Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Little Tomodachi (ともだち)

Little Tomodachi (ともだち)

30
Dez19

Emergência climática: Catástrofe planetária deixou de ser ficção científica

Niel Tomodachi

image.jpg

Greta Thunberg e António Guterres foram as vozes de alerta: podemos bem ter atingido este ano o ponto de não retorno para a civilização e até para a maioria da vida na Terra.

O ano de 2019 foi o último em que pudemos consumir sem consciência, poluir sem remorsos ou andar de automóvel (pior, de avião!) sem sermos cúmplices do apocalipse. A emergência climática, finalmente declarada pelos líderes mundiais - entre os quais António Guterres e a jovem Greta Thunberg assumiram protagonismo - significa que a humanidade está no possível ponto de não retorno. Reduzir já não basta. Temos de parar de poluir.

De acordo com o último relatório do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas, o aquecimento global está nos níveis mais altos da história, com temperaturas recorde na atmosfera e nos oceanos, que têm promovido o degelo glaciar e a subida do nível do mar. Se as emissões de gases de estufa continuarem iguais às atuais, chegaremos a 2100 com mais 4,8 graus Celsius de temperatura média na Terra. O nível do mar poderá subir 80 centímetros. As consequências negativas para o homem e para os ecossistemas podem ser irreversíveis, com aquecimento cumulativo e duradouro.

"Enfrentamos uma crise sem precedentes que nunca foi tratada como tal e os nossos líderes estão a agir como crianças. Precisamos acordar e mudar tudo", exigiu Greta Thunberg, num dos primeiros discursos globais, nos protestos climáticos de Londres (Extinction Rebellion), no final de 2018. A jovem ativista sueca, que continua a promover as greves das escolas pelo clima às sextas-feiras (Fridays for Future), é a figura do ano da revista "Time".

O planeta que se afunda

Fotografado com água pelos joelhos e o título "O nosso planeta a afundar-se", o secretário-geral da ONU, António Guterres, foi capa da "Time", em junho, para alertar que "o Mundo enfrenta uma grave emergência climática que acontece agora e para todos. A mudança climática avança ainda mais rapidamente do que o previsto por grandes cientistas e supera os esforços para resolvê-la".


Em novembro, a União Europeia declarou a emergência climática. Setenta países comprometeram-se, este mês, com o objetivo da neutralidade carbónica até 2050. De que forma a consciência da emergência climática, que impõe a suspensão de emissões de combustíveis ​​​​​​​fósseis até 2050 se quisermos sobreviver, poderá ou irá mudar a forma como vivemos, a economia global, o turismo, a saúde e os transportes, é algo que a próxima década nos dirá.

 

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Quotes:

“How wonderful it is that nobody need wait a single moment before starting to improve the world.” ― Anne Frank

Pesquisar

Nelson's bookshelf: currently-reading

Alfie - O Gato do Bairro
tagged: currently-reading

goodreads.com

2022 Reading Challenge

2022 Reading Challenge
Nelson has read 0 books toward his goal of 50 books.
hide

Arquivo

    1. 2022
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Afiliado Wook

WOOK - www.wook.pt

Comunidade Bertand

Afiliado Miniso

Read the Printed Word!

Em destaque no SAPO Blogs
pub