enquanto o Charlie vai ficar no secundário. Todos andam a perguntar se eles vão continuar juntos, o que é uma pergunta verdadeiramente estúpida - afinal, eles são «o Nick e o Charlie»!

Mas a momento da despedida está inevitavelmente a aproximar-se, e ambos se questionam até que ponto será o seu amor suficientemente forte para sobreviver à distância.

Toda a gente sabe que o primeiro grande amor raramente dura para sempre…

 

Sobre a Autora:

Alice Oseman é uma premiada escritora, ilustradora e roteirista, nascida em 1994 em Kent, na Inglaterra. Já escreveu vários romances contemporâneos e é também a criadora da webcomic de romance LGBTQ+ YA Heartstopper, agora publicada em formato físico e traduzida para dezenas de países, e é a escritora, criadora e produtora executiva da adaptação televisiva de Heartstopper, lançada na Netflix. O seu primeiro romance foi publicado quando Alice tinha dezanove anos. Os seus livros foram nomeados para o YA Book Prize, o Inky Awards, o Carnegie Medal e o Goodreads Choice Awards.

 

13
Ago22

"Ser gay não é uma doença". Uma mensagem para os médicos do Vietname

Niel Tomodachi

Comunidade LGBTI+ do Vietname saiu à rua para acabar com a discriminação.

"Ser gay não é uma doença". Uma mensagem para os médicos do Vietname

"Ser gay não é uma doença". Esta foi a mensagem transmitida pelo Vietname aos seus profissionais de saúde, para que se acabe com a discriminação contra a comunidade LGBTI+.

Os ativistas disseram à AFP, na terça-feira, que a sua manifestação foi um grande passo em frente para os direitos LGBTI+ na nação do sudeste asiático, onde os homossexuais, bissexuais e transgéneros há muito se sentem marginalizados.

Num documento oficial publicado na semana passada , o ministro da Saúde declarou que "a homossexualidade não podia ser curada, não precisa de ser curada e é algo que não se pode mudar". 

O documento insta os profissionais médicos a respeitarem o género e a orientação sexual de cada pessoa, depois de terem recebido relatórios de médicos que afirmam poder tratar minorias de género.

Note-se que, embora o Vietname seja visto como um país relativamente avançado nas questões LGBTI+ em comparação com alguns outros países da Ásia, a desinformação sobre orientação sexual e identidade de género é generalizada.

02
Ago22

Dicionário de Literatura Gay ambiciona incluir todas as representações LGBTQ+ da literatura portuguesa

Texto by esQrever

Niel Tomodachi

Dicionário de Literatura Gay ambiciona incluir todas as representações LGBTQ+ da literatura portuguesa

A 7.ª edição do Dicionário de Literatura Gay de Portugal, uma obra de referência inédita e indispensável, é a primeira edição completa, que inclui todos as entradas de “A” a “Z”. Conta com 1016 verbetes principais, sobre livros, autorias, personagens, contos, poemas, revistas, livrarias e outras referências literárias, bem como inúmeros verbetes temáticos e aquela que será talvez a primeira proposta sistemática de uma cronologia da literatura LGBTQ+ de Portugal.

A literatura de temática LGBTQ+, como categoria, depois de nos primeiros anos do século XXI ter emergido brevemente da “longa noite sexual do Estado Novo” e dos “primeiros anos do Portugal democrático”, nas palavras de Fernando Curopos, tem vindo a ser de novo “remetida para a invisibilidade” nos catálogos das editoras, nas prateleiras das bibliotecas e livrarias, e nas secções dos jornais e revistas. Foi essa a razão que motivou a compilação deste Dicionário de Literatura Gay, para incluir todas as representações LGBTQ+ da literatura portuguesa, com as quais as pessoas LGBTQ+ se possam identificar, nas quais se possam rever e que as ajudem a compreender-se melhor ou a serem melhor compreendidas.

Este é um livro para quem gosta de literatura de temática LGBTQ+, para quem procura um livro infantil ou juvenil sobre orientação sexual ou identidade de género, para quem ouviu falar de um certo romance e quer saber mais antes de o comprar, quem quer ficar a conhecer melhor a autoria de um livro, quem gosta de história queer de Portugal, quem investiga sobre temática LGBTQ+ e pretende reunir bibliografia relevante.

Dicionário de Literatura Gay ambiciona incluir todas as representações LGBTQ+ da literatura portuguesa

FICHA TÉCNICA DO DICIONÁRIO DE LITERATURA GAY

Título: Dicionário de Literatura Gay: 7.ª edição (2022) de “A Alma Trocada” a “Zona Livre”
Páginas: 549
Editora: INDEX ebooks
Data de lançamento: 1 de agosto de 2022
Edições: capa mole, capa dura e e-book (lojas Amazon, Google Play, Apple, Kobo, Wook, Bertrand)
Mais informações: http://www.indexebooks.com/dicionario

 

(S)

 

31
Jul22

"Filthy Animals" de Brandon Taylor

Niel Tomodachi

bd8187b3021f4aed8af49a144d0679aa.webp

Sobre o Livro:

A group portrait of young adults enmeshed in desire and violence, a hotly charged, deeply satisfying new work of fiction from the author of Booker Prize finalist Real Life

In the series of linked stories at the heart of Filthy Animals, set among young creatives in the American Midwest, a young man treads delicate emotional waters as he navigates a series of sexually fraught encounters with two dancers in an open relationship, forcing him to weigh his vulnerabilities against his loneliness. In other stories, a young woman battles with the cancers draining her body and her family; menacing undercurrents among a group of teenagers explode in violence on a winter night; a little girl tears through a house like a tornado, driving her babysitter to the brink; and couples feel out the jagged edges of connection, comfort, and cruelty.

One of the breakout literary stars of 2020, Brandon Taylor has been hailed by Roxane Gay as "a writer who wields his craft in absolutely unforgettable ways." With Filthy Animals he renews and expands on the promise made in Real Life, training his precise and unsentimental gaze on the tensions among friends and family, lovers and others. Psychologically taut and quietly devastating, Filthy Animals is a tender portrait of the fierce longing for intimacy, the lingering presence of pain, and the desire for love in a world that seems, more often than not, to withhold it.

 

Sobre o Autor:

Brandon Taylor is the senior editor of Electric Literature's Recommended Reading and a staff writer at Literary Hub. His writing has received fellowships from Lambda Literary Foundation, Kimbilio Fiction, and the Tin House Summer Writer's Workshop. He holds graduate degrees from the University of Wisconsin-Madison and the University of Iowa, where he was an Iowa Arts Fellow at the Iowa Writers’ Workshop in fiction. 

 

29
Jul22

Nova série de Neil Patrick Harris é uma espécie de “O Sexo e a Cidade” do mundo gay

Niel Tomodachi

“Uncoupled” estreia esta sexta-feira na Netflix. É do criador do super êxito “Emily em Paris”.

Chama-se “Uncoupled” e é a nova série de Darren Star, o homem por trás de “O Sexo e a Cidade” e “Emily em Paris”. A produção de oito episódios, criada em colaboração com Jeffrey Richman, estreia esta sexta-feira, 29 de julho, na Netflix.

O protagonista é Michael Lawson (Neil Patrick Harris), um agente imobiliário bem-sucedido de Nova Iorque, habituado a vender penthouses por milhões de dólares. Michael está com o companheiro Colin há 17 anos. Contudo, na noite do 50.º aniversário de Colin, quando Michael lhe prepara uma extravagante festa de supresa, o parceiro decide abandoná-lo e terminar a relação de forma fria.

O que resta é um Michael destroçado que se terá de deparar com um admirável mundo novo que não compreende — o dos encontros amorosos, passados quase 20 anos. Agora há aplicações para conhecer pessoas, redes sociais e fotos íntimas enviadas em chats.

O enredo acompanha a jornada de Michael, ora cómica ora dramática, enquanto conhece pessoas que lhe falam desde tratamentos preventivos da SIDA até botox no anús, passando pela discussão sobre o uso ou não de preservativos. Michael só queria mesmo conviver em casa com Colin — alguém que, compreensivelmente, vai demorar a esquecer.

“Uncoupled” está a ser bastante comparada a “O Sexo e a Cidade”. Nesta história, Michael acaba por representar o papel de Carrie Bradshaw, enquanto Colin é, claro, Big. O protagonista tem ainda os seus melhores amigos Billy e Stanley — que partilham características com Charlotte, Samantha ou Miranda —, além da sua parceira de negócios Suzanne.

Não só os temas são idênticos, como o imaginário é semelhante. Toda a série de “Uncoupled” se passa entre a elite económica nova-iorquina, de personagens que vivem em apartamentos em arranha-céus deslumbrantes, onde não há necessidade de se falar sobre classes sociais ou política. 

Tudo isso fica posto de parte para que os espectadores apenas se concentrem na vida amorosa de Michael. As diferenças geracionais também estarão em destaque, enquanto o protagonista se vai cruzando com algumas pessoas mais novas. 

Além de Neil Patrick Harris, cujo papel está a ser bastante elogiado, o elenco de “Uncoupled” inclui nomes como Emerson BrooksNic RouleauColin HanlonJonah PlattIván Amaro BullónTisha CampbellTuc WatkinsBrooks Ashmanskas ou Jay Santiago, entre outros.

 

03
Jul22

"Tudo o que Restou de Nós" de Adam Silvera

Niel Tomodachi

502x (2).webp

Sobre o Livro:

O Griffin acaba de perder o seu primeiro amor num trágico acidente. O Theo era o seu melhor amigo, o seu ex-namorado e a pessoa com quem se via a passar o resto da vida. Apesar de terem terminado o namoro uns meses antes, e de o Theo ter uma nova relação com o Jackson, o Griffin continuava a acreditar que iriam acabar por ficar juntos.

Agora, arrasados com a perda, o Griffin e o Jackson aproximam-se, numa tentativa de reavivarem as memórias que partilham da pessoa que ambos amaram. Mas à medida que as conversas correm, verdades vêm à tona e o efeito é devastador.

Para conseguir reconstruir a sua vida, o Griffin terá de confrontar o passado e todas as histórias que viveu com o Theo. de contrário, poderá colocar em risco a sua felicidade e o seu próprio futuro!

 

Sobre o Autor:

Adam Silvera nasceu e cresceu em Nova Iorque. Já trabalhou como livreiro, gestor de comunidades e de redes sociais, e ainda como crítico de livros para crianças e jovens adultos.
É autor de vários bestsellers.
Vive em Los Angeles, EUA, e é alto porque sim.

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Quotes:

“How wonderful it is that nobody need wait a single moment before starting to improve the world.” ― Anne Frank

Pesquisar

Nelson's bookshelf: currently-reading

Alfie - O Gato do Bairro
tagged: currently-reading

goodreads.com

2023 Reading Challenge

2023 Reading Challenge
Nelson has read 11 books toward his goal of 55 books.
hide

Arquivo

    1. 2023
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2022
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Afiliado Wook

WOOK - www.wook.pt

Comunidade Bertand

Afiliado Miniso

Read the Printed Word!

Em destaque no SAPO Blogs
pub