Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Little Tomodachi (ともだち)

Little Tomodachi (ともだち)

09
Jul22

Criador de “A Guerra dos Tronos” garante que final dos livros será muito diferente

Niel Tomodachi

George R.R. Martin deixa um alerta aos fãs que continuam pacientemente à espera da conclusão da saga.

“Cada vez mais e mais distantes”, é dessa forma que George R.R. Martin descreve os dois finais da saga que criou em 1996. O autor de “A Guerra dos Tronos” ainda não concluiu a história, mas tem sobre si o peso da adaptação televisiva da HBO.

Aquela que foi uma das mais vistas séries do século — e que foi para o ar entre 2011 e 2019 — apressou-se a chegar a um final antes de que o próprio criador o pudesse fazer. Dessa forma, a saga será contada de duas formas distintas.

Pacientes têm sido os fãs, que continuam ansioso pelo lançamento de mais dois volumes, o sexto e sétimo livro. Temem, igualmente, que Martin possa morrer antes de dar um fim à história, até porque conta já com 73 anos.

“Tenho trabalhado muito no meu jardim”, escreveu no seu blogue pessoal. “As coisas estão a crescer e a mudar, tal como acontece aos jardineiros. As coisas mudam, dão reviravoltas, novas ideias surgem, velhas ideias mostram-se inviáveis, escrevo, reescrevo, reestruturo, rasgo tudo e volto a escrever.”

No texto, abordou também as diferenças entre a adaptação da HBO e o caminho que quer dar aos livros. “Noto cada vez mais que a minha jardinagem me está a a levar cada vez para mais longe, mais distante daquilo que foi a série”, disse. “Sim, algumas das coisas que viram na produção da HBO também verão em ‘The Winds of Winter’ (embora, talvez, de forma distinta), mas na sua maioria a história será bem diferente. Nem todas as personagens que sobreviveram na série irão sobreviver até ao fim de A Canção de Fogo e Gelo. Algumas, certamente. Claro. Talvez a maioria, mas não todas.”

Na conclusão, ao bom jeito de Martin, deixou ainda uma nota. “Claro que posso mudar de ideias novamente na próxima semana, quando fizer o próximo capítulo”, assegura. “É assim a jardinagem.”

 

06
Mai22

Já foi divulgado o trailer da nova série de “A Guerra dos Tronos”

Niel Tomodachi

“House of the Dragon” é a produção da HBO que teve gravações em Portugal no ano passado.

Chegou o trailer de uma das séries mais esperadas do ano, “House of the Dragon”, a prequela de “A Guerra dos Tronos”. As imagens foram divulgadas nesta quinta-feira, 5 de maio. Várias cenas foram gravadas em Portugal no ano passado, nas aldeias de Monsanto e Penha Garcia, concelho de Idanha-a-Nova.

Sob o comando dos Targaryen, numa época em que os dragões dominavam tudo e todos, habilmente comandados pelos seus mestres de cabelos platinados, Westeros prepara-se para uma nova batalha. 

A guerra civil recebeu o nome de “Dance of the Dragons”, a Dança dos Dragões. O confronto opôs dois herdeiros ao trono, Rhaenyra e o seu meio-irmão Aegon II, num conflito que definiu muito do que seria o futuro da então mais temida e poderosa casa de Westeros.

Esta nova prequela é uma ideia do próprio George R. R. Martin, o autor dos livros da saga, e de Ryan Condal, outro dos showrunners desta produção. É baseada no livro “Fire & Blood”, que se passa 200 anos antes dos acontecimentos de “A Guerra dos Tronos”. A estreia na HBO Max está marcada para 22 de agosto.

 

30
Mar22

Nova série de “A Guerra dos Tronos” já tem data de estreia

Niel Tomodachi

Trata-se do projeto que inclui cenas gravadas em Portugal no ano passado, nos arrredores das aldeias de Monsanto e Penha Garcia.

"House of the Dragon”, o primeiro spinoff de “A Guerra dos Tronos”, já tem data de estreia: chega à HBO Max a 22 de agosto. Vai ter dez episódios e trata-se de uma prequela da história original. Baseia-se no livro “Fire & Blood”, do autor George R. R. Martin. Esta é a produção televisiva que teve filmagens em Portugal no ano passado, nos arredores das aldeias de Monsanto e Penha Garcia, em Idanha-a-Nova. 

A narrativa centra-se na família Targaryen. As personagens são outras, mas a sede de poder da família mantém-se intacta. No centro do enredo está, mais uma vez, a sucessão e o direito a tomar o controlo do Trono de Ferro.

Sob o comando dos Targaryen, numa época em que os dragões dominavam tudo e todos, habilmente comandados pelos seus mestres de cabelos platinados, Westeros prepara-se para uma nova batalha. A guerra civil que se seguiu recebeu o nome de “Dance of the Dragons”, a Dança dos Dragões. O confronto opôs dois herdeiros ao trono, Rhaenyra e o seu meio-irmão Aegon II, num conflito que definiu muito do que seria o futuro da então mais temida e poderosa casa de Westeros.

Com David Benioff e D.B. Weiss fora de cena, um velho conhecido de “A Guerra dos Tronos” foi chamado para liderar a produção. Miguel Sapochnik, realizador de alguns dos mais famosos episódios da série, é agora um dos showrunners, ao lado de Ryan Condal — este último um dos argumentistas que trabalhou lado a lado com George R. R. Martin.

Além disso, está confirmado que o compositor Ramin Djawadi, o autor dos temas originais que se destacaram durante as oito temporadas de “A Guerra dos Tronos”, está de volta para este novo projeto.

 

15
Dez21

Viagem aos Sete Reinos: vai abrir em breve o parque de “A Guerra dos Tronos”

Niel Tomodachi

Vai ser a nova Meca dos fãs da saga. Instalada nos estúdios na Irlanda do Norte, abre as portas a 4 de fevereiro de 2022.

Uma autêntica viagem imersiva ao mundo criado por George R.R. Martin. É isso que prometem os responsáveis por esta espécie de parque temático nos estúdios onde foi filmada parte da série da “HBO”, na Irlanda do Norte.

Há vários anos que se fala sobre o espaço que até previa uma abertura oficial para a primavera de 2020. A pandemia apareceu para arruinar todos os planos, mas agora parece que os Sete Reinos vão mesmo tornar-se numa realidade já a partir do dia 4 de fevereiro de 2022.

O anúncio foi feito ainda antes da chegada da última temporada, no início de 2019, com o jornal americano “The New York Times” a revelar que a transformação do antigo estúdio iria criar um espaço de 10 mil metros quadrados de cenários inspirados em Westeros mas também em regiões mais remotas do mundo de “A Guerra dos Tronos”.

Por lá estarão ainda as fardas originais, as armas e muitos outros objetos usados pelos atores nas gravações. “Vai ser uma experiência imersiva onde os fãs vão sentir que estão dentro dos seus cenários favoritos da série”, revelou então Jeff Peters, o vice-presidente da divisão de licenciamento da “HBO”.

O Game of Thrones Studio Tour está a ser finalizado nos Linen Mill Studios, na cidade de Banbridge, a pouco mais de 30 quilómetros de Belfast. O investimento avultado — que se estima poder chegar aos 28 milhões de euros — irá recriar não só King’s Landing, mas também Braavos, Dorne e Dragonfell — cenários cuja construção ficou a cargo dos mesmos artesãos que trabalharam na série.

Um dos destaques será, por exemplo, o trono de Daenerys Targaryen no castelo de Dragonstone, onde estará também exposto o imponente casaco de pelo branco que a personagem usou no local. Mais a norte, mas apenas a uns metros de distância, os visitantes poderão celebrar no Grande Hall de Winterfell, a casa dos Stark, onde Jon Snow foi proclamado Rei do Norte.

A experiência imersiva assenta igualmente em vários efeitos visuais que poderão ser experimentados pelos visitantes. Haverá ainda um ecrã verde, semelhante ao que os atores usaram nas gravações, onde qualquer um pode testar as suas aptidões como ator — e ver-se rodeado dos mesmos cenários computorizados que recriam Westeros.

“A experiência imersiva baseada nos sentidos cria uma experiência assente em tecnologia e design de ponta para dar vida a Westeros e recordar a escala épica da série”, explicam os responsáveis.

“Saberem que estão exatamente no mesmo local onde foram filmados os momentos mais memoráveis da série é uma coisa incrível”, nota Peter van Roden, vice-presidente do entretenimento temático da Warner Bros.

Para os mais ansiosos: os bilhetes já podem ser comprados no site oficial. Têm um custo de 46,5€ para adultos e 32,3€ para crianças dos 5 aos 15 anos. Existem, no entanto, bilhetes de família, com preços que variam entre os 128€ e os 135€. A acrescer a este valor há, claro, o transporte para Belfast (ou Dublin), que pode ser comprado separadamente no site.

 

09
Jul21

Nova série de “A Guerra dos Tronos” vai ser gravada em Portugal

Niel Tomodachi

A aldeia histórica de Monsanto é um dos locais escolhidos para filmar parte da nova produção da HBO.

225b11715f7089d0c57c3fbff189ac89-754x394.jpg

Já todos sabíamos que a prequela de “A Guerra dos Tronos”, “House of the Dragon”, ia estrear em 2022. Agora, segundo o “Jornal do Fundão”, sabe-se que parte da nova série da HBO vai ser gravada em Portugal. A aldeia histórica de Monsanto será um dos locais escolhidos para fazer parte da rodagem.

De acordo com a publicação regional, houve uma visita técnica no mês de junho por parte do departamento de locais, dos produtores e de um dos realizadores da série. A equipa internacional terá ficado hospedada no Hotel Fonte Santa, nas Termas de Monfortinho, e o castelo de Monsanto foi uma das maiores atrações para quererem fazer ali aquela produção de fantasia de inspiração medieval.

O “Jornal do Fundão” diz ainda que esta semana haverá uma nova visita, em conjunto com o presidente da Câmara Municipal da Idanha-a-Nova, Armindo Jacinto, e o presidente da Junta de Freguesia de Monsanto, Paulo Paiva Monteiro, para começar os preparativos logísticos. Se se confirmar, serão centenas de pessoas que estarão a trabalhar no set.

As gravações de “House of the Dragon” arrancam em outubro em Espanha. A história baseia-se no livro “Fire & Blood”, do autor George R. R. Martin, e centra-se na família Targaryen, 300 anos antes dos acontecimentos a que todos assistimos na série mãe. Vai ter dez episódios.

 

20
Mar21

Está confirmado: vêm aí mais três spinoffs de “A Guerra dos Tronos”

Niel Tomodachi

A fome vai dar origem a uma fartura. O mundo de Westeros vai invadir a HBO com mais três produções ainda sem data de estreia.

2f3472eed39a4d8d9c05b25f3fa64797-754x394.jpg

Está confirmado: o mundo fantástico de George R.R. Martin vai dar origem a mais três séries que vão explorar os acontecimentos antes da grande guerra pelo trono de “A Guerra dos Tronos”.

A novidade foi revelada pela “The Hollywood Reporter”. Um deles tem o título provisório de “9 Voyages” e será desenvolvido por Bruno Heller, o criador de “Roma”. Irá acompanhar Lord Corlys Velaryon, líder da Casa de Velaryon, uma personagem que também vai fazer uma aparição na mais avançada prequela, “House of the Dragon”.

Segue-se “10.000 Ships”, focada na princesa guerreira Nymeria, da Casa Martell e fundadora de Dorne — acontecimentos que têm lugar mil anos antes da batalha travada entre Westeros e os White Walkers. O terceiro projeto irá centrar-se no pequeno e pobre bairro de Flea Bottom, em King’s Landing.

Estas três séries vêm assim juntar-se a “House of the Dragon” como sucessores da pioneira série que terminou em 2019 um percurso de nove anos — cujo episódio final enraiveceu a grande maioria dos fãs da saga.

As filmagens começam em abril e a história foca-se nos Targaryen e na guerra civil que devastou Westeros. É o único spinoff com alguma previsão de estreia: chega em 2022.

 

28
Jan21

HBO está a preparar uma série de animação de “A Guerra dos Tronos”

Niel Tomodachi

É mais um dos projetos que estão em desenvolvimento baseados nas histórias de George R. R. Martin.

85af117b4af8cd94e76d0ade13d8ee1a-754x394.jpg

A HBO está a preparar uma série de animação do universo de “A Guerra dos Tronos”, avança a revista americana “The Hollywood Reporter”. Está numa fase inicial de desenvolvimento e ainda não há quaisquer detalhes sobre a narrativa e o projeto — tirando que se vai basear nas histórias de fantasia de George R. R. Martin.

Há uma semana, tinha sido noticiado que a HBO estava a trabalhar em várias prequelas da saga. Segundo a revista americana “Entertainment Weekly”, a plataforma quer fazer com o universo de fantasia de “A Guerra dos Tronos” aquilo que a Disney está a fazer com a saga de “Star Wars” no streaming: desdobrar as histórias, explorar este mundo rico de diferentes formas, criar várias séries.

Por enquanto, só está confirmada oficialmente a produção de uma prequela. “House of the Dragon” deverá começar as gravações este ano para estrear em 2022. O enredo irá centrar-se na guerra civil entre duas fações da família Targaryen — e já foram garantidos pelo menos dez episódios. As origens da Casa Targaryen e os primeiros tempos de Westeros serão o cenário histórico para contar esta narrativa, que se vai passar cerca de 200 ou 300 anos antes de “A Guerra dos Tronos”.

Esta nova prequela é uma ideia do próprio George R. R. Martin e de Ryan Condal, um dos showrunners. É baseada no livro “Fire & Blood”. Também já foi revelado que o realizador Miguel Sapochnik, o responsável por alguns dos episódios mais épicos de “A Guerra dos Tronos” (sobretudo aqueles com batalhas), irá ser um dos showrunners desta prequela e vai dirigir o episódio piloto.

A “Variety” noticiou que em cima da mesa está ainda um projeto baseado nas histórias de “The Dunk and Egg”, também de George R. R. Martin. A narrativa acompanha as aventuras de Sir Duncan the Tall e de um jovem Aegon V Targaryen, sendo que se passam 90 anos antes dos acontecimentos de “A Guerra dos Tronos”.

A “Entertainment Weekly” acrescenta que, além desta série, a HBO está a ponderar desenvolver outras prequelas. Para isso, está a falar com argumentistas de topo para que sejam discutidas várias ideias possíveis tendo em conta os diversos trabalhos de Martin. Bruno Heller, que escreveu “Roma”, é um dos guionistas envolvidos.

Entre as ideias contempladas está uma prequela baseada na rebelião de Robert — a guerra pelo Trono de Ferro que mudou Westeros algumas décadas antes da série mãe. A HBO não está a considerar, por enquanto, trabalhar em sequelas ou spinoffs.

Recorde-se que o primeiro projeto gravado pela HBO após a ”A Guerra dos Tronos” foi uma prequela cujo episódio piloto foi descartado pelos executivos. Só depois é que “House of the Dragon” teve ordens para avançar.

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Quotes:

“How wonderful it is that nobody need wait a single moment before starting to improve the world.” ― Anne Frank

Pesquisar

Nelson's bookshelf: currently-reading

Alfie - O Gato do Bairro
tagged: currently-reading

goodreads.com

2022 Reading Challenge

2022 Reading Challenge
Nelson has read 0 books toward his goal of 50 books.
hide

Arquivo

    1. 2022
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Afiliado Wook

WOOK - www.wook.pt

Comunidade Bertand

Afiliado Miniso

Read the Printed Word!

Em destaque no SAPO Blogs
pub