Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Little Tomodachi (ともだち)

Little Tomodachi (ともだち)

26
Ago22

Feira do Livro do Porto abre com obras a partir de 1 euro

Niel Tomodachi

Livros a um euro, promoções até 70% ou anúncios de "Leve Quatro, Pague Três" estavam entre os destaques de hoje para os leitores que visitaram o primeiro dia da Feira do Livro do Porto.

Feira do Livro do Porto abre com obras a partir de 1 euro

As portas da Feira do Livro do Porto abriram esta tarde e mais de 80 expositores, instalados nos Jardins do Palácio de Cristal, começaram a receber centenas de leitores ávidos para comprar livros com descontos.

"Super Preço. Tudo a partir de um euro" é anunciado no expositor 12 Boutique que tem clientes de várias idades a revirar os livros expostos à volta da mesa e nas estantes.

Ana Carolina, de 18 anos, que terminou o 12.º ano e quer seguir Artes conta à agência Lusa que comprou 12 livros por 20 euros.

Entre um livro de Platão, outro sobre Che Guevara, "Poesia Inglesa" de Fernando Pessoa, um livro do pintor Klimt, entre outros livros de artes, Carolina mal conseguia segurar o saco que tinha nas mãos, tal era o peso. Mas estava radiante com as suas compras, que tiveram como cúmplices os pais.

"É um preço excelente. Estou a conter-me um pouco por causa da crise e da guerra, mas quando se trata de livros acho que podemos perder um pouco a cabeça. Estamos a alimentar o nosso conhecimento", disse a jovem estudante.

Também a visitar o expositor das oportunidades a um euro andava José Trindade. O leitor confessa que não olha a gastos quando se trata de livros a bom preço, principalmente se forem obras editadas por chancelas que deixaram de existir.

"Não olho a contenções quando se trata de livros. Nada paga o conhecimento. No ano passado comprei 15 livros e espero este ano ultrapassar esse número", revelou José Trindade, assumindo que gosta de ler desde poesia a ficção científica, passando por biografias romanceadas e aventura.

No expositor da editora Antígona são afixados descontos que podem ir dos 20% até aos 50%.

Ricardo Oliveira e Mariana Teixeira circulam por ali à procura de pechinchas ou de descobrir algum livro cativante e que os deslumbre: "Costumamos vir todos os anos e gostamos de procurar livros com descontos e vamos também visitar alguns alfarrabistas", contou à Lusa Ricardo Oliveira.

Ao seu lado, Mariana Teixeira, pensa gastar entre "15 a 20 euros" na Feira do Livro, um orçamento ponderado tendo em conta os tempos de crise que se vivem.

"Estamos a restringir um pouco os gastos. Ponderamos mais. Não é tão impulsivo", admitiu a jovem leitora.

Pelo corredor dos expositores de livros, que se estende por várias dezenas de metros até a um miradouro com vista para o rio Douro e a Ponte da Arrábida, podem ler-se anúncios de "Leve 4, pague 3" na Livraria Académica, que oferece livros desde 2,5 até 10 euros, podendo o leitor deter-se na "Correspondência de Guerra entre Churchill e Estaline I" por 2,5 euros.

Em entrevista à agência Lusa, o programador Nuno Faria considerou que os livros, apesar de tudo, se encontram "nos bens de primeira necessidade" e, por isso, acredita que esta Feira do Livro do Porto vai também ser, do ponto de vista comercial, "um evento generoso".

A 9.ª edição da Feira do Livro do Porto prolonga-se por 17 dias -- até dia 11 de setembro -, oferece mais de 100 atividades conversas, lições, oficinas, concertos, filmes e atividades para bebés, crianças e jovens.

Este ano o mote é a poesia, tendo na programação prevista homenagens aos escritores Ana Luísa Amaral e Manuel Gusmão, bem como uma atenção especial à literatura brasileira, para recordar os 200 anos da independência do país.

 

26
Ago22

Feira do Livro do Porto está de volta aos jardins do Palácio de Cristal

Niel Tomodachi

A programação do evento inclui concertos, cinema, oficinas, debates e atividades para os miúdos.

A Feira do Livro do Porto regressa aos jardins do Palácio de Cristal a partir do meio-dia desta sexta-feira, 26 de agosto. Ao todo, há 84 expositores com livros à venda e cerca de 100 atividades. O evento prolonga-se até 11 de setembro.

A poesia é o fio condutor desta edição, que tem como grandes homenageados Ana Luísa Amaral e Manuel Gusmão. Também há um foco especial na literatura brasileira, numa altura em que se assinalam os 200 anos da independência do país.

A programação de entrada livre inclui ainda concertos, cinema, oficinas, debates e atividades para os miúdos. O programa completo pode ser consultado no site oficial da Feira do Livro do Porto. O recinto está aberto do meio-dia às 21 horas, de segunda a quinta-feira. Às sextas-feiras encerra mais tarde, pelas 23 horas. Aos sábados abre às 11 e só encerra às 23 horas. E aos domingos abre às 11 mas fecha pelas 21 horas.

 

26
Ago22

23 descontos imperdíveis para aproveitar na Feira do Livro de Lisboa

Niel Tomodachi

É a maior edição de sempre e existem centenas (ou milhares) de livros a preços reduzidos. Conheça as melhores oportunidades.

As centenas de stands com milhares de livros estão de volta ao Parque Eduardo VII, em Lisboa. O motivo, claro, é a 92.ª edição da Feira do Livro de Lisboa, que é a maior de sempre. O evento prolonga-se até 11 de setembro e, como sempre, a entrada é gratuita.

Neste ano, estão instalados 340 pavilhões de 140 entidades — desde editoras a livreiros, passando por fundações ou outras instituições ligadas à literatura. A iniciativa é organizada pela Associação Portuguesa de Editores e Livreiros (APEL) e pela Câmara Municipal de Lisboa. 

Houve um esforço para tornar o evento mais sustentável do ponto de vista ambiental. Isso inclui uma remodelação dos stands, feitos com materiais recicláveis e construídos em módulos. Foi graças a este novo modelo que o evento se manteve nesta altura do ano — nos dois anos anteriores essa alteração aconteceu graças à pandemia. Isso significa que, em 2023, a Feira do Livro de Lisboa volta a decorrer entre maio e junho, no período normal.

O país convidado deste ano é a Ucrânia. Haverá um expositor dedicado a promover a literatura e os autores do país do leste da Europa que tem estado em guerra desde o final de fevereiro, quando foi invadido pela Rússia. No total, esperam-se cerca de meio milhão de visitantes. A entrada, como sempre, é gratuita.

programação inclui diversos lançamentos, apresentações, sessões de autógrafos e debates em torno da literatura. Mas também há showcooking, música e cinema. Durante toda a Feira do Livro de Lisboa, estará patente uma exposição de homenagem a Ruy de Carvalho. A mostra centra-se na vida e obra do ator de 95 anos.

A muito esperada Hora H vai funcionar entre 29 de agosto e 8 de setembro, de segunda a quinta-feira, na última hora da feira — ou seja, das 21 às 22 horas. Durante estes 60 minutos, os livros publicados há mais de dois anos vão estar à venda com 50 por cento de desconto. No geral, porém, os livros à venda na feira também estão a um preço reduzido.

Algumas das melhores promoções estão integradas no Livro do Dia. Descubra em baixo as melhores oportunidades para comprar aquela obra de que está à procura, desde os clássicos aos livros de não ficção. Conheça outros descontos no site oficial do evento.

 

1. “A Vingança”, John Grisham

Preço normal: 17,70€

Preço na feira do livro: 12,39€

Preço na feira do livro a 26 de agosto: 8,85€

2. “Aparição”, Vergílio Ferreira

Preço normal: 15,50€

Preço na feira do livro: 10,85€

Preço na feira do livro a 26 de agosto: 7,75€

3. “Cem Anos de Solidão”, Gabriel García Márquez

Preço normal: 19,90€

Preço na feira do livro: 15,90€

Preço na feira do livro a 26 de agosto: 11,90€

4. “A Amiga Genial”, Elena Ferrante

Preço normal: 18€

Preço na feira do livro: 14€

Preço na feira do livro a 27 de agosto: 10€

5. “A Coisa – Livro I”, Stephen King

Preço normal: 22,20€

Preço na feira do livro: 15,54€

Preço na feira do livro a 27 de agosto: 11,10€

6. “A História de Uma Serva”, Margaret Atwood

Preço normal: 18,80€

Preço na feira do livro: 13,16€

Preço na feira do livro a 27 de agosto: 9,40€

7. “A Jangada de Pedra”, José Saramago

Preço normal: 17,70€

Preço na feira do livro: 12,39€

Preço na feira do livro a 28 de agosto: 8,85€

8. “Condor – O Plano Secreto das Ditaduras Sul-Americanas”, João Pina

Preço normal: 45€

Preço na feira do livro: 36€

Preço na feira do livro a 29 de agosto: 28,80€

9. “A Máquina de Fazer Espanhóis”, Valter Hugo Mãe

Preço normal: 17,70€

Preço na feira do livro: 12,39€

Preço na feira do livro a 30 de agosto: 8,85€

10. “A Vida num Sopro”, José Rodrigues dos Santos

Preço normal: 23,22€

Preço na feira do livro: 18,58€

Preço na feira do livro a 30 de agosto: 13,93€

11. “A Guerra dos Tronos”, George R. R. Martin

Preço normal: 19,03€

Preço na feira do livro: 13,32€

Preço na feira do livro a 31 de agosto: 9,52€

12. “À Minha Maneira – Vol. 1”, Ana Ventura

Preço normal: 21€

Preço na feira do livro: 17,50€

Preço na feira do livro a 1 de setembro: 10,50€

13. “A Vida de Pi”, Yann Martel

Preço normal: 17,90€

Preço na feira do livro: 12,55€

Preço na feira do livro a 2 de setembro: 8,95€

14. “1984”, George Orwell

Preço normal: 14€

Preço na feira do livro: 11,20€

Preço na feira do livro a 3 de setembro: 8,40€

15. “A Propósito de Nada”, Woody Allen

Preço normal: 24,90€

Preço na feira do livro: 19,92€

Preço na feira do livro a 3 de setembro: 14,94€

16. “Autobiografia”, José Luís Peixoto

Preço normal: 17,70€

Preço na feira do livro: 12,39€

Preço na feira do livro a 4 de setembro: 8,85€

17. “Crónica do Pássaro de Corda”, Haruki Murakami

Preço normal: 9,95€

Preço na feira do livro: 8€

Preço na feira do livro a 5 de setembro: 6€

18. “História de uma Baleia Branca”, Luis Sepúlveda

Preço normal: 13,30€

Preço na feira do livro: 9,31€

Preço na feira do livro a 5 de setembro: 6,65€

19. “As Vinhas da Ira”, John Steinbeck

Preço normal: 22€

Preço na feira do livro: 15,40€

Preço na feira do livro a 6 de setembro: 11€

20. “A Fórmula de Deus”, José Rodrigues dos Santos

Preço normal: 24,73€

Preço na feira do livro: 19,78€

Preço na feira do livro a 8 de setembro: 14,84€

21. “A Menina na Floresta”, Camilla Läckberg

Preço normal: 24,90€

Preço na feira do livro: 19,90€

Preço na feira do livro a 9 de setembro: 14,90€

22. “A Liberdade é uma Luta Constante”, Angela Davis

Preço normal: 16€

Preço na feira do livro: 12,80€

Preço na feira do livro a 10 de setembro: 9,60€

23. “A Rapariga que Roubava Livros”, Markus Zusak

Preço normal: 22,90€

Preço na feira do livro: 16,05€

Preço na feira do livro a 11 de setembro: 11,45€

A NiT selecionou os principais destaques da programação. 

 

 

21
Ago22

Feira do Livro do Porto abre sexta-feira com homenagem a Ana Luísa Amaral

Niel Tomodachi

A Feira do Livro do Porto arranca na sexta-feira com 84 expositores e dezenas de atividades sob o mote da "produção poética" e com a evocação e homenagem à obra da poeta Ana Luísa Amaral.

Feira do Livro do Porto abre sexta-feira com homenagem a Ana Luísa Amaral

Feira do Livro do Porto, que decorre nos Jardins do Palácio de Cristal, termina dia 11 de setembro, vai ter 84 expositores, 126 pavilhões, 22 concertos, 11 conversas, nove lições e 46 atividades infantojuvenis, quatro sessões de cinema e cinco sessões de palavra soprada.

Em entrevista à agência Lusa, o programador Nuno Faria considerou que os livros, apesar de tudo, se encontram "nos bens de primeira necessidade" e, por isso, acredita que esta Feira do Livro do Porto vai também ser, do ponto de vista comercial, "um evento generoso".

"Mesmo nos anos de covid-19, com as limitações grandes, foi sempre um evento muito generoso do ponto de vista comercial, portanto as expectativas são as melhores", reiterou.

Este ano, o mote da Feira do Livro do Porto é a "produção poética" e a escritora homenageada é Ana Luísa Amaral, que morreu a 06 de agosto, aos 66 anos.

Segundo Nuno Faria, o "infeliz desaparecimento" de Ana Luísa Amaral, a protagonista deste ano da Feira do Livro do Porto, "pesa muito", mas o programa que foi "montado com a Ana Luísa mantém-se" e é até "reforçado", com a participação de "muitos convidados", "muitos cúmplices" da escritora e "muitos profundos conhecedores da sua obra.

Nuno Faria reconhece que há "lacunas irrecuperáveis" no programa, pois Ana Luísa Amaral ia ela própria fazer uma lição e participar em várias sessões, mas a sua obra vai ser evocada "dentro do possível com alegria".

"Na ausência da homenageada cabe-nos obviamente honrar a sua memória, partilhar a obra, discuti-la, evocá-la, dentro do possível com alegria que era uma das características da Ana Luísa. Era uma pessoa radiosa, cheia de energia, cheia de vontade de viver e, portanto, é esse mote que nós queremos, em conjunto com os nossos convidados", afirmou Nuno Faria.

Na manhã de sábado, há lugar para uma lição dada por Maria Irene Ramalho, que foi professora e "mentora" de Ana Luísa Amaral e é uma "profunda conhecedora" do trabalho da poeta.

A abrir a sessão da tarde de sábado vai passar o filme "Entre dois rios e outras noites", de Nuno F. Santos, destacou Nuno Faria, elencando alguns dos convidados, como Rosa Maria Martelo, Isabel Pires de Lima, Teresa Coutinho ou Luís Caetano, que fez o programa "O Som que os versos fazem ouvir" na Antena 1 com Ana Luísa Amaral, Pedro Serra e Joana Matos Frias.

As tradutoras dos livros de Ana Luísa Amaral, como por exemplo Catherine Dumas, ou Isaque Ferreira, que vai fazer uma performance sobre o trabalho da Ana Luísa, são outros dos destaques enumerados.

"Esta feira é muito especial. [...] É uma feira onde podemos encontrar os mais diversos livreiros, pequenos livreiros, alfarrabistas, a uma escala mais pequena que outras feiras, mas ao mesmo tempo é uma feira que é um festival literário, diria mesmo cultural. Há muitos eventos a acontecer, há concertos, há conversas, há lições, há uma programação infantojuvenil. É um sítio em que as pessoas não vêm só de passagem", explicou o programador.

A estrutura programática da Feira do Livro do Porto mantém-se "inalterada há já alguns anos", recordou, explicando que o certame aposta numa "diversidade de atividades" que passam pelos concertos, sobretudo ao ar livre, como por exemplo na Casa do Roseiral ou na Concha Acústica, mas também com atividades no interior.

O cinema, com o apoio do Cineclube do Porto, a programação literária centrada no auditório da Biblioteca Almeida Garrett e os dois programas de lições - "O Sentido da vida é só cantar", dedicado à poesia, e "Escrever brasileiro em língua minha" com a evocação dos 200 anos da Independência do Brasil, são outros destaques da organização.

 

28
Jul22

Feira do Livro do Porto com homenagem a Ana Luísa Amaral

Niel Tomodachi

A Feira do Livro do Porto, que decorrerá entre 26 de agosto e 11 de setembro, nos Jardins do Palácio de Cristal, vai celebrar a poeta e tradutora Ana Luísa Amaral, e terá como mote "Imaginar e Agir".

Feira do Livro do Porto com homenagem a Ana Luísa Amaral

Em declarações hoje aos jornalistas, no final da apresentação do programa cultural, que reunirá mais de 100 atividades, o presidente da Câmara do Porto, Rui Moreira, disse que os custos de produção do evento, que "é mais do que um festival literário e não é apenas uma feira", rondam os 400 mil euros, recorrendo a recursos humanos da autarquia.

"Será o retorno a uma feira mais livre, em que as pessoas podem circular muito mais à vontade, mas com a programação de sempre, variada e com gente muito estimulante, de várias gerações, com programadores, mediadores e com muitos poetas", referiu o responsável pela programação, Nuno Faria.

Este será o primeiro ano pós-pandemia em que o festival literário decorre sem restrições de lotação, em que o mote passa por 'Imaginar e Agir', e a poesia estará em destaque.

A homenageada deste ano, lisboeta de nascença e portuense por adoção, Ana Luísa Amaral foi recentemente galardoada com o Prémio Rainha Sofia de Poesia Ibero-Americana.

Hoje admitiu que tem "pena que Rui Moreira vá embora", pelo "imenso" trabalho que tem realizado na área da cultura, como a Feira do Livro, que é já "uma referência" muito importante no país.

Considerada um nome maior da poesia portuguesa, Ana Luísa Amaral notabilizou-se, também, como escritora para o público infantojuvenil, além de prosseguir uma atividade relacionada com o estudo da obra de mulheres escritoras.

Além de um doutoramento sobre a poesia de Emily Dickinson, tem como áreas de investigação Poéticas Comparadas, Estudos Feministas e Estudos Queer.

No primeiro sábado da Feira do Livro do Porto, 27 de agosto, ser-lhe-á atribuída a Tília de Homenagem, à semelhança do que aconteceu com outros artistas celebrados em edições anteriores.

Integralmente organizada pela Câmara do Porto, a feira contará, nesta 9.ª edição, com a participação de 84 entidades, distribuídas por 126 pavilhões na Avenida das Tílias.

Os visitantes terão também à sua disposição uma programação cultural composta por várias sessões de Conversas, Lições, Oficinas, Concertos, Cinema, Exposição, Rádio e 'Palavra Soprada'.

O Auditório da Biblioteca Almeida Garrett vai receber o conjunto de lições, este ano dividido em dois programas, o primeiro, com curadoria de Nuno Faria (no qual se integra a lição de Ana Luísa Amaral sobre Emily Dickinson, a 28 de agosto) e, o segundo, Lições Brasileiras, com curadoria da investigadora Joana Matos Frias.

As Conversas regressam com três desdobramentos, 'Brancura de Relâmpago' - com quatro sessões programadas por João Gesta (programador das Quintas de Leitura), conduzidas por Inês Fonseca Santos - 'Poemagens' e 'O Poema Ensina a Cair', um verso de Luiza Neto Jorge, que também serve de nome ao projeto de divulgação dirigido por Raquel Marinho.

Haverá igualmente a exposição "Escrevo Para um Amigo que Virá", de Manuel Gusmão, e o programa "Palavra Soprada", com destaque para uma sessão das Quintas de Leitura, dedicada à poesia de Ana Luísa Amaral.

O centenário de Agustina Bessa-Luís será celebrado com uma sessão de Palavras Sopradas, apelidada de "Longos Dias têm Cem Anos", um dos títulos da escritora (dedicado aos artistas Maria Helena Vieira da Silva e Arpaz Szénes).

Haverá ainda um ciclo de cinema, a cargo do Cineclube do Porto, e música, com os Concertos de Bolso, e o Porta-Jazz ao Relento, entre outros.

Para o público infantojuvenil estão programadas cerca de meia centena de atividades.

No total, o programa da Feira do Livro do Porto 2022 inclui 22 concertos, 11 conversas, nove lições, quatro sessões de cinema, cinco sessões de "Palavra Soprada" e 46 atividades infantojuvenis, atividades que se ramificam pelos Jardins do Palácio de Cristal, Biblioteca Municipal Almeida Garrett, Casa do Roseiral e Extensão do Romantismo.

A Rádio Estação estará igualmente de regresso, voltando a sintonizar-se a partir da Avenida das Tílias, durante todo o horário de funcionamento da Feira do Livro.

 

23
Jun22

Feira do Livro regressa a Coimbra em julho e traz novidades

Niel Tomodachi

De 1 a 10 de julho, a Feira do Livro de Coimbra chega renovada à Praça do Comércio, com dezenas de expositores, apresentações de livros, música ao vivo, debates e até massagens com leituras poéticas.

A Feira do Livro de Coimbra está de regresso marcado com a sua 43.ª, ocupando a Praça do Comércio durante dez dias, entre 1 e 10 de julho, a tempo de se inserir nas Festas da Cidade. A promoção do nosso cenário literário e dos hábitos de leitura continuam a ser a missão da iniciativa, que volta renovada e com novidades, unindo a presença de três dezenas de expositores, apresentações de obras literárias, debates com vários autores, leituras de contos, música ao vivo e recitais.

Entre as principais novidades deste ano está a criação da rubrica Leituras Zen, espaço de massagens de relaxamento com leituras poéticas, com acesso gratuito, todos os dias entre as 20h30 e as 22h; e ainda a inclusão do projeto Book In Loop, plataforma de e-commerce sediada em Coimbra e ligado à economia circular, que incentiva a compra e venda de manuais escolares em segunda mão.

Entre os destaques da programação de 2022 está, logo no primeiro dia, 1, a presença de Diogo Piçarra, que falará sobre os livros e músicas da sua vida, pelas 19h; o concerto de Sérgio Godinho e Filipe Raposo, no dia 4, pelas 17h30; a performance “A Grande Mentira”, uma viagem aos mitos e enganos da nossa História, por Hugo van der Ding, dia 8, pelas 19h; ou o recital-concerto de Rodrigo Leão, Gabriel Gomes e Miguel Borges; entre outros exemplos.

A gastronomia também terá presença na Feira do Livro de Coimbra, com uma conversa sobre desafios e fascínios da culinária no dia 7, pelas 18h, com Joana Roque, criadora de blogue de dietas com receitas simples, e Joana Pires Araújo. Também Anabela Ramos apresenta, dia 2, pelas 17h, o livro “Laranjas de Portugal, séculos de cultivo e consumo”. A programação completa da feira pode ser consultada aqui.

 

16
Jun22

Feira do Livro de Coimbra regressa com programação diversificada

Niel Tomodachi

A Feira do Livro de Coimbra, que decorre de 01 a 10 de julho na Praça do Comércio, em Coimbra, conta com, nomeadamente, concertos, recitais, performances, massagens com poesia, o projeto "Book in Loop", entre outras iniciativas.

Feira do Livro de Coimbra regressa com programação diversificada

Praça do Comércio, na Baixa histórica da cidade, acolhe o evento-âncora da Câmara Municipal de Coimbra, dinamizado em parceria com várias instituições locais e nacionais.

"O Parque Manuel Braga ainda está em obras. A feira não poderia ser lá, mas não voltará a ser lá. A Praça do Comércio é uma praça histórica e, portanto, a feira do livro faz todo o sentido que seja aqui feita", disse hoje, numa conferência de imprensa de apresentação do programa, o presidente da Câmara de Coimbra, José Manuel Silva.

Uma das novidades da feira são as leituras 'zen', que consiste na prática de massagens, de cerca de 10 minutos, em que são lidos textos às pessoas que usufruem da massagem.

No final, as pessoas recebem os textos que lhes foram lidos, durante a massagem, e depois recebem a referência dos livros onde podem encontrar esses textos, para, depois, se quiserem, poderem comprar o livro.

O programa cultural envolve nomes "mais ou menos ligados ao livro, mas todos ligados à cultura", como, por exemplo, Diogo Piçarra, Sérgio Godinho, Filipe Raposo, Filipa Leal, Madalena Matoso, Hugo van der Ding, Rodrigo Leão e José Milhazes.

O evento, que inclui concertos, performances e recitais, vai integrar as comemorações civis do Dia da Cidade de Coimbra, a 04 de julho, bem como a entrega oficial do Grande Prémio de Literatura Biográfica Miguel Torga, atribuída ao escritor Mário de Carvalho.

Será ainda apresentada a obra das 100 lendas da Região de Coimbra.

Estará presente também na feira do livro a Biblioteca Municipal, com histórias cantadas, contadas e desenhadas.

A "Book in Loop" é um projeto de economia circular, que vai estar presente nesta iniciativa, com compra e venda de manuais escolares em segunda mão, entre o 5º ao 12º ano de escolaridade.

Participarão na feira 40 expositores, todos ocupados com 30 editoras e outras iniciativas, como, por exemplo, a iniciativa da Biblioteca Municipal.

"Acho que temos aqui um vasto conjunto de expositores, um vasto conjunto de iniciativas, que, de 01 a 10 de julho, irá animar a Praça do Comércio e toda a Baixa e onde esperamos que passem milhares de pessoas", frisou o autarca.

O certame implica um investimento de cerca de 118 mil euros, com diversas iniciativas, todas elas gratuitas.

O evento vai incluir um espaço de pavilhão coberto para as atividades, com 100 lugares sentados, onde decorrerão apresentações de livros, debates e espetáculos, para além dos 40 'stands', uma zona de receção da feira e um espaço 'indoor'.

Esta iniciativa cultural -- promovida em parceria com a Agência para a Promoção da Baixa de Coimbra, a Associação Há Baixa e a Associação Portuguesa de Escritores, e o apoio do Fórum Coimbra, Fundação INATEL e Associação Académica de Coimbra - pretende contribuir para uma "maior revitalização da Baixa da cidade, numa lógica de valorização e envolvimento do tecido comercial local".

Para mais informações sobre o programa detalhado da Feira do Livro, os interessados podem consultar as redes sociais da Câmara Municipal ou contactar a organização, através do telefone 239 702 630 ou do email cultura@cm-coimbra.pt.

07
Mai22

Feira do Livro no Parque Eduardo VII entre 25 de agosto e 11 de setembro

Niel Tomodachi

A Feira do Livro de Lisboa vai realizar a sua 92.ª edição entre os dias 25 de agosto e 11 de setembro, no Parque Eduardo VII, anunciou hoje a Associação Portuguesa de Editores e Livreiros (APEL).

Feira do Livro no Parque Eduardo VII entre 25 de agosto e 11 de setembro

"É com entusiasmo que a APEL anuncia a realização da Feira do Livro de Lisboa 2022, para os próximos dias 25 de agosto a 11 de setembro, como sempre, no magnífico Parque Eduardo VII", pode ler-se na 'newsletter' regular da APEL.

No mesmo documento, a associação remete para breve mais informações "acerca da abertura das inscrições e as condições de participação".

Na última edição, a Feira do Livro de Lisboa recebeu 350 mil pessoas, número que "superou bastante as expectativas" da organização, aproximando-se de valores pré-pandemia.

De acordo com a APEL, os 350 mil visitantes de 2021 foram alcançados com um limite de lotação máxima imposto de 5.500 pessoas, o que levantava a possibilidade de este número global poder ser maior, se não houvesse esta limitação.

As datas agora divulgadas significam que a Feira do Livro de Lisboa volta a acontecer em simultâneo com a do Porto, que vai ter lugar entre 26 de agosto e 11 de setembro, nos Jardins do Palácio de Cristal.

 

03
Fev22

Feira do Livro de Leipzig com 50 obras lusófonas traduzidas para alemão

Niel Tomodachi

"O encontro inesperado do diverso" é o lema de Portugal como País Convidado da Feira do Livro de Leipzig 2022, que celebra a tradução para alemão de cerca de 50 novos títulos de autores lusófonos.

Feira do Livro de Leipzig com 50 obras lusófonas traduzidas para alemão

Na página oficial do Camões Berlim -- Centro Cultural Português pode ler-se que são títulos de "autores portugueses e de outros países de expressão portuguesa" que vão ajudar a "descobrir novas e poderosas histórias" e "viver a diversidade das relações culturais como um elemento unificador".

Entre eles contam-se "escritores de referência", mas também "novos talentos" que vão marcar a próxima edição da feira, prevista para o mês de março.

Afonso Reis Cabral, Patrícia Portela, Ondjaki, José Luís Peixoto, Margarida Vale de Gato e Gonçalo M. Tavares, bem como Isabela Figueiredo e Dulce Maria Cardoso, e os vencedores do Prémio Camões Mia Couto e Germano de Almeida são os nomes apontados pelo Camões Berlim.

"Não só como diretor da feira, mas também como leitor, temos muita curiosidade por conhecer os autores de Portugal, e por saber mais sobre a literatura portuguesa, não só literatura feita em Portugal, mas em língua portuguesa, de Moçambique, de Angola, da Guiné-Bissau", revelava o diretor da feira, Oliver Zille, em maio de 2021, em declarações à agência Lusa.

Cada ano, na Alemanha, são lançados cerca de 80 mil novos títulos e, de acordo com Zille, a feira do livro de Leipzig tem o trabalho de os promover, principalmente as obras lançadas na primavera.

Em 2017, a entidade organizadora da Feira do Livro de Leipzig dirigiu um convite a Portugal para participar como País Convidado de Honra na edição de 2021, tendo, em 2018, sido assinalada a Declaração de Intenções relativa ao projeto "Portugal, País Convidado de Honra na Feira do Livro de Leipzig 2021".

O evento, que estava marcado para os dias 27 a 30 de maio de 2021 teve de ser adiado para 2022 devido à pandemia de covid-19.

De acordo com a página oficial da FIL de Leipzig, a segunda maior feira do livro da Alemanha, e uma das mais importantes da Europa, deverá realizar-se conforme os moldes previstos de dia 17 a 20 de março de 2022.

 

28
Nov21

Matosinhos volta a receber a Feira do Livro

Niel Tomodachi

A 15.ª edição do evento arrancou esta sexta-feira, 26 de novembro, e chega ainda a mais espaços na cidade.

Feira do Livro Municipal está de volta para a 15.ª edição. Desta vez, o evento vai alargar-se a ainda mais espaços de Matosinhos.

Os espaços de venda já habituais no Museu Quinta de Santiago, em Leça da Palmeira, e a Galeria Municipal de Matosinhos, vão ter a companhia de mais três locais. A feira estende-se, portanto, ao Museu da Memória de Matosinhos, à Biblioteca Municipal Florbela Espanca — mas só a partir de 6 de dezembro — e à Biblioteca Anexa de S. Mamede de Infesta.

Em cada um dos locais será possível comprar livros e edições originais da autarquia ou promovidas por ela, sobretudo focadas na vida e histórias do município. Além da venda, haverá preços especiais com descontos entre os 30 e os 50 por cento.

A Feira do Livro Municipal conta também com vários eventos, espalhados por uma programação que decorrerá ao longo de todo o mês. Inclui, por exemplo, leituras encenadas, lançamentos de livros e horas do conto para miúdos. O evento termina a 29 de dezembro.

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Quotes:

“How wonderful it is that nobody need wait a single moment before starting to improve the world.” ― Anne Frank

Pesquisar

Nelson's bookshelf: currently-reading

Alfie - O Gato do Bairro
tagged: currently-reading

goodreads.com

2022 Reading Challenge

2022 Reading Challenge
Nelson has read 0 books toward his goal of 50 books.
hide

Arquivo

    1. 2022
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Afiliado Wook

WOOK - www.wook.pt

Comunidade Bertand

Afiliado Miniso

Read the Printed Word!

Em destaque no SAPO Blogs
pub