Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Little Tomodachi (ともだち)

Little Tomodachi (ともだち)

27
Set22

Low carb e sem glúten: comer bolo de chocolate nunca soube tão bem

Niel Tomodachi

Fica fofo e saboroso como qualquer outro, a única diferença é que não precisa de o comer com culpa ou medo de ficar inchado.

Há quem não coma carne e peixe, há quem se alimente apenas de vegetais e há quem escolha eliminar os alimentos muito processados do prato. Seja qual for o tipo de dieta escolhida, todas têm um objetivo comum — tornar mais saudável quem as segue.

Todas as formas de comer podem ser adaptadas aos objetivos de cada um, mas há um regime alimentar que promete ser a solução para quem quer fazer uma alimentação o mais natural possível: a dieta paleo. O resultado? O aspeto da pele melhora, o inchaço diminui e os níveis de ansiedade baixam.

Se evita comer glúten e prefere receitas low carb, tem mesmo de experimentar fazer este bolo de chocolate e amendoim. Não leva derivados de leite e é rico em proteína. Só demora 40 minutos a ficar pronto, asseguram as instruções disponíveis no blogue “Mamã Paleo” de Ana Guerreiro — um site repleto de possibilidades saudáveis para experimentar.

 

Do que precisa

— 6 ovos grandes
— 6 colheres de sopa de manteiga de amendoim
— 60 gramas de farinha de amêndoa
— 40 gramas de farinha de coco
— 3 colheres de sopa rasas de cacau em pó
— 1 colher de sopa de xilitol
— 2 colheres de chá rasas de fermento para bolos
— 1 gota de essência de baunilha (opcional)
— 1 pitada de sal
— pepitas de chocolate para colocar por cima q.b. (opcional)

Como se faz

Numa taça, coloque os ovos, a manteiga de amendoim, o sal e a baunilha e triture tudo com a varinha mágica. Depois, junte os restantes ingredientes e mexa tudo muito bem.

Em seguida, verta a massa para uma forma de silicone, cubra com as pepitas de chocolate (também pode adicionar algumas à massa) e leve ao forno pré-aquecido a 190 graus, durante cerca de 45 minutos.

Depois de o bolo arrefecer, se quiser, pode cobri-lo com chocolate e/ou manteiga de amendoim.

 

25
Set22

Skyramissu: a versão saudável e mais proteica do famoso doce italiano

Niel Tomodachi

Se é fã da receita original, esta é ideal para si. A troca do mascarpone pelo skyr torna-o muito menos calórico sem perder sabor.

O tiramisu é uma sobremesa transalpina que cruzou fronteiras e conquistou o mundo. Portugal não foi exceção. Apesar de ser um doce importado, a nossa paixão por esta iguaria já o tornou num marco da restauração nacional.

Estima-se que a receita original tenha surgido em Itália nos finais do século XVI. A sua criação foi influenciada pela visita do Duque da Toscânia a Siena. Os pasteleiros da cidade puseram mãos à obra e recorreram aos ingredientes mais nobres (queijo mascarpone, café e chocolate) para prepararem uma sobremesa digna da realeza. A forma de a preparar pouco se alterou desde então.

Apesar de muito apreciado, o tiramisu tem um defeito de peso. O açúcar misturado com o queijo mascarpone e leite condensado fazem desta sobremesa uma pequena bomba calórica. O que significa que é o maior inimigo de quem está a tentar perder peso. Porém, existem alternativas. A tendência de juntar proteína aos iogurtes, aos pudins e até à gelatina já chegou aos doces. Para este caso foi utilizado o famoso iogurte proteico skyr.

O skyramissu chega como uma fusão inovadora da gastronomia italiana à tradição islandesa. Com a consistência de um iogurte grego (mas classificado como um queijo de leite azedo fresco), o skyr faz parte da cozinha islandesa há séculos. Nos últimos anos conquistou um lugar de destaque no mundo da alimentação fit pelo seu impressionante valor nutricional. É pobre em calorias, gordura e hidratos de carbono, mas rico em proteínas, vitaminas e minerais.

Do que precisa

— 4 ovos
— 100 mililitros de adoçante líquido
— 150 gramas de skyr natural
— 200 gramas de palitos La Reine (sem açúcar)
— 1 café forte
— 50 gramas de cacau magro em pó

 

Como se faz

Comece por separar as gemas das claras. Coloque-as em taças separadas. Depois junte o adoçante às gemas e bata até obter uma mistura homogénea. Adicione o skyr e envolva. Deixe repousar enquanto bate as claras em castelo. Adicione-as ao preparado anterior e envolva com cuidado.

Depois comece a molhar os palitos de La Reine no café. Num recipiente, coloque uma primeira camada de bolachas embebidas e depois, por cima, coloque uma camada do creme que fez anteriormente. Crie camadas alternadas e finalize salpicando cacau em pó por cima.

 

10
Set22

Aprenda a fazer pudins proteicos de chocolate em casa — é rápido e ficam mais baratos

Niel Tomodachi

Quando foram lançados esgotaram em muitos supermercados. Com esta receita criada por Sandra Nereu pode fazê-los em 15 minutos.

Os pudins proteicos são um dos maiores sucessos do mundo do fitness e é fácil de perceber porquê. Além de funcionarem como uma sobremesa, uma vez que parecem mesmo um pudim, são uma forma prática de ingerir proteína ao pequeno-almoço ou lanche.

Quando foram lançados motivaram muitas corridas aos hipermercados, que resultaram em rutura de stocks durante alguns meses. Os sabores de chocolate e baunilha são os mais procurados, mas agora pode também fazê-los em casa. A sugestão é da Sandra Nereu, autora do blogue “Panelinha de Sabores”.

Com esta receita consegue poupar algum dinheiro e não perde tanto tempo como numa deslocação ao supermercado mais próximo. Só precisa de claras, cacau (ou outro sabor), folhas de gelatina e em 15 minutos terá alguns pudins proteicos.

 

Do que precisa

— 300 mililitros de claras líquidas
— 300 mililitros de água
— 30 gramas de cacau em pó
— 3 folhas de gelatina
— adoçar a gosto (com adoçante líquido ou outro)

Como se faz

Comece por misturar vigorosamente com um batedor de varas manual todos os ingredientes, à exceção da gelatina. Leve ao lume brando, mexendo sempre, até espessar. Retire do lume. Hidrate a gelatina em água fria durante 3 minutos. Escorra as folhas e acrescente-as à mistura. Mexa bem. Divida o pudim por taças e leve ao frigorífico durante pelo menos 2 horas.

 

09
Set22

O bolo saudável de cenoura e chocolate que fica pronto em 35 minutos (e 30 são no forno)

Niel Tomodachi

Uma versão que se prepara no liquidificador de um clássico que fez parte da infância de muitos. Uma receita simples e deliciosa.

O calendário não engana. O outono aproxima-se a passos largos. E muitos vão passar os próximos fins de semana vão a preparar o regresso à rotina. Entre filmes, arrumações e organizações, é inevitável que surja a vontade de fazer um bolo que deixe a casa com um cheiro maravilhoso. Contudo, não é preciso fazer algo mega calórico. Existem alternativas saudáveis e igualmente deliciosas, como a sugestão de Patrícia Ferreira do blogue “Ela Cozinha” que lhe apresentamos.

Trata-se da versão fit de um clássico habitual na cozinha das nossas avós sobretudo quando sabiam que iam ter visitas. A cobertura de chocolate é aquele toque que ou se ama, ou se dispensa. Se adora, não deixe de a colocar e completar com raspas de laranja que dão um twist super interessante à sugestão.

Para esta receita não precisa de desarrumar a batedeira — o liquidificador será um melhor aliado. É nele que se juntam parte dos ingredientes deste bolo de cenoura. Uma receita simples, mas deliciosa. Com a cobertura de brigadeiro, fica melhor ainda.

 

Do que precisa

— 3 cenouras inteiras cortadas
— 2 ovos
— 2 chávenas de farinha de aveia
— 50 mililitros de bebida vegetal
— 1/2 chávena de açúcar de coco
— 1 colher de chá de fermento
— 1 colher de sopa de cacau
— 2 colheres de sopa de óleo de coco
— 200 gramas de chocolate (com 70 por cento de cacau)

Como se faz

O primeiro passo é colocar todos os ingredientes líquidos e as cenouras no liquidificador e triturar. Depois coloque os ingredientes secos num recipiente e misture-os. Verta o preparado líquido nesta mistura e envolva muito bem até obter uma massa homogénea.

Coloque a massa numa forma anti-aderente e leve ao forno pré-aquecido a 200 graus. Entretanto derreta o chocolate em banho-maria e cubra o bolo assim que estiver pronto.

 

08
Set22

Os deliciosos brownies flow carb de abacate que se preparam em 35 minutos

Niel Tomodachi

Esta versão não tem glúten nem lactose. O grande destaque da lista de ingredientes é o fruto que aumenta a sensação de saciedade.

Os Estados Unidos da América não são propriamente conhecidos pela criação de pratos icónicos apreciados um pouco por todo o mundo. Podemos acreditar que os famosos hambúrgueres nasceram no país mas, na verdade, foram criados na Alemanha. Contudo, existe um bolo bastante popular cuja criação devemos aos norte-americanos: os deliciosos brownies de chocolate.

Ainda não tinham este nome, quando foram cozinhados pela primeira vez em 1893 (são bastante recentes, portanto). Surgiram graças à socialite Bertha Palmer, que trabalhava no hotel Palmer House, em Chicago. Nesse ano decorreu a grande Exposição Universal, na mesma cidade. A filantropa pretendia apresentar algo que pudesse ser facilmente transportado numa lancheira pelos hóspedes que iam visitar a mostra. Com a ajuda da sua equipa de pasteleiros, conseguiu. A receita, porém, não levava chocolate.

A designação brownies apareceu um pouco mais tarde, graças à chef Fannie Farmer, que acrescentou chocolate à preparação cozinhada numa forma retangular. Depois, cortou-a aos quadrados e, desde então, é assim que são servidos. Ao longo dos tempos, a receita foi conhecendo inúmeras versões, umas mais saudáveis que outras.

Patrícia Ferreira, do blogue “Ela Cozinha”, juntou-se a esta tendência e preparou uma versão que pode ser comida sem qualquer arrependimento. Além disso, tal como os originais, são perfeitos para os miúdos levarem para a escola e partilharem com os amigos. Garantimos-lhe que vão ser um sucesso.

 

Do que precisa

— 2 abacates maduros
— 200 gramas de chocolate preto
— 2 ovos
— 1 colher de chá de fermento em pó
— meia chávena de açúcar de coco
— 3 quartos de uma chávena de farinha de amêndoa
— 1 quarto de uma chávena de cacau em pó
— 60 gramas de nozes picadas
— 1 pitada de sal

 

Como se faz

Comece por derreter o chocolate em banho-maria e pré-aquecer o forno a 180 graus. Com uma colher retire o interior dos abacates, coloque numa liquidificadora ou triture com a ajuda de uma varinha mágica. Adicione o chocolate derretido e misture. Depois, adicione também o açúcar e os ovos. Mexa bem.

Junta os restantes ingredientes ao preparado e volta a misture até que tudo esteja totalmente incorporado e a massa homogénea. Numa assadeira coloque papel vegetal e unte-a com óleo de coco. Despeje o preparado e leve ao forno entre 25 a 28 minutos. Quando estiver pronto, deixe arrefecer e corte em quadrados.

 

27
Ago22

Os bombons de corn flakes saudáveis e crocantes que vão deliciar os miúdos

Niel Tomodachi

Estes flocos são os cereais mais populares do mundo. Têm uma história única que envolve religião e masturbação.

Todos nós já fomos miúdos e sabemos quão irresistíveis são os doces. Se os adultos nem sempre conseguem resistir à tentação, tentar evitar que os mais novos comam guloseimas é quase uma missão impossível. Quando não são consumidas com moderação, as gulodices carregadas de açúcar têm um impacto muito negativo na saúde dos miúdos. A solução é procurar alternativas mais saudáveis. Felizmente, existem iguarias que oferecem um balanço perfeito entre o que faz bem, e o que sabe ainda melhor. É o caso da receita criada por Rita Correia, entusiasta da vida saudável, que partilha as suas criações através do Instagram. Desta vez, optou por uns bombons feitos com corn flakes que, embora possa não parecer, são baixos em calorias, graças aos ingredientes utilizados. Além disto, todos lá em casa vão ficar fãs, desde os avós aos filhos.

Estes cereais tão conhecidos têm uma história bastante conturbada. Em 1894, os irmãos John Harvey Kellogg e Will Keith “WK” Kellogg tinham um sanatório e um spa com diferentes terapias em Michigan. O primeiro era o superintendente do espaço, enquanto que o segundo era o bibliotecário. Ambos eram extremamente religiosos. John acreditava na pureza do corpo, e levava esta crença ao extremo. Para ele, o sexo era impuro e maléfico. O pior, contudo, era a masturbação. Era casado, mas nunca consumou a união — ele a mulher tinham quartos separados e adotaram todos os filhos. Também achava que que comer carne e comidas picantes aumentava o desejo sexual, então eram proibidas no sanatório.

Para os substituir, criou um regime alimentar constituído apenas por cereais integrais e frutos secos. Escusado será dizer que tudo era bastante insípido. Então, inspirou-se nas bolachas de trigo que existiam na altura e criou os corn flakes. O seu irmão incentivou-o a acrescentar açúcar àquela novidade e começaram a comercializá-lo fora do sanatório.   Desde então já foram reinventados de diversas formas e usados como ingrediente em muitas receitas. A proposta de Rita Correia com base nestes flocos é saudável e deliciosa, indicada para os miúdos mais gulosos ou para uma festa de aniversário.

Do que precisa

— 100 gramas de chocolate 70 por cento cacau
— 1 colher de sopa de óleo de coco em estado líquido e sem aroma
— 1 chávena de 250 ml de corn flakes com zero por cento de açúcares adicionados

Como se faz

Comece por derreter o chocolate com o óleo de coco no micro-ondas durante um minuto e 30 segundos, na potência de 600 watts. Misture bem até ficar totalmente desfeito. Depois, deite os corn flakes numa taça e cubra-os com o chocolate. Envolva suavemente para não partirem, até ficarem todos envolvidos no chocolate. Deita o preparado em pequenas formas usando uma colher de sobremesa. Leve ao frigorífico durante aproximadamente quatro horas.

 

25
Ago22

Este livro ensina a fazer o mesmo doce com diferentes calorias

Niel Tomodachi

O livro de receitas “Uma vez não são vezes!”, de Ariana Costa e Ana Goios, reúne clássicos das sobremesas para comer sem culpa. Para cada doce as autoras apresentam uma versão com mais ou menos calorias.

É um livro apetitoso, que apetece comer logo se olha para o tiramisu da capa. O apetite vai crescendo, página a página, perante o desfile de sobremesas, daquelas que não se podem comer todos os dias. “Uma vez não são vezes!” é mesmo para ir testando, quando queremos terminar uma refeição com um doce bonito num dia especial.

O gelado é outra sugestão.

Não se assustem os mais ortodoxos da alimentação saudável. Este livro serve todos. Os que seguem o lema “Uma vez não são vezes” e aqueles que se sentem a pecar por comerem uma baba de camelo uma vez por ano. Para que todos se deliciem sem culpa, as autoras, ambas nutricionistas, apresentam três versões da mesma receita. Uma primeira versão tradicional, “para a receita que tem lugar especial no nosso coração, por nos fazer lembrar a nossa mãe ou a nossa avó” e, por isso, não deve ser alterada; uma segunda versão idêntica à anterior, mas com a poupança de algumas calorias.

Por fim, a versão das nutricionistas, ou seja, “uma sobremesa igualmente deliciosa, mas muito mais equilibrada a nível nutricional, com uma redução significativa do teor de açúcar e/ou de gordura e, consequentemente, do seu valor energético”. A receita de torta de laranja abaixo demonstra claramente essa possibilidade.

No livro vai também encontrar informações sobre açúcar e respetivos substitutos e orientações nutricionais para a seleção de ingredientes. E não menos importante: “dicas infalíveis” para conseguir bolos perfeitos. Um adequado controle da temperatura, a escolha da forma certa ou a preparação das claras, das natas ou da gelatina que se adiciona à massa podem fazer a diferença no momento de apresentar um bolo.


RECEITA

 

Torta de laranja – versão um

 

Ingredientes
9 ovos
500 g de açúcar (50 g dos quais para polvilhar)
50 g de farinha de trigo
250 ml de sumo de laranja
raspa de laranja q.b.
margarina para untar

Modo de preparação
Pré-aquecer o forno a 180º, untar um tabuleiro com margarina, forrar com papel vegetal e voltar a untar. Numa tigela misturar o açúcar com a farinha, juntar o sumo de laranja, a raspa de laranja e os ovos e bater bem. Colocar a massa no tabuleiro e levar ao forno durante 15 a 20 minutos. Retirar do forno, deixar arrefecer ligeiramente e desenformar sobre um pano polvilhado com açúcar e enrolar com cuidado.


Torta de laranja – versão três

Ingredientes
4 ovos
150 ml de claras
150 g de eritritol (dos quais 25 g serão para polvilhar)
40 g de amido de milho
250 ml de sumo de laranja
raspa de laranja q.b.
margarina para untar

Modo de preparação
Pré-aquecer o forno a 180º. Untar um tabuleiro com margarina, forrar com papel vegetal e voltar a untar. Numa tigela dissolver o amido de milho no sumo de laranja. Numa taça larga bater os ovos e as claras com o eritritol. Juntar a raspa de laranja e a mistura de sumo com o amido de milho. Seguir procedimento igual à versão um.


“Uma vez não são vezes!”, de Ariana Costa e Ana Goios
Caminho das Palavras
144 páginas
PVP: 17,91 euros

 

24
Ago22

As empadas de frango saudáveis e low carb que vai querer levar para todo o lado

Niel Tomodachi

Uma deliciosa alternativa caseira às que se encontram à venda nos cafés e pastelarias, cheias de calorias e péssimas para a dieta.

Quem leva o almoço para o trabalho ou procura snacks práticos para levar para a praia, piscina ou num qualquer outro programa com miúdos, está sempre em busca de alternativas saudáveis. O objetivo é variar das típicas sandes com tudo e alguma coisa e da já típica massa com atum. Ana Guerreio, do blogue “Mamã Paleo” encontrou a solução: empadas de frango caseiras.

Esta especialidade ocupa o primeiro lugar do pódio das iguarias mais consumidas fora de casa. Porém, embora existam inúmeras opções no mercado, a maioria das que se encontram à venda em cafés e pastelarias são bastante calóricas e, por isso, péssimas para a dieta. Mas não têm de ser todas assim. É possível preparar versões caseiras equilibradas nutricionalmente, pobres em calorias, ricas em proteínas — e com muitos benefícios para a saúde.

Livre de glúten e sem lacticínios, esta receita é também uma ótima forma de aproveitar restos de frango e de vegetais que tenha no frigorífico.

Do que precisa

Para o recheio
— meio frango cozido desfiado
— 1 cebola média picada
— 1 cenoura média ralada
— meio raminho de salsa picado
— 1 colher de chá de café em pó
— 1 colher de café de pimentão doce
— 1 colher de café de cominhos
— 1 colher de café de caril
— 1 colher de sopa de polpa de tomate sem aditivos
— sal e pimenta q.b.
— azeite q.b.|
— 1 concha da água da cozedura do frango

 

Para a massa
— 2 colheres de azeite
— 30 gramas de polvilho azedo (ou doce) ou farinha de araruta
— 70 gramas de farinha de amêndoa ou farinha de mandioca
— 40 gramas de farinha de trigo sarraceno ou de fubá de mandioca
— 1 ovo inteiro, mais 1 clara
— 3colheres de água fria
— 1 colher de sopa de psyllium husk em pó ( opcional )
— meia colher de café de fermento sem glúten
— pitada de sal
— 1 gema para pincelar e alguma farinha de araruta, polvilho ou fubá para ajudar a moldar a massa

 

Como se faz

Numa frigideira coloque azeite, junte a cebola, a cenoura e o alho. Deixe alourar durante um minuto e junte o frango desfiado, o molho de tomate, as especiarias e a salsa bem picada. Cozinhe durante aproximadamente três minutos em lume no médio. Deixe arrefecer.

De seguida, misture bem as farinhas, o psyllium, o sal e o fermento. Junte o azeite e amasse com os dedos (ou num robô de cozinha). De seguida junte o ovo, a clara e a água até obter uma massa moldável e fácil de trabalhar.

Com a ajuda de um rolo de cozinha, estenda a massa e forre as formas com uma “folha” fina de massa. Preencha cada uma com o recheio, molde círculos e tape as empadas. Deve unir a massa que forrou as formas com a “tampa” circular que as cobriu. No final, pincele com uma gema de ovo e leve ao forno pré-aquecido a 180 graus durante 20 a 25 minutos.

Pode também fazer uma versão de tamanho familiar utilizando uma tarteira grande.

 

22
Ago22

Bolinhas de frango e aveia

Receita by A Pitada do Pai

Niel Tomodachi

Bolinhas de Frango com Aveia – Dieta na Cozinha / Diabetes

Se anda sem ideias para os lanches dos mais pequenos, não pode deixar de experimentar estas bolinhas de frango e aveia com Bongo e fruta! Rendem, não dão trabalho e os miúdos adoram.

No dia-a-dia, por vezes, falta-nos inspiração para as refeições mais leves e lanches dos miúdos e graúdos também. E acabamos por recorrer a produtos industrializados. Mas esta opção é deliciosa, saudável e acompanhado com um bongo e fruta, torna-se num lanche bem completo.

Além do frango, a aveia vem enriquecer este lanchinho. Que fica bem mais nutritivo e saciante, visto que este cereal é muito rico em várias vitaminas, minerais, fibras e antioxidantes essenciais para uma vida saudável.

Por ser prático de fazer e de colocar na lancheira, é a solução para várias situações, em que é preciso levar comida de casa. Eles comem com facilidade e gostam bastante.

Se preferir, pode substituir o frango por brócolos cozidos ou lentilhas, por exemplo e desse modo consegue uma versão ovolactovegetariana.

Espero que goste. Cá em casa fez sucesso! ?

 

Ingredientes:

1 peito frango (picado)

2 unidades ovo

½ chávena aveia.

1/3 chávena queijo ralado

1/2 colher de chá alho em pó

 

Preparação:

1.Preaqueça o forno a 200º C.
2.Numa taça, coloque todos os ingredientes e amasse bem até ligarem.
3.Faça pequenas bolas e coloque num tabuleiro de levar ao forno forrado com papel vegetal.
4.Leve ao forno cerca de 15-20 minutos.

 

22
Ago22

A irresistível delícia de chocolate que prepara em 10 minutos na Bimby

Niel Tomodachi

Não será a receita mais saudável ou amiga da dieta, mas está entre as mais deliciosas. Com moderação, vale a pena experimentar.

Sabemos que não é preciso um motivo especial para fazer — e, sobretudo, para comer — bolo de chocolate. Nem há nada melhor para ter à mesa, principalmente quando há miúdos por perto, que um exemplar simples, rápido e muito saboroso deste doce. Seja hora do lanche ou da sobremesa, esta é uma aposta que nunca falha.

Caso esteja à procura de algo novo para experimentar, a delícia de chocolate que prepara na Bimby em 10 minutos, embora demore cerca de 40 a estar pronta a servir, pode ser a solução. Para lhe dar forma, precisa apenas de sete ingredientes, que encontra em qualquer supermercado.

A mistura fica só 10 minutos no forno, de modo a que acabe mal cozido no interior, quase tipo mousse. A receita leva 50 gramas de farinha — cerca de duas colheres e meia de sopa, para conseguir um efeito mais húmido do que fofo.

Se seguir tudo à risca, e não será complicado, visto que a proposta está classificada como fácil, no final tem 12 porções prontas a provar.

No Cookido — site repleto de receitas para experimentar no robô de cozinha — deixam ainda algumas dicas para que tudo fique perfeito. Por exemplo, se utilizar chocolate com 70 por cento de cacau ou mais, indicam que pode reduzir o chocolate para 200 gramas.

Para quem preferir um bolo mais firme, recomendam que o coza, a 180 graus, por 20 a 25 minutos. Servir o bolo quente com gelado de baunilha ou natas batidas é uma opção a considerar, revelam.

 

Do que precisa

— 6 claras de ovo
— 1 pitada de sal
— 200 gramas de açúcar
— 150 gramas de manteiga à temperatura ambiente, mais q.b. para untar
— 6 gemas de ovo
— 250 gramas de chocolate para culinária partido em pedaços pequenos
— 50 gramas de farinha

 

Como se faz

Comece por pré-aquecer o forno a 200 graus. Em seguida, unte uma forma de fundo amovível, com cerca de 22 centímetros de diâmetro, com manteiga.

Depois, insira a borboleta/batedor no copo, coloque as claras e o sal e bata durante seis minutos na velocidade 3.5. Adicione então 20 gramas de açúcar e misture por 20 segundos na mesma velocidade. Retire e reserve.

Após retirar a borboleta, acrescente 180 gramas de açúcar, as gemas e a manteiga, e bata cinco minutos a 70 graus na velocidade quatro. Junte o chocolate e, antes de misturar por 20 segundos na velocidade cinco, deixe amolecer uns segundos. Coloque farinha e bata mais 10 segundos na mesma velocidade.

Volte a inserir a borboleta e, posteriormente, adicione as claras batidas e envolva por 20 segundos na velocidade 2.5. Deite na forma e leve ao forno, a 200 graus, cerca de 10 minutos. Por fim, deixe arrefecer o bolo por cinco minutos antes de desenformar. Sirva quente ou frio.

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Quotes:

“How wonderful it is that nobody need wait a single moment before starting to improve the world.” ― Anne Frank

Pesquisar

Nelson's bookshelf: currently-reading

Alfie - O Gato do Bairro
tagged: currently-reading

goodreads.com

2022 Reading Challenge

2022 Reading Challenge
Nelson has read 0 books toward his goal of 50 books.
hide

Arquivo

    1. 2022
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Afiliado Wook

WOOK - www.wook.pt

Comunidade Bertand

Afiliado Miniso

Read the Printed Word!

Em destaque no SAPO Blogs
pub