Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Little Tomodachi (ともだち)

Little Tomodachi (ともだち)

30
Nov22

Christmas Books List!!! #2022

Niel Tomodachi

66,142 Christmas Books Stock Photos, Pictures & Royalty-Free Images - iStock

Todos os anos tenho uma lista de livros pedidos para o Natal. Normalmente costumam oferecer me alguns dos livros que coloco na lista. Este ano (2021) a lista é a seguinte:

:::::

Diapositivo1.JPG

Diapositivo2.JPG

Diapositivo3.JPG

Diapositivo4.JPG

Estes são apenas alguns dos livros que tenho na minha GRANDE lista...

Vamos lá ver se não aumenta até ao fim do ANO lol estão sempre a surgir livros novos e interessantes!!!

 

30
Nov22

Helpo: Este Natal, a sua ceia chega a mais pessoas

Niel Tomodachi

Este ano, o seu Natal volta a ser solidário e muito colorido. Ofereça bolas solidárias Helpo e alimente milhares de crianças e famílias de Moçambique, São Tomé e Príncipe e Ucrânia.

Este Natal, a sua ceia chega a mais pessoas

Pode escolher entre 5 Bolas solidárias, que correspondem a 5 apoios alimentares:
- Lanche escolar anual para 1 aluno em Moçambique - 12€
- Refeição quente semanal para 20 crianças em São Tomé - 20€
- Cabaz alimentar para 1 família ucraniana em Portugal - 30€
- Papas mensais para 40 crianças em Moçambique - 55€
- Kit alimentar mensal para 1 família em Moçambique - 110€

Ao oferecer bolas de Natal solidárias àqueles de quem mais gosta, está a ajudar a Helpo a distribuir alimentos a quem mais precisa. E como os apoios são distribuídos em contexto escolar, está também a ajudar estas crianças a ir às aulas. A distribuição de alimentação é um forte incentivo para levar as crianças à escola.

Encomende o seu presente aqui ou através de sofianobre@helpo.pt e faça chegar a sua generosidade a quem mais precisa.

 

Source:  https://www.helpo.pt/pt/news/este-natal-a-sua-ceia-chega-a-mais-pessoas

 

30
Nov22

Porto já está iluminado com as cores do Natal

Niel Tomodachi

A cidade do Porto já está iluminada com as cores do Natal. As luzes foram ligadas ao final da tarde desta quarta-feira.

A iluminação, que inclui a árvore gigante junto à Câmara, vai permanecer nas ruas do Porto até 6 de janeiro.

"Durante esse período, a iluminação vai funcionar de domingo a quinta-feira, entre as 18 e as 23 horas. Às sextas-feiras, sábados e vésperas de feriado, o funcionamento prolongar-se-á até às 24 horas", explicou a Autarquia.

 

30
Nov22

Musical do “Shrek” estreia no Coliseu do Porto, no Parque Mayer, em Lisboa, e no Casino Estoril

Niel Tomodachi

Musical do “Shrek” estreia no Coliseu do Porto, no Parque Mayer, em Lisboa, e no Casino Estoril

O mais divertido, animado e esverdeado espetáculo musical infantil estará em cena, em Lisboa, numa tenda no Parque Mayer, em novembro e dezembro de 2022. Em 2023 passará pelo Coliseu do Porto AGEAS, a 19 de março, e pelo Salão Preto e Prata do Casino Estoril, a 7 de maio.

O musical tem da Yellow Star Company, Encenação de Paulo Sousa Costa e Luís Pacheco, Direção Musical de Carolina Puntel, Direção de Arte de Fred Klaus e Assistência de Arte de Anne Carestiato.

Do elenco elenco fazem parte: Beatriz Souza, Daniela Soares, Debbie Monteiro, Eliseu Ferreira, Francisco Gonçalves, Gonçalo Rosales, Inês Pedro de Campos, Lia Antunes, Miguel Sousa, Pedro Leitão, Pedro Alexandre Torres, Rebeca Reinaldo, Sara Maia e Vitor Loschiavo

Este musical faz adaptação do espetáculo com músicas de Jeanine Tesori, texto e letras de David Lindsay-Abaire e é baseado no filme “Shrek”, produzido pela Dreamworks em 2001 e no livro “Shrek”, de William Steig, publicado em 1990.

 

Sinopse do musical:

Shrek é um ogre que vive feliz e sozinho num pântano de Tão Tão Longe. O seu sossego é ameaçado quando o governante local, Lord Farquaad, despeja no lugar todas as criaturas mágicas do seu reino. Para se livrar delas, o ogre faz um acordo com Farquaad: vai buscar a “peça” que tornaria completo o reino de Lord. Essa peça é Fiona, uma princesa politicamente incorreta que vive aprisionada num castelo vigiado por um dragão. Shrek e o seu amigo Burro partem para a missão de libertá-la. E conseguem. Mas Shrek apaixona-se por Fiona, passando a lutar pela conquista do seu coração.

Classificação Etária Maiores de 3 anos
Reservas e informações 938 667 315 | bilheteira@yellowstarcompany.com

 

30
Nov22

Em Coimbra, o Natal dura 23 dias e traz concertos, animações e provas de cervejas

Niel Tomodachi

Luzes, artes circenses e até rock n’ roll fazem parte do programa “Baixa Natal 22: No Coração da Cidade”.

52e49971465858a912a64d269898df2f-754x394

Está a chegar o tão esperado momento: as luzes de Natal vão ser ligadas em Coimbra na próxima quinta-feira, 1 de dezembro, e a partir daí começam três semanas de verdadeira magia. O evento “Baixa Natal 22: No Coração da Cidade” conta com mais de 60 razões para aproveitar a época em pleno. Até ao dia 23 de dezembro há muito a acontecer, desde concertos a provas de vinhos e cerveja artesanal, não deixe que lhe escape nada. 

O programa arranca na histórica Praça 8 de Maio, às 18 horas do dia 1 de dezembro, quando se acenderem as luzes de Natal. Logo a seguir, há um concerto do Coimbra Gospel Choir, formação que integra a Amazing Arts — Companhia das Artes de Coimbra. O Pai Natal também está convidado e faz a primeira presença da época na cidade. 

A inauguração da iluminação marca o arranque das três semanas da “Baixa Natal 22: No Coração da Cidade”, iniciativa promovida pela Câmara Municipal de Coimbra/Mercado Municipal D. Pedro V, União das Freguesias de Coimbra e Agência para a Promoção da Baixa de Coimbra. No total, são cerca de 40 os locais que recebem decoração de Natal luminosa, distribuídos pelas principais rotundas de acesso à área urbana, por várias praças e ruas com mais circulação, sobretudo na Baixa, mas também em zonas como a Cruz de Celas ou a Solum.

Com o objetivo de poupar energia, o município vai ligar a iluminação diariamente apenas entre as 18 e as 23 horas. Exceção é a noite de Fim de Ano, em que as luzes permanecem acesas até às três da manhã. Durante 23 dias, um vasto programa cultural vai invadir os espaços centrais da Baixa de Coimbra, com iniciativas a decorrer na Praça do Comércio, Praça 8 de Maio, Mercado Municipal D. Pedro V e Palco Rádio Baixa (Largo da Freiria). A programação foi desenhada pela organização em parceria com a Associação Há Baixa, Coola Boola — Colab, Escola de Hotelaria e Turismo de Coimbra, Jazz ao Centro Clube, Rádio Baixa e THE LOOPco.

Na agenda há inúmeros concertos. Destaque para o concerto de Natal “Presépio Vivo”, do Coro Sinfónico Inês de Castro & Coimbra Cantat (Associação Ecos do Passado), na Igreja de Santa Cruz, às 19h30, do dia 23 de dezembro, mas também para o concerto de música clássica da Associação Cultural Ritornello, a 17 de dezembro, às 18 horas, na Igreja de Santiago. Para quem gosta de outro tipo de música, há rock’n roll no Coola Boola, na Praça do Comércio, com DJ nos dias 3,10,15 e 17 de dezembro, e no Largo da Freiria, a 3, 10 e 17, a Rádio Baixa toca eletrónica, jazz, soul, house, num cruzamento de diferentes estilos.

No dia 8 de dezembro regressa o Pai Natal, que, depois de acender as luzes, volta temporariamente à Lapónia. A Casa do Pai Natal vai estar no Mercado na Praça do Comércio. Aqui decorrem também ateliers de construção de molduras originais, decoração de bolachas de Natal e decorações em barro, na semana de 9 a 16 de dezembro, entre as 14 e as 17 horas, para a rede escolar do concelho e aos fins de semana e no período de férias escolares, das 10 às 18 horas, para o restante público.

Pela Baixa vai poder também participar numa das provas de cerveja artesanal organizadas pelo Coola Boola, nos dias 8, 9, 15, 16, 22 e 23, entre as 18h30 e as 20 horas. Se gosta mais de vinho, aproveite no dia 10, às 21h30, a iniciativa Wine & Poetry, no Mercado D. Pedro V, com poesia, pelas vozes de André Gago e Nuno Miguel Guedes, com os teclados de Sérgio Costa e uma prova de vinhos. 

No dia 18, pode levar os miúdos ao teatro de Marionetas, no espaço The Loop. Há sessões às 10h30, 11h30, 15 e 16 horas. Não pode deixar também de visitar o tradicional presépio de Cabral Antunes, no Mercado D. Pedro V, onde a praça da restauração vai estar aberta em permanência, com exceção do dia 11. E não se admire, se ao circular pela Baixa, for surpreendido por animação circense, arruadas, espetáculos de dança ou um flash mob. Faz tudo parte do programa

E se só agora se apercebeu que o Natal está a chegar e ainda não pensou no que vai oferecer, não se preocupe. 

 

30
Nov22

Novos livros de Bob Dylan e Maggie O'Farrell nas novidades de dezembro

Niel Tomodachi

O novo livro de ensaios de Bob Dylan, o mais recente romance de Maggie O'Farrell e a publicação inédita do clássico da literatura norte-americana "Flores para Algernon" são algumas novidades literárias de dezembro, um mês com poucos lançamentos.

Novos livros de Bob Dylan e Maggie O'Farrell nas novidades de dezembro

chegada do mês de Natal não traz novidades literárias para a maioria das editoras portuguesas, mas ainda assim destacam-se algumas publicações, como as da Relógio d'Água, que vai lançar "A Filosofia da Canção Moderna", livro do músico norte-americano Bob Dylan, o primeiro escrito em 18 anos.

Esta obra reúne os primeiros textos de Bob Dylan depois de receber o Prémio Nobel da Literatura, em 2016, e representa o seu primeiro livro desde que publicou em 2004 o biográfico "Crónicas, volume 1".

São 60 ensaios sobre a arte de escrever canções, em que o autor se debruça sobre o trabalho de composição de outros artistas, como Nina Simone, Hank Williams e Elvis Costello.

Neste livro, que começou a ser escrito em 2010 e integra 150 fotografias, Bob Dylan apresenta um conjunto de ensaios sobre música, mas que são também meditações e reflexões sobre a condição humana.

O livro foi lançado nos Estados Unidos no dia 01 de novembro, mas recentemente viu-se envolvido em polémica por o autor ter utilizado réplicas da sua assinatura em vez da sua assinatura original na edição especial, pela qual os fãs pagaram 600 dólares (cerca de 577 euros).

A insatisfação gerada por esta situação obrigou Bob Dylan a vir a público, na sexta-feira passada, pedir desculpa pelos "autógrafos" dados por uma máquina, assegurando que só o tinha feito porque lhe garantiram que era "algo feito a toda a hora" no mundo da arte e da literatura.

O músico e escritor norte-americano explicou a sua decisão, alegando que desde 2019 sofre de vertigens, pelo que precisa de estar com cinco pessoas nas sessões dedicadas a assinar cópias com a sua própria caligrafia, o que foi impossível durante a pandemia.

Admitindo agora que "utilizar uma máquina foi um erro", Bob Dylan adiantou que já começou a trabalhar com a editora para o retificar.

De Bob Dylan, a Relógio d'Água editou em Portugal "Crónicas, volume 1", os dois volumes de canções, para os períodos 1962-1973 e 1974-2001, e "Tarântula", o seu único livro de ficção, escrito em 1966.

Outra novidade da Relógio d'Água é "Flores para Algernon", de Daniel Keyes, uma obra de ficção científica originalmente publicada em 1966, que explora o conceito de múltiplas realidades, indagando se o mundo percecionado é o que realmente existe.

A narrativa centra-se em Charlie Gordon, nascido com um quociente de inteligência anormalmente baixo, que é sujeito a uma cirurgia experimental para lhe aumentar a inteligência.

A experiência, anteriormente bem-sucedida com um rato de laboratório chamado Algernon, resulta num aumento de inteligência que ultrapassa a dos próprios médicos, mas que também faz de Charlie testemunha de uma nova realidade: ácida, crua e problemática.

Com o passar do tempo, Charlie Gordon começa a questionar a sua sorte e a refletir sobre as suas relações sociais e a própria existência, enquanto Algernon, entretanto seu rato de estimação, começa a sofrer consequências inesperadas da experiência.

Da autora de "Hamnet", a escritora da Irlanda do Norte Maggie O'Farrell, a Relógio d'Água publica agora "O Retrato de Casamento", baseado na vida de Lucrézia de'Médici.

Maggie O'Farrell trata, neste romance, da relação de Lucrézia de' Médici, duquesa de Ferrara, com Alfonso II d'Este, numa evocação da Renascença italiana em toda a sua beleza e brutalidade.

A melhor correspondência de Virgínia Woolf reunida num só livro, intitulado "Espíritos Afins. Cartas Escolhidas", o segundo volume da premiada trilogia de ficção científica do chinês Liu Cixin, "A floresta sombria", uma compilação dos artigos de Javier Marias, intitulada "Será o cozinheiro boa pessoa?", um novo romance biográfico de Cristina Carvalho sobre o poeta irlandês W.B. Yeats, "Onde Vão Morrer os Poetas", e um romance sobre o desejo e o dever de procriar, "Maternidade", da autoria da canadiana Sheila Heti, são outras novidades da editora.

A Companhia das Letras traz um novo livro de Afonso Cruz, "A flor e o peixe", uma fábula poética ilustrada, inspirada em dois contos de José Saramago, que fala de empatia, perseverança e beleza.

Do mesmo autor, sai na Alfaguara mais um volume da coleção "Enciclopédia da Estória Universal", este dedicado a "Deuses e Afins".

A chancela vai também republicar "Matadouro Cinco", do norte-americano Kurt Vonnegut, com prefácio de Salman Rushdie, um clássico da literatura do século XX e um dos mais importantes romances antibélicos de sempre.

A história parte de Dresden, em 1945, escassos meses antes do fim da II Guerra Mundial, quando a cidade é bombardeada até à destruição total e dezenas de milhares de pessoas são mortas numa só noite.

Escondido na cave de um matadouro, está Billy Pilgrim, jovem protagonista da narrativa, que, como Kurt Vonnegut, foi feito prisioneiro de guerra pelo exército alemão e sobreviveu ao bombardeamento.

Com Pilgrim, o leitor embarca numa odisseia que atravessa vários tempos - passado, presente e futuro -- e mostra o caminho percorrido por qualquer vida destroçada, procurando sentido na inevitável falibilidade humana.

Kurt Vonnegut demorou vinte anos a transformar a sua experiência num romance sobre a guerra, que fosse diferente de todos os outros.

A Tinta-da-China faz chegar às livrarias em dezembro um livro inédito em Portugal, "Peste & Cólera", de Patrick Deville, um "romance sem ficção", vencedor de distinções internacionais, entre as quais o Prémio Fémina 2012.

Com prefácio de Juan Gabriel Vasquez, esta obra conta a imensa vida de Alexandre Yersin, o homem que descobriu o bacilo da peste e que tinha uma curiosidade infinita pelo mundo.

"Peste e Cólera" é o segundo volume da coleção "A Vida Privada dos Livros", dirigida por Alberto Manguel, autor que vai também lançar o seu primeiro livro de ensaios "portugueses", ou seja, escritos na perspetiva de quem vive agora em Lisboa e em Portugal: "Guia de um perplexo em Portugal".

As novidades da Guerra e Paz para o próximo mês são a biografia oficial de Paulo de Carvalho, que celebra os 60 anos de carreira, e um livro de Ana Zanatti que homenageia os gatos, com ilustrações de Inês Galvão, intitulado "Gatos, mistérios ronronantes".

 

30
Nov22

Os melhores programas de Natal para descobrir os mistérios Sintra

Niel Tomodachi

Visitar a famosa Árvore de Natal de D. Fernando II é uma das sugestões do Parques de Sintra.

Em Sintra, a quadra natalícia não se celebra apenas com o Reino do Natal, que tem lugar no centro histórico, de 1 de dezembro a 6 de janeiro. Os parques e monumentos do concelho também estão prontos para espalhar a magia e o espírito natalício através da campanha “Neste Natal faça parte da História”.

Presentes culturais, programas que aliam história, natureza e diversão, e uma viagem ao Natal de outros tempos são algumas das propostas da Parques de Sintra para esta época. A pensar em todos aqueles que têm dificuldade em escolher o presente perfeito, a Parques de Sintra está a disponibilizar duas modalidades de vouchers de oferta de experiências que conjugam cultura e diversão. 

O primeiro voucher tem o valor de 95€ e inclui uma visita exclusiva e brunch no Palácio Nacional da Pena, ainda antes da abertura do monumento ao público, entre as 8h30 e as 9h30. É um pack oferta para duas pessoas e pode ser comprado online.

Já a segunda opção é a “Experiência em família”, um voucher para dois adultos e duas crianças dos seis aos 12 anos, que dá acesso a vários programas à escolha, como “O Tesouro do Rei”, no Palácio Nacional de Sintra, que revela os anos de história deste palácio através de pistas e de enigmas. O desafio é desvendar os mistérios com a ajuda de quadros, azulejos, especiarias e enigmas.

Os peddy papers nos Parques da Pena e de Monserrate, que levam os participantes a explorar a natureza e os recantos misteriosos do espaço de forma interativa, a atividade “O Segredo do Convento da Cortiça”, para descobrir o modo de vida dos frades franciscanos do Convento dos Capuchos através de um jogo de pistas, e “O Dia a Dia dos Animais”, que permite entrar em contacto com os animais que vivem na Quintinha de Monserrate (coelhos, galinhas, cabras e ovelhas) são outros dos programas que pode escolher através deste voucher. 

O pack custa 35€ e, caso queira adicionar participantes extra, acresce 10€. Para os menores de seis anos, a participação é gratuita. Ambos os vouchers estão à venda online até ao dia 15 de janeiro e têm um ano de validade.

Para viver o Natal em família, os parques e monumentos de Sintra têm ainda uma programação especial para esta época, com experiências cheias de diversão e algumas novidades. Entre as sugestões, destaca-se o programa “A Quintinha prepara o Natal”, que acontece no dia 3 de dezembro, sábado, das 10h30 às 15 horas, na Quintinha de Monserrate. Nesta atividade, as famílias podem criar uma peça de decoração feita exclusivamente com elementos naturais. Enquanto dá asas à sua criatividade, há um pão doce, preparado com as ervas aromáticas da quinta, que está a ser cozido no forno a lenha.

Já a 11 de dezembro, às 10 horas e às 11h30, acontece uma estreia na programação da Parques de Sintra: uma visita mediada ao Santuário da Peniche, um lugar que guarda muitos mistérios e que desperta a curiosidade. Os participantes serão convidados a explorar as ruínas da Capela de São Saturnino e conhecer o interior da Capela de Nossa Senhora da Peninha.

Esta não é a única novidade na programação. Na atividade “Um Natal Real no Palácio da Pena”, que acontece dia 17 de dezembro, às 15 horas, os participantes podem assistir a uma história encenada e contada na primeira pessoa pelo próprio Pai Natal. Contudo, esta personagem no Palácio da Pena é o rei-artista D. Fernando II, responsável pela introdução em Portugal da tradição da árvore de Natal.

Tal como tem acontecido nos últimos anos, o “Pinheiro da Pena” vai estar em exposição no Salão Nobre do Palácio Nacional da Pena até dia 6 de janeiro, para relembrar como era celebrada esta época na época de D. Fernando II e D. Maria II. Esta instalação inclui reproduções à escala da decoração, como frutos, velas e figuras de animais, e de brinquedos. A programação completa pode ser consultada online.

 

30
Nov22

Circo de Natal do Coliseu do Porto está de volta no dia 8 de dezembro

Niel Tomodachi

O Circo de Natal do Coliseu do Porto, uma tradição com 81 anos, regressa dia 08 de dezembro com uma "viagem mágica" de aventuras com gigantes da montanha, 'cyberpunks' e música ao vivo durante 95 minutos.

Circo de Natal do Coliseu do Porto está de volta no dia 8 de dezembro

Toda a sala do Coliseu do Porto vai transformar-se num "grande deserto 'cyberpunk'", onde os artistas circenses vão estar vestidos como se fossem "personagens de um videojogo", ou de uma espécie de "Mad Max para jovens", onde se vai tentar ficcionar o deserto com montanhas áridas do livro "Os Gigantes da Montanha", de Luigi Pirandello, explicou à Lusa a presidente da Associação Amigos do Coliseu do Porto e responsável pelo conceito desta edição, Mónica Guerreiro.

Em entrevista telefónica à agência Lusa, Mónica Guerreiro assumiu que os principais "pontos de interesse" deste novo espetáculo de circo têm a ver com a ideia de não haver interrupções na construção da mensagem ao longo dos 95 minutos de duração, onde a magia e a música ao vivo com uma banda de fanfarra vão estar presentes do princípio ao fim.

O Circo de Natal vai ter, pela primeira vez, "língua gestual portuguesa para pessoas surdas" e "áudiodescrição para pessoas cegas", porque o circo deve ser para todos, acrescentou.

"Essa magia vai estar sempre presente e vão estar sempre a existir truques entrelaçados na história, tal como os restantes truques e técnicas e habilidades de circo, como o diábolo, o 'rolla bolla', suspensão capilar em que o corpo da artista está suspenso apenas pelo cabelo", pinos, malabarismo, fogo e até uma roda da morte.

Na edição de 2022, o Circo de Natal do Coliseu conta com a direção artística de Rui Paixão, um 'clown' e um mimo e o primeiro português a integrar o Cirque du Soleil como criador original, que propõe que o público seja levado a imaginar, em conjunto com os artistas, como é que seria o último ato da fábula inacabada "Os Gigantes da Montanha" do dramaturgo italiano Luigi Pirandello, que morreu antes de ter terminado a peça.

"Este espetáculo vem inventar o que é que seria esse último ato, caso pudesse ser feito em 2022, no Porto, por uma trupe de circo feita por artistas de seis países", designadamente Portugal, Brasil, Costa Rica, França, Polónia e Rússia, explicou Mónica Guerreiro.

A direção do ilusionismo está a cargo do mágico Mário Daniel e a direção musical é assinada pelo compositor e maestro Ramón Galarza.

O espetáculo de circo vai fazer um tributo ao Chapitô, instituição em Lisboa com décadas de dedicação e de investigação no circo, que em 1987 lançou um disco chamado "A Festa do Circo", com músicas de Sérgio Godinho, Nino Rota, Rão Kyao ou António Victorino d'Almeida, entre muitos outros, e que vai agora ser de novo revelado ao vivo com novos arranjos do próprio Ramón Galarza.

A mensagem deste novo espetáculo de novo circo está relacionada com a sociedade e como toda ela tem de "trabalhar [em conjunto] para construir um futuro melhor", adiantou Mónica Guerreiro.

O espetáculo, que fica patente no Coliseu até dia 08 de janeiro de 2023, é para públicos a partir dos "zero anos", concluiu.

Os bilhetes custam entre nove e 19 euros. As crianças até aos 3 anos têm 75% de desconto e a crianças maiores de 3 anos e estudantes têm 50% de desconto, assim como famílias com mais de três elementos. Amigos do Coliseu e portadores do Cartão Porto podem usufruir de 20% de desconto.

As sessões com audiodescrição estão agendadas para os dias 29 de dezembro, dia 07 e 08 de janeiro.

As sessões com Língua Gestual Portuguesa acontecem dias 11 de dezembro, 04 e 07 de janeiro.

 

30
Nov22

O Natal em Bragança vai ter um presépio ao vivo, pista de gelo, comboio e carrossel

Niel Tomodachi

A cidade quer transformar-se numa verdadeira festa com música e tasquinhas a partir de 1 de dezembro.

Em Bragança, a magia da época do ano mais bonita promete contagiar brigantinos e turistas durante a oitava edição de Bragança, Terra Natal e de Sonhos. A festa arranca no dia 1 de dezembro e prolonga-se até 8 de janeiro.

Tudo começa com a chegada do Pai Natal no seu trenó, no feriado, quinta-feira, às 16h45. O velho de barbas brancas vai ser recebido numa festa épica, com música, luz, duendes, bonecos de neve, esquimós e outras figuras de animação. O desfile começa na Praça Professor Cavaleiro de Ferreira e continua até à casa do Pai Natal, na Praça Camões.

A Praça Camões e a Praça da Sé, em pleno centro histórico, assumem-se como o epicentro da festa. É precisamente ali que vai encontrar a pista de gelo natural coberta, com 300 metros quadrados, e grande parte da iluminação de Natal.

A casa do Pai Natal, onde são recebidos os desejos dos mais novos, também não podia faltar. Tal como o comboio infantil, o baloiço, a roda e o carrossel. O Presépio ao Vivo, assim como as Bancas de Natal, também vão ocupar a Praça da Sé durante uns dias.

Segundo a autarquia, o Natal vai acontecer um pouco por toda a cidade, com a realização de concertos pelas bandas de música de Pinela, de Izeda e Bribanda — Banda Filarmónica de Bragança, pelo Conservatório de Música e Dança de Bragança e pelo Coral Brigantino. A programação inclui ainda os Contos de Natal, as peças de teatro e as oficinas criativas, “onde os mais pequenos podem colocar a mão na massa e aprender a fazer biscoitos”.

O evento Bragança, Terra Natal e de Sonhos organiza várias iniciativas solidárias, como o Trail Urbano Solidário, o Natal a Pedalar Solidário, a CãoMinhada Solidária e o Desfile Solidário de Carros Clássicos.

A programação de Bragança, Terra Natal e de Sonhos está disponível numa página própria, onde poderá consultar todas as atividades, concertos, diversões e respetivos horários.

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Quotes:

“How wonderful it is that nobody need wait a single moment before starting to improve the world.” ― Anne Frank

Pesquisar

Nelson's bookshelf: currently-reading

Alfie - O Gato do Bairro
tagged: currently-reading

goodreads.com

2022 Reading Challenge

2022 Reading Challenge
Nelson has read 0 books toward his goal of 50 books.
hide

Arquivo

    1. 2022
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Afiliado Wook

WOOK - www.wook.pt

Comunidade Bertand

Afiliado Miniso

Read the Printed Word!

Em destaque no SAPO Blogs
pub