Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Little Tomodachi (ともだち)

Little Tomodachi (ともだち)

24
Fev20

“Kintsukuroi – A Arte de Curar Feridas Emocionais”

Niel Tomodachi

Sobre a Obra:

Sabia que os objetos partidos, depois de recuperados e colados com outro e prata são mais valiosos? O psicólogo espanhol Tomas Navarro parte desta ancestral técnica japonesa para nos mostrar uma forma de curar a nossa dor e renascer com uma nova força, mesmo quando os golpes parecem insuperáveis.

Dividido em três importantes partes (Observar, Aprender e Ultrapassar), este livro vai ajudar a encontrar um caminho de fortalecimento e valorização pessoal.

“Em vez de afastarmos a adversidade, temos de saber olhá-la de frente, geri-la ou superá-la. Essa é a razão pela qual não a quero ensinar a ser feliz, mas a ser forte, para que melhor possa gerir o seu dia a dia.”

Sobre o Autor:

Tomas Navarro é um reconhecido psicólogo espanhol, que divide o seu tempo entre consultas, formações, conferências. Dirige um centro de bem-estar emocional em Espanha. Este é o seu primeiro livro, que conquistou o mercado espanhol.

 

23
Fev20

“Bem-Estar Kintsugi – A arte Japonesa de alimentar a mente, o corpo e o espírito”

Niel Tomodachi

Cuide de si e pratique a gratidão, ligue-se aos seus e celebre a imperfeição

Sobre a Obra:

«Um dia, estava eu em Quioto a observar um mestre kintsugi, Tsuyoshi-san, que trabalhava no seu estúdio caseiro. Com cuidado, uniu as peças de cerâmica partidas até voltarem a ser uma única peça e pintou as fissuras com ouro.
Enquanto observava este talentoso homem a colocar toda a sua energia e alma em voltar a dar vida a taças desfeitas, percebi: kintsugi é o autocuidado de que todos necessitamos e merecemos. Kintsugi aplica-se a cerâmicas que não estão apenas partidas, mas que são amadas. O produto final é ainda mais bonito do que o original.
Também nós merecemos isto!
E não devemos ter de esperar antes nos sentirmos quebrados para nos oferecermos esta dádiva.
As filosofias de vida japonesas são uma força condutora deste livro.
Organizei-as em quatro partes: Fortalecimento, Nutrição, Estilo de Vida e Coração.
Em cada uma destas secções, encontrará alguns rituais simples que me ajudaram a recuperar. Estas práticas são lembretes que nos recordam do que é importante e o que prendem ao presente honrando o passado. Espero que este livro lhe traga a reparação a ouro de que necessita para se sentir completo, vibrante, feliz e saudável. Fico feliz por partilhar a minha herança, as tradições da minha família e o meu coração. Karada ni ki o tsukete kudasai! Por favor, cuide de si próprio.»

Sobre o Autor:

Candice Kumai é uma escritora de bem-estar, chef e criadora de conteúdos reconhecida internacionalmente, descrita pela revista Elle como «a rapariga de ouro do mundo do bem-estar». Nasceu e cresceu em San Diego, filha de mãe japonesa e pai americano de origem polaca. Com 22 anos decidiu seguir a sua paixão pela comida e pela saúde e frequentou Le Cordon Bleu California School of Culinary Arts e trabalhou em vários restaurantes desta linha na Califórnia. Candice foi, aos 23 anos, a chef mais nova a competir na primeira temporada do programa Top Chef. Atualmente, tem assento no Well+Good Council e foi nomeada, em 2017, uma das Top 20 New Role Models por Arianna Huffington. É uma chef com treino clássico, jornalista de bem-estar e lifestyle, e autora de cinco livros: Clean Green EatsClean Green DrinksPretty DeliciousCook Yourself Sexy e Cook Yourself Thin. Candice escreve para publicações como a ELLECosmopolitanBon AppétitShapeGirlbossMen’s HealthWall Street JournalForbes e Well+Good. Colabora no The Dr. Oz Show e é regularmente jurada nos programas Beat Bobby Flay e Iron Chef America da Food Network. Foi igualmente modelo e, atualmente, vive em Nova Iorque.

 

23
Fev20

"O Poder Mágico do Jejum"

Niel Tomodachi

O Segredo Japonês para Conservar a Saúde, Prevenir a Doença e Combater o Envelhecimento

Sobre a Obra:

Quantas vezes já comeu hoje? Se a resposta é mais do que uma, espante-se: está a comer demais! O Dr. Yoshinori Nagumo revela, no seu best-seller com mais de 1.000.000 exemplares vendidos no Japão, a chave da saúde: comer uma vez por dia e comer bem. Está comprovado que o corpo humano - a nossa componente genética, o nosso sistema imunitário e o nosso metabolismo - são feitos para funcionar a um nível ótimo com uma refeição por dia. Se o estômago está a roncar, as células estão a funcionar! Os efeitos de comer mais são precisamente as doenças crónicas e epidémicas, como o diabetes e o cancro.

O Poder Mágico do Jejum explica detalhada e acessivelmente as bases científicas deste princípio, e oferece dicas preciosas para instituir o hábito mais saudável que alguma vez terá: comer bem, uma vez por dia.

Sobre o Autor:

O Dr. Yoshinori Nagumo é diretor-geral da Nagumo Clinic. Fundou várias clínicas oncológicas no Japão e é presidente honorário da International Anti-aging Medical Society.

 

22
Fev20

É fã de comida japonesa e tem receio de engordar? Este artigo é para si

Niel Tomodachi

naom_5d08c2e5d8225.jpgA comida japonesa tradicional - mais especificamente o sushi - é, no seu core, bastante saudável. Porém, as mais recentes inovações, como as opções fritas, e também os vários molhos - da soja ao teriyaki, transformaram o sushi numa bomba calórica.

Para que não deixe de desfrutar do seu prato favorito em prol da dieta, apresentamos-lhe algumas dicas para reduzir o consumo calórico. 

Abuse no sashimi

sashimi é apenas peixe cru e não soma as calorias do arroz.

Fuja da tempura e das opções de sushi fritas 

Escolha versões que levem apenas peixes e vegetais como ingredientes e evite os fritos.

Seja inteligente na entrada

Comece com uma sopa de miso, para aconchegar o estômago e ter menos fome. 

Atenção ao molho de soja

O molho de soja é rico em sal. Consuma com moderação. 

 

21
Fev20

Milagre japonês para eliminar o stress em 5 minutos

Niel Tomodachi

O jin shin jyutsu é uma arte milenar que os japoneses utilizam desde sempre para recarregar baterias e tem vindo a ganhar destaque também no ocidente. Se todos somos energia, por que razão não havemos de aprender a acalmá-la?

 

 

Sente-se zangado? Angustiado? Nervoso? Triste, deprimido, com a autoestima em baixo? A temer algum embate específico na sua vida? E se lhe dissermos que a solução está – literalmente – nas suas mãos e só requer cinco minutos para pôr em prática?

 O que é facto é que o jin shin jyutsu é conhecido no Japão há milénios e são muitos os estudos que lhe reconhecem eficácia a equilibrar a energia do corpo, proporcionando alívio instantâneo do stress.

 

A ideia é que cada um dos dedos da mão corresponde a um estado emocional específico, pelo que pressioná-los atuaria ao nível dos respetivos sentimentos.

 

Uma pesquisa conduzida no Markey Cancer Center (instituto oncológico associado à Universidade do Kentucky, nos EUA) concluiu ainda que os pacientes a quem esta terapia foi aplicada responderam com uma diminuição do stress, das náuseas e do sentimento de angústia associados à doença. Outra investigação realizada com enfermeiras apurou que aquelas que aplicaram o jin shin jyutsu a si mesmas diariamente, durante um mês, desenvolveram índices significativos de gratidão, calma e motivação, enquanto perdiam os anteriores sintomas de depressão, ressentimento e stress.

A ideia é que cada um dos dedos da mão corresponde a um estado emocional específico, pelo que pressioná-lo por um ou dois minutos, envolvendo-o bem com os dedos da outra mão, atuaria ao nível dos respetivos sentimentos de medo, preocupação, tristeza, raiva ou fraca autoconfiança, harmonizando o corpo e a mente.

Transmitido ao longo de gerações antes de começar a cair no esquecimento, o jin shin jyutsu foi recuperado no século xx por Jiro Murai (1886-1961), um mestre japonês que garantiu que esta prática chegaria também ao ocidente ao ensiná-la à aluna Mary Burmeister, que por sua vez a divulgou por cá na década de 60.

Quanto ao próprio Jiro, mergulhou de cabeça neste conhecimento milenar quando aos 26 anos lhe foi diagnosticada uma doença incurável. Sentenciado, sem nada a perder, lembrou-se dos sábios a meditar em silêncio mantendo os dedos das mãos em posições específicas (mudras). Durante sete dias copiou-lhes a postura, ao mesmo tempo que meditava e jejuava. Curou-se ao fim desse tempo, prometendo a si mesmo que levaria o jin shin jyutsu tão longe quanto possível para ajudar outros.

 

Polegar: Ajuda a combater o stress, a tensão e a ansiedade.

Indicador: Ajuda a combater o medo. Atua ao nível da digestão e das costas.
 
Médio: Ajuda a controlar o ressentimento, a raiva, a frustração, a indecisão e a fadiga.
 
Anelar: Ajuda a combater os sentimentos de tristeza e a depressão, ao mesmo tempo que potencia a capacidade de decisão.
 
Mindinho: Ligado ao coração, ajuda a controlar a ansiedade. Eleva ainda o otimismo e a autoconfiança.

Palma da mão: Aplicar uma ligeira pressão na palma ajuda a acalmar a mente em turbilhão e contribui para o equilíbrio generalizado do corpo.

 

Source: http://www.noticiasmagazine.pt/2017/jin-shin-jyutsu-milagre-japones-para-eliminar-o-stress-em-5-minutos/

 

20
Fev20

7 hábitos que mantêm as japonesas eternamente jovens (e também servem para nós)

Niel Tomodachi

Que atire a primeira pedra quem nunca ficou a matutar nas razões de as japonesas terem aquele ar perpetuamente juvenil. Há quem diga ser uma questão de genética – e certo é que vivem mais de 65 mil centenários no Japão, um recorde mundial. Há quem jure a pés juntos ser das características da pele. E há quem aponte o cultivo de certos hábitos que, esses sim, podemos copiar.

::::::::::::::::::::::

1. Não se baldam ao exercício

É quase uma espécie de rotina instituída a nível nacional: a partir das seis e meia da manhã, antes de entrarem no trabalho ou nas aulas, os japoneses embarcam numa rotina de exercícios em conjunto que acelera o ritmo metabólico, intervém na manutenção do peso, regula o trânsito intestinal, otimiza a oxigenação celular e dos tecidos, liberta endorfinas cerebrais importantes para a qualidade do sono e do humor, estimula o sistema imunitário, a produção de bom colesterol e uma boa postura. A ideia é minimizar o impacto do stress, contribuindo ativamente para evitar problemas cardiovasculares, hormonais, emocionais, imunológicos e do envelhecimento.

2.Protegem-se do Sol…

São capazes de detestarem tanto ter a pele do rosto bronzeada quanto nós abominamos a cor de lula pálida com que ficamos no inverno. E então aplicam protetores com fator de proteção máxima e cremes com efeito branqueador para garantirem aquela pele clarinha, lisa e hidratada, com aspeto de porcelana fina de loja. Uma coisa é certa: escaldões representam um perigo real para a saúde, associados ao envelhecimento precoce da pele e ao cancro cutâneo. Podendo preveni-los…

3….E do Frio

Há muito que as japonesas (e também as chinesas) se renderam aos benefícios de beber água morna ou quente em vez de água gelada, a qual acreditam alterar o equilíbrio do corpo. E a medicina oriental, ao que parece, sustenta esta ideia, considerando que a água quente facilita a eliminação de toxinas do organismo e a digestão dos alimentos. O ideal será beber os habituais dois litros por dia, começando com um copo de água quente em jejum: além de ajudar a equilibrar a temperatura corporal logo ao acordar, relaxa, promove a saciedade e controla a vontade de comer doces ao longo do dia.

4.SUBSTITUEM O AÇÚCAR PELO GENGIBRE

Um doce prazer para a maioria, o açúcar é considerado o veneno do século XXI pela Organização Mundial de Saúde. É viciante, intoxicante, desprovido de qualquer valor nutricional. Ingerido numa base diária, está associado ao envelhecimento da pele e a problemas metabólicos graves como obesidade, hipertensão, diabetes, colesterol elevado e processos inflamatórios associados a cancros, esclerose múltipla ou doença de Alzheimer. Tudo bons motivos para cortá-lo para os mínimos na nossa alimentação, como fazem as japonesas, muito mais adeptas do travo picante a gengibre. Que, ainda por cima, tem a vantagem de neutralizar a ação dos radicais livres.

5.SÃO RIGOROSAS NO SEU BIORRITMO

Que é como quem diz que conciliam escrupulosamente os tempos das refeições com os de descanso, respeitando esses horários fixos para regularem o ritmo circadiano (o ciclo biológico influenciado sobretudo pelas variações de luz). Ao contrário de nós, que somos o povo europeu que menos dorme, com quase metade dos portugueses a sofrerem de insónias, as japonesas deitam-se cedo, acordam cedo e fazem pequenas sonecas em qualquer lugar (inemuri). E sim, a revista Science já veio mostrar como ser disciplinado durante o dia se traduz em maior qualidade de vida e num aumento da longevidade.

6.COMEM BEM SEM “ENFARDAR”


Na ilha japonesa de Okinawa, onde a percentagem de centenários é três vezes superior à das populações da Europa e EUA, mais de um milhão de pessoas ingerem apenas 1800 calorias por dia entre vegetais, arroz integral, fruta e pequenas porções de peixe e carne biológica – vários estudos, publicados no Journal of Alzheimer Disease, indicam que uma dieta rica em polifenóis e ácidos gordos polinsaturados pode atrasar o aparecimento de doenças degenerativas do sistema nervoso. Comer não significa empanturrar-se, pelo que nunca enchem os estômagos a mais de 80 por cento. Já para não falar no facto de mastigarem bem cada pedaço que levam à boca, ao melhor estilo mindfulness.

7.NUNCA CAPITULAM

Habituadas aos embates de terramotos e tsunamis, é natural que cultivem uma atitude positiva perante a vida, sem complicarem demasiado nem terem medo do futuro. E é o que fazem de melhor, já que quem é triste, stressado, revoltado ou deprimido dorme pior, está mais sujeito a embates emocionais e transforma pequenas coisas em grandes problemas que, com o tempo, resultam em doenças. Muitas vezes é difícil ter uma atitude positiva no dia-a-dia, mas sorrir ajuda. E agradecer. E pedir desculpas. E dizer piadas. Não podendo controlar tudo no futuro, gozar o presente faz maravilhas pela sua pele.

 

06
Fev20

Valentine's Day (バレンタインデ)

Niel Tomodachi

valentines-day-660x350.jpg

O dia para os casais terem uma noite romântica no Japão, ocorre no natal. Porém, no dia 14 de Fevereiro, existe uma data bem diferente com o nome de Valentine Day (バレンタインデ), esse é o nome dado ao dia dos namorados nos EUA e outros países.

Este feriado foi introduzido no Japão, no ano de 1936, com influência do ocidente e com a ajuda da industria de chocolate. Por volta de 1960 surgiu a famosa tradição de dar chocolate à pessoa amada. E quem faz isso? Não são os homens! No dia 14 de fevereiro, milhares de mulheres, preparam seus chocolates para dar não apenas as pessoas amadas, mas a qualquer pessoa que faz parte da vida dela.

 

Existem classificações para os tipos de chocolates que são entregues:

 

本命 チョコ (Honmei choco): São os chocolates dados para pessoa amada, namorado, amantes ou pessoas com uma ligação romântica.


義理 チョコ (Giri choco): É o chocolate obrigatório. O termo “Giri” significa “obrigação”, portanto, estes tipos de chocolates não tem nenhuma associação romântica. Eles são destinados a amigos, colegas de trabalho, chefes, pessoas com quem tem uma ligação social.


友チョコ (Tomo choco): Este é o chocolate dado aos amigos ou amigas próximas, para demonstrar carinho e amizade.


ファミリーチョコ (Family Choco): Como o nome já diz, são chocolates para presentear membros da família, marido, pais, primos e etc.


逆チョコ (Gyaku choco): Não é comum, mas refere se ao ato de trocar chocolates entre homens e mulheres.

 

 

06
Fev20

Aishiteru (あいしてる) / I Love You

Niel Tomodachi

love_1531420386.jpg

Está a chegar o Dia dos Namorados (Valentine´s Day) e hoje decidi partilhar convosco algumas expressões que se usa no Japão para se confessar o amor pela sua cara metade.

 

Confissão do amor 愛の告白 (Ai no kokuhaku)
Todos gostamos de estar aninhados à nossa cara metade, e Fevereiro é para nós uma época sempre muito romântica, aqui vão umas dicas para confessares a tua paixão em japonês, é uma forma diferente e fofa de o fazeres, vamos aprender?

 

Passo a explicar:

愛 - ai -  é o kanji japonês para a palavra "amor"

告白  - kokuhaku - quer dizer confissão (também pode ser usado para confessares um crime, mas esperemos que não seja preciso hehe)

Dizeres "amo-te" em japonês pode ser bem mais complicado do que na lingua portuguesa, por diversos motivos, o principal é porque o amo-te pode ter várias em interpretações...

Mas a forma mais comum de dizeres "amo-te" é  Aishiteru あいしてる este verbo é bem mais forte no Japão, isto é, raramente é usado, a não ser em relações muito, muito sérias, ao contrario do que se tem visto ultimamente na Europa, evita a banalização da palavra 

 

Eu gosto de ti -  Watashi wa anata o suki - 私はあなたを好き - não é tão forte, mas continua a ser repleto de sentimentos

 

Outra forma de dizeres que gostas de alguém pode ser "nome" ga suki - isto é nas aspas metes o nome de alguém como por exemplo "Ricardo ga suki" ou "Maria ga suki" (tu deves usar o nome da tua cara metade), é uma forma simples de dizeres que amas o teu princípe ou a tua princesa.

 

Frases apaixonadas:


O meu coração é teu - あなたは私の心を持っている  - Anata wa watashi no kokoro o motte iru 

O meu coração pertence-te  - 私の心はあなたに属する - Watashi no kokoro wa anata ni zokusuru

És o meu céu - あなたは私の空です - Anata wa watashi no soradesu

És o meu fofinho/fofinha - あなたは私の恋人です - Anata wa watashi no koibitodesu

 És o meu amor - あなたは私の愛です - Anata wa watashi no aidesu

Tenho sentimentos por ti - 私はあなたのための感情を持っている - Watashi wa no tame no kanjō o motte iru

Eu amo-te tanto - 私はあなたをとても愛して - Watashi wa anata o totemo aishite

 Esta é a minha canção de amor para ti - これはあなたのための私の愛の歌です - Kore wa no tame no watashi no ai no utadesu

 Canção de amor - 愛の歌 - Ai no uta 

 

Espero que tenham gostado!

 

03
Fev20

Cooking: Sukiyaki {すき焼き}

Niel Tomodachi

sukiyaki_receita_tradicional_8470_600_square.jpg

Vamos aprender a preparar sukiyaki, um dos pratos japoneses mais populares. Sukiyaki é uma refeição que consiste de uma espécie de ensopado com diversos ingredientes, comumente servido em casa, principalmente em ocasiões especiais. Geralmente este prato é feito com carne bovina, mas na receita de hoje vamos apresentar uma versão feita com frango.

Ingredientes:

Carnes

Legumes e Verduras

Ovos

Feijão e Tofu

Ingredientes (para 4 porções)

1 coxa de frango desossada (300 g)

2 talos de alho-poró japonês

4 cogumelos shiitake frescos

1 bloco de tofu (300 g)

1 pacote de talharim tipo shirataki (200 g)

4 ovos

(Para o caldo warishita)

4 colheres de sopa de molho shoyu (60 ml)

30 g de açúcar

200 ml de água

Modo de preparo:

Primeiro, vamos fazer o caldo de sukiyaki, que é chamado “warishita” em japonês. Coloque molho shoyu, açúcar e água em uma panela e aqueça. Mexa enquanto a mistura esquenta. Quando o açúcar tiver dissolvido, desligue o fogo.

Em seguida, corte os ingredientes. Retire a gordura do frango com uma faca, mas reserve-a para ser utilizada mais tarde ao cozinhar. Abra a coxa desossada de frango com a parte da pele voltada para baixo e corte pela metade, a partir do centro, onde a carne é um pouco mais fina. Então, vire a carne horizontalmente e incline a faca para fazer cortes na diagonal. As fatias de frango devem ter 5 mm de espessura, cada uma cortada com a maior superfície possível.

Corte os talos de alho-poró japonês em pedaços de 3 cm de comprimento. Retire os cabos dos cogumelos shiitake, e corte os chapéus pela metade, inclinando a faca para fazer cortes diagonais. Corte o bloco de tofu em pedaços de 3 cm por 3 cm de largura e comprimento, e 2 cm de altura.

Drene o shirataki em uma peneira e corte deixando-o com comprimento de 10 cm. Ferva água em uma panela, coloque o shirataki e cozinhe por 2 minutos. Depois, drene o shirataki em uma peneira.

Coloque um fogão a gás portátil em uma mesa de jantar. Aqueça uma panela rasa, que tenha um fundo achatado, ou uma frigideira. Acrescente um pouco da gordura do frango. Caso não tenha reservado a gordura, use óleo vegetal. Quando a gordura tiver derretido, espalhe-a por todo o fundo da panela. Coloque metade da quantidade de alho-poró na panela.

Quando o alho-poró obtiver uma coloração dourada, retire a gordura e desligue o fogo. Coloque o alho-poró em um canto, e então, acrescente os cogumelos shiitake, os pedaços de tofu e o shirataki, mantendo cada ingrediente em seu respectivo grupo, separado dos demais. Despeje o caldo warishita até que os ingredientes estejam cobertos pela metade. Cozinhe em fogo médio.

Quando o caldo começar a ferver, acrescente as fatias de frango, uma por uma, estando sempre atento à temperatura do molho, para não deixá-la diminuir. Quando metade da quantidade de frango estiver na panela, cozinhe por 4 ou 5 minutos.

Prepare uma tigela por pessoa e bata um ovo cru dentro de cada uma. Pegue a carne cozida e os legumes da panela e mergulhe-os no ovo. O ovo cru é opcional. Se não houver ovos frescos que podem ser comidos crus disponíveis onde você mora ou se você não gostar da ideia de comer ovos crus, este prato ainda assim pode ser saboreado sem o ovo. Quando tiver comido boa parte dos ingredientes já cozidos, coloque o restante de um lado da panela e acrescente os demais ingredientes frescos, e um pouco mais de caldo warishita. Coma e saboreie enquanto os ingredientes cozinham na panela à sua frente.

 

31
Jan20

諺 Kotowaza

Niel Tomodachi

1.jpg

諺 Kotowaza: 

Apesar de serem muito antigos, os provérbios japoneses (Kotowaza) são mais atuais do que nunca, com ensinamentos importantes que podem ser colocados em prática em qualquer época. Tais ensinamentos abrangem todas as pessoas, independentemente da nacionalidade. Confira 20 provérbios japoneses para você colocar em prática agora mesmo:

1) チャンスは自分で作るもの. Chansu wa jibun mono de tsukuru.

 

Tradução: Você cria suas próprias oportunidades.
Significado: As coisas não caem do céu. Precisamos ir a luta e correr atrás dos nossos sonhos e objetivos. Aproveite todas as oportunidades que aparecerem na sua vida.

Vocabulário:
チャンス – Chansu – Chance, oportunidade
自分で – jibun – Por si mesmo

2) ローマは一日にしてならず – Ro-ma wa ichinichi ni shite narazu

Tradução: Roma não foi construída em um dia.
Significado: É normal a gente querer resultados de um dia para outro, mas sabemos que na prática não é assim que funciona. Seja paciente. Os resultados aparecerão na hora certa.

Vocabulário:
ロ ー マ – Ro-ma – Roma
一日 – Ichinichi – Um dia

3) 忙中閑あり – Bouchuu kan ari

Tradução: No meio da correria, há tempo livre.
Significado: Por mais que a gente tenha uma vida corrida, precisamos reservar um tempo para o descanso e lazer. Pode parecer difícil, mas com um bom planejamento isso é possível.

Vocabulário:
忙中 – Bouchuu – Ocupado
閑 – Hima – Tempo livre

4) 夏炉冬扇 – Karo Tousen

Tradução: Aquecedor no verão, leque no inverno
Significado: Se refere às coisas inúteis que nos demanda tempo e energia. Priorize as coisas importantes e não desperdice seu tempo com coisas que não vão acrescentar nada na sua vida.

Vocabulário:
夏炉 – Karo – Aquecedor no verão
冬扇 – Tousen – Leque no verão

5) だんだん上手になってくるよ! Dan dan jouzu ni natte kuru yo!

Tradução: Você vai ficar melhor conforme o tempo passa!
Significado: Envelhecer pode parecer ruim, mas à medida que isso acontece, acabamos adquirindo experiência de vida e com isso acabamos nos tornando pessoas melhores.

Vocabulário:
だんだん – dandan – Gradualmente, aos poucos
上手 – jouzu – Competente, proficiente

6) なせばなる! – Naseba Naru!

Tradução: Onde há vontade, há um caminho
Significado: Nada é impossível quando realmente queremos alguma coisa, porém precisamos arregaçar as mangas e começar a agir para que as coisas possam começar a acontecer.

Vocabulário:
なせば – Naseba – Se você agir
なる – Naru – Torna-se

7) 右の耳から、左の耳 – Migi no mimi kara, hidari no mimi

Tradução: Da orelha direita para esquerda.
Significado: É similar a este ditado: Entrar por um ouvido e sair pelo outro. Nem tudo que escutamos precisa ser absorvido. Dê importância somente às críticas construtivas.

Vocabulário:
右の耳 – Migi no mimi – Orelha direita
左の耳 – Hidari no mimi – Orelha esquerda

8) 顔は心の鏡なり – Kao wa Kokoro no kagami nari

Tradução: O rosto torna-se um espelho da alma.
Significado: O rosto revela o nosso estado espírito. A amargura, a tristeza e o rancor deixa marcas em nossa face. Procure levar a vida com mais leveza e com menos tensão e estresse.

Vocabulário:
顔 – Kao – Rosto
心 – Kokoro – coração, espírito, mente
鏡 – Kagami – Espelho

9) 失敗を繰り返すことで成功に至る!

Tradução: Sucessivas falhas levam ao sucesso.
Significado: Não desanime com os fracassos e obstáculos que encontrar em sua caminhada. Com certeza, eles te ajudarão a chegar no topo. Nunca desista dos seus objetivos.

Vocabulário:
失敗 – Shippai – Fracasso
成功 – Seikou – Sucesso
繰り返す – Kurikaesu – Repetição

10) 起きて半畳寝て一畳! – Hanjou okite, nete Ichijou

Tradução: Metade de um tatame quando acordado, um tatame pra dormir.
Significado: Para sermos felizes não precisamos de muita coisa. Às vezes, as melhores coisas da vida, são as mais simples. Valorize as pequenas coisas e os pequenos gestos.

Vocabulário:
畳 – Tatami – Tatame
一 – Ichi – 1 (um)

11) 郷に入りては郷に従え – Gou ni itte wa, gou ni shitagae

Traduçao: Ao entrar na vila, obedeça aos que nela moram.
Significado: Similar ao ditado: Em Roma, seja romano. Ou seja, ao visitar outros locais ou países, devemos respeitar sua cultura, seus costumes e seu modo de vida.

Vocabulário:
入りて – Hairite – Ao entrar
郷 – Gou – Aldeia
従え – Shitagae – Obedecer, estar de acordo

12) 隣 の 花 は 赤 い – Tonari no hana wa Akai

Tradução: As flores ao lado são vermelhas.
Significado: Similar ao ditado A grama do vizinho é mais verde. Ou seja, às vezes perdemos tempo olhando o jardim dos outros e deixamos de regar o nosso próprio jardim.

O ser humano tem mania de fazer comparações, mas isso nem sempre é positivo. Pode nos dar um parâmetro para crescer e evoluir, mas também pode abalar a autoestima e levar a falsas ilusões.

Vocabulário:
隣 – Tonari – Vizinho, ao lado
花 – Hana – Flor
赤 い – Akai – Vermelho

13) 会うは別れの始め – Au ha wakare no hajime

Tradução: O encontro é o início da despedida
Significado: No mundo real tudo é instável, mutável e transitório. Todas as pessoas que passam pelas nossas vidas deixam as suas marcas. Algumas permanecem e outras se vão. Mas todas deixam um aprendizado. Por isso, valorize cada momento.

Vocabulário:
会う – Au – Encontro
別れ – wakare – despedida
始まり – Hajimari – Início

14) 我田引水 – Gaden Insui

Tradução: Puxar água para seu próprio arrozal
Significado: Refere-se às pessoas que sempre tentam levar vantagem em tudo, ou que vivem puxando sardinha para elas mesmas, sem se importar com os outros ao redor. Infelizmente encontramos muitas pessoas assim durante a nossa jornada. Não deixe que esse tipo de atitude contamine seu caráter. Mantenha-se íntegro e humilde com todos à sua volta.

Vocabulário:
水 – Mizu – Água
田 – Ta – Arrozal

15) 晴天の霹靂 – Seiten no Hekireki

Tradução: Trovão em dia ensolarado
Significado: Quantas vezes, quando tudo parece ir bem em nossas vidas, algo inesperado acontece e nos deixa atordoados e sem chão? Mantenha a calma e respire fundo. Nada na vida é permanente e todos os problemas tem solução, mesmo os mais complicados.

Vocabulário:
霹靂 – Hekireki – Trovão
晴天 – Seiten – Tempo bom, céu limpo

16) 人は失敗から学ぶ – Hito wa shippai kara manabu.

Tradução: As pessoas aprendem com seus erros.
Significado: Errar não é o fim do mundo. Os erros fazem parte da vida e podem nos ensinar muito. Procure aprender com eles e torne-se uma pessoa melhor e mais experiente.

Vocabulário:
人 – Hito – Pessoas
学ぶ – Manabu – Aprender
失敗 – Shippai – Fracasso

17) 弘法にも筆の誤り- Koubou ni mo fude no ayamari.

Tradução: Koubou também cometeu erros com seu pincel.
Significado: Até mesmo os especialistas e experientes podem errar. Qualquer pessoa pode cometer um erro. Ninguém é perfeito. O importante é aprender com seus erros para não comete-los novamente.

Vocabulário:
弘法 – Kobo – Nome de um monge budista, famoso por sua caligrafia. Koubou Daishi, também conhecido como Kukai, é considerado um dos três maiores calígrafos em toda a história do Japão.
筆 – Fude – Pincel
誤り – Ayamari – Erro

18) 明日は明日, 今日は今日 – Ashita wa ashita, kyo wa kyou.

Tradução: Amanhã é amanhã, hoje é hoje.
Significado: Viva um dia de cada vez. Preocupe-se com o hoje, porque amanhã pode não chegar. Viva intensamente, com alegria e coloque as prioridades sempre em primeiro lugar.

Vocabulário:
明日 – Ashita – Amanhã
今日 – Kyou – Hoje

19) 残り物 には福 がある – Nokorimono ni wa fuku ga aru

Tradução: Há sorte nas sobras
Significado: O que pode ser insignificante para nós, pode ser útil para outras pessoas. Sempre que tiver roupas ou coisas que não usa mais, não jogue fora. Doe para quem precisa.

Vocabulário:
残り物 – Nokorimono – Sobras
福 – Fuku – Sorte, fortuna

20. 塵も積もれば山となる – Chiri mo tsumoreba yama to naru

Tradução: A poeira quando se acumula, também vira montanha.
Significado: Já ouviu a expressão De grão em grão, a galinha enche o papo? Pois é! Devagarinho, podemos alcançar nossos objetivos, mas é necessário persistência e força de vontade.

Vocabulário:
塵 – Chiri – Pó, poeira
積もれ – Tsumore – Empilhado, amontoado
山 – Yama – Montanha

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Quotes:

“How wonderful it is that nobody need wait a single moment before starting to improve the world.” ― Anne Frank

Pesquisar

Nelson's bookshelf: currently-reading

Alfie - O Gato do Bairro
tagged: currently-reading

goodreads.com

2022 Reading Challenge

2022 Reading Challenge
Nelson has read 0 books toward his goal of 50 books.
hide

Arquivo

    1. 2022
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Afiliado Wook

WOOK - www.wook.pt

Comunidade Bertand

Afiliado Miniso

Read the Printed Word!

Em destaque no SAPO Blogs
pub