Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Little Tomodachi (ともだち)

Little Tomodachi (ともだち)

30
Nov22

Christmas Books List!!! #2022

Niel Tomodachi

66,142 Christmas Books Stock Photos, Pictures & Royalty-Free Images - iStock

Todos os anos tenho uma lista de livros pedidos para o Natal. Normalmente costumam oferecer me alguns dos livros que coloco na lista. Este ano (2021) a lista é a seguinte:

:::::

Diapositivo1.JPG

Diapositivo2.JPG

Diapositivo3.JPG

Diapositivo4.JPG

Estes são apenas alguns dos livros que tenho na minha GRANDE lista...

Vamos lá ver se não aumenta até ao fim do ANO lol estão sempre a surgir livros novos e interessantes!!!

 

30
Nov22

Helpo: Este Natal, a sua ceia chega a mais pessoas

Niel Tomodachi

Este ano, o seu Natal volta a ser solidário e muito colorido. Ofereça bolas solidárias Helpo e alimente milhares de crianças e famílias de Moçambique, São Tomé e Príncipe e Ucrânia.

Este Natal, a sua ceia chega a mais pessoas

Pode escolher entre 5 Bolas solidárias, que correspondem a 5 apoios alimentares:
- Lanche escolar anual para 1 aluno em Moçambique - 12€
- Refeição quente semanal para 20 crianças em São Tomé - 20€
- Cabaz alimentar para 1 família ucraniana em Portugal - 30€
- Papas mensais para 40 crianças em Moçambique - 55€
- Kit alimentar mensal para 1 família em Moçambique - 110€

Ao oferecer bolas de Natal solidárias àqueles de quem mais gosta, está a ajudar a Helpo a distribuir alimentos a quem mais precisa. E como os apoios são distribuídos em contexto escolar, está também a ajudar estas crianças a ir às aulas. A distribuição de alimentação é um forte incentivo para levar as crianças à escola.

Encomende o seu presente aqui ou através de sofianobre@helpo.pt e faça chegar a sua generosidade a quem mais precisa.

 

Source:  https://www.helpo.pt/pt/news/este-natal-a-sua-ceia-chega-a-mais-pessoas

 

30
Nov22

Porto já está iluminado com as cores do Natal

Niel Tomodachi

A cidade do Porto já está iluminada com as cores do Natal. As luzes foram ligadas ao final da tarde desta quarta-feira.

A iluminação, que inclui a árvore gigante junto à Câmara, vai permanecer nas ruas do Porto até 6 de janeiro.

"Durante esse período, a iluminação vai funcionar de domingo a quinta-feira, entre as 18 e as 23 horas. Às sextas-feiras, sábados e vésperas de feriado, o funcionamento prolongar-se-á até às 24 horas", explicou a Autarquia.

 

30
Nov22

Noite Europeia do Cinema no Porto e Lisboa

Niel Tomodachi

Pelo quinto ano consecutivo, o Creative Europe MEDIA – o programa da UE de apoio ao setor audiovisual europeu – junta-se à rede Europa Cinemas na organização da Noite Europeia do Cinema – Partilhando histórias que amamos.
Esta iniciativa procura aproximar a Europa dos seus cidadãos, celebrando em conjunto a riqueza e a diversidade da cultura cinematográfica europeia, oferecendo exibições gratuitas em cinemas por toda a Europa.

Os participantes, cinemas integrantes da rede Europa Cinemas, seleccionaram os filmes a exibir de acordo com o interesse do seu público, com o objetivo de os adaptar a uma diversidade de públicos. Nesta edição, por exemplo, os cinemas participantes tiveram a possibilidade de propor filmes familiares para estimular o gosto do público jovem pela sétima arte, filmes clássicos para aproximar os cidadãos do  património cultural cinematográfico partilhado, entre outros, porque o lema é #WeAllLoveStories!




Algumas das exibições serão acompanhadas de atividades como apresentações, perguntas e respostas com realizadores, actores ou outros membros da equipa de produção, bem como debates, nos quais o público terá a oportunidade de discutir o filme com outros cinéfilos.

Em Portugal, a Noite Europeia do Cinema acontecerá no Porto e em Lisboa.
Mães Paralelas, de Pedro Almodóvar, será exibido a 5 de dezembro pelas 19h no Cinema Trindade, no Porto. 
Annie Ernaux Os Anos Super 8, de Annie Ernaux e David Ernaux-Briot, será exibido a 7 de dezembro pelas 19h no Cinema Ideal em Lisboa.

Mães Paralelas


As exibições gratuitas de filmes europeus apoiadas pelo MEDIA chegarão a mais de 8 000 cinéfilos em 75 cidades da Europa, fortalecendo as ligações em torno de uma identidade europeia compartilhada construída na diversidade.
Esta iniciativa, tem crescido consideravelmente ao longo dos anos. A primeira edição de 2018 contou com 34 cinemas; a participação aumentou para 54 em 2019, depois para 67 em 2020 e envolveu nada menos que 71 salas em 2021. Em 2022, 75 cinemas em 26 países da UE participarão na iniciativa.

“Annie Ernaux Os Anos Super 8”

Noite Europeia do Cinema decorre no contexto mais amplo do  Mês do Cinema Europeu  (MOEF) de 13 de novembro a 10 de dezembro de 2022, uma iniciativa lançada este ano pela European Film Academy em parceria com a Europa Cinemas. Durante quatro semanas, mais de 100 salas de cinema membros da rede Europa Cinemas em toda a Europa organizam eventos em torno de filmes europeus.

 

30
Nov22

"Canção de Outono" de Ludger Carvalho

Niel Tomodachi

Canção de Outono

Sobre o Livro:

«Canção de Outono soa como uma forma de recomeço de vida depois de tanta solidão e desilusão por que passou o mundo nos últimos dois anos (e que, provavelmente, ainda esteja com graves sequelas). Soa, talvez, como uma pergunta: Como estamos agora, aqui no mundo em que vivemos? A voz lírica do poeta são-tomense Ludger Carvalho coloca as leitoras e os leitores no espaço da reflexão acerca da flagrante dicotomia do ter e do ser na contemporaneidade, como se nos convidasse a fazer uma escolha, mesmo diante da realidade engolida pelo ter
Naduska Mário, professora de Literatura em Língua Portuguesa na UniCV In contracapa do livro Canção de Outono

 

Sobre o Autor:

Ludger Santos Nobre de Carvalho, nasceu em São Tomé, São Tomé e Príncipe. Vive em Portugal desde 2007. Frequentou o curso de Gestão de Empresas, na Universidade Lusófona. Publicou A Minha Palavra (Chiado Books, 2015) e A Poesia Na Vida (Chiado Books, 2019).

 

30
Nov22

“Shuggie Bain”. Livro de Douglas Stuart, Man Booker Prize de 2020, será adaptado para série pela BBC

Niel Tomodachi

“Shuggie Bain”. Livro de Douglas Stuart, Man Booker Prize de 2020, será adaptado para série pela BBC

Douglas Stuart terá o seu livro, “Shuggie Bain”, adaptado para formato série pela BBC, iPlayer e com produção da A24, anunciou a própria BBC. A obra literária foi lançada em 2020 e venceu o Man Booker Prize desse ano. Esta será também a primeira série a adaptar obras do autor escocês.

Situado na década de 1980, “Shuggie Bain” centra-se na história de uma mãe e de um filho, da classe trabalhadora de Glasgow, e é inspirado na própria infância de Stuart. “A minha mãe está em todas as páginas do livro, não quero dizer que a minha mãe esteja no livro, mas o amor, a perda e o luto que tenho transportado há 30 anos são parte do motivo pelo qual escrevi o livro“, revelou o escritor à Comunidade Cultura e Arte. Na mesma entrevista, o autor escocês diz ainda que o romance era “uma celebração das mães de classe baixa entre as quais cresci, não apenas a minha mãe. Por ser um jovem homossexual, os outros homens e rapazes não sabiam o que fazer comigo, por isso era um pouco ostracizado. Mas fez com que estivesse sempre na companhia de mulheres quando era jovem“, acrescentou.

“Quis mostrar uma comunidade em crise e quis dizer que há muitas pessoas deixadas para trás pelo governo e pelo progresso. E especialmente para as mulheres. Uma mãe de classe baixa nessa altura tinha opções limitadas. Quando vemos as estatísticas do governo, a presença da classe baixa na universidade era de apenas 0,003%. E quando contabilizamos as mulheres aqui, é então uma ínfima parte. As mulheres de classe baixa não iam para a universidade na década de 70 e 80. E a Agnes está um pouco presa na situação em que se encontra. Ela pode trabalhar, pode cuidar de uma família, mas não pode subir na sociedade.”

Douglas Stuart em entrevista à Comunidade Cultura Arte.

“Shuggie Bain” é editado em Portugal pela Alfaguara e foi rejeitado 44 vezes antes de ser publicado no seu país de origem, confidenciou o autor na mesma entrevista à Comunidade Cultura e Arte. Agora, dois anos depois de publicar o livro, Douglas Stuart está a escrever a adaptação da obra literária para série, que será filmada na Escócia e produzida pela A24 e pela produtora Gaynor Holmes da BBC. A série será depois distribuída internacionalmente pela A24.

Sou profundamente grato à BBC e à A24 por acreditarem em “Shuggie Bain”. Estou emocionado por trazer a família Bain para o ecrã. É uma oportunidade de expandir o meu romance, de trazer novos tópicos para a história e de explorar as dificuldades e lutas, bem como a compaixão, o humor e a resiliência que são tão característicos do espírito escocês“, refere Douglas Stuart à BBC.

 

30
Nov22

Marisa Liz lança novo single a solo, “Olha Lá”.

Niel Tomodachi

Marisa Liz lança novo single a solo, “Olha Lá”. Tema é assinado pela artista e por Joana Espadinha

Depois do sucesso de “Guerra Nuclear” (o vídeo oficial soma quase 900 mil visualizações no YouTube), canção inédita de António Variações, Marisa Liz revela novo single a solo, “Olha Lá” já está disponível em todas as plataformas digitais.

“Olha Lá” é uma canção eletro-pop contagiante, assinada por Marisa Liz Joana Espadinha, sendo que na produção Marisa voltou a fazer parceria com Moullinex, com quem já tinha coproduzido “Guerra Nuclear”.

Marisa Liz nasceu em 82. A música desta década fez parte da sua infância e influenciou muito do que fez nos anos que se seguiram, mas nunca de uma forma tão próxima. Conta que “Quando comecei a compor esta canção sabia que iria trazer estas influências de volta, de uma forma que me fizesse renascer em 2022.”

Durante o processo de composição convidou Joana Espadinha para juntas terminarem a “Olha Lá”Moullinex foi escolhido para em conjunto produzirem o tema que marca o início desta nova viagem de Marisa Liz, a sua primeira canção totalmente a solo. “Uma canção que me traz coragem e poder de decisão”, diz a artista, autora, compositora e produtora.

Entusiasmada com este universo dos anos 80, teve a ideia de remeter todas estas influências para o videoclipe. Para o concretizar convidou a realizadora Cláudia Batalhão, o videoclipe já pode ser visto no YouTube.

Filmado em película, com roupas, decor, make up e cabelos que nos remetem para a época, Marisa Liz conta que “imaginei-me uma adulta nos anos 80 a contar a história de alguém que não vai aceitar menos do que aquilo em que acredita.”

Para Marisa Liz “Viver o OLHA LÁ foi e é um renascimento com batidas de coração que me impedem de não dançar e ser feliz em alturas de tempestade, e nesta história e na nossa vida, acredito que a seguir às tempestades descobrimos girassóis.”

Com “Olha Lá”, Marisa Liz mostra porque é uma das artistas mais criativas e relevantes da atual música portuguesa.

 

30
Nov22

"Cães de Chuva" de Daniel Jonas

Niel Tomodachi

Prémio Literário Fundação Inês de Castro

Cães de Chuva

Sobre o Livro:

Mesmo lendo-o longe da fórmula do soneto, Daniel Jonas faz uso do verso livre não como uma muleta arbitrária para melhor exprimir o que inquieta o seu universo, mas como uma arma sem paralelo na poesia portuguesa. Em Cães de Chuva, é precisamente na malha rigorosa que é tecida através da topografia do espaço, da arqueologia da palavra exata, que a sua voz marca o compasso.

A geometria desfaz-se
desmorona-se

como onda
em decomposição.

 

Sobre o Autor:

Daniel Jonas é poeta, dramaturgo e tradutor. Enquanto poeta, publicou, entre outros, Sonótono (Cotovia, 2006), que lhe valeu o prémio PEN de Poesia e  (Assírio & Alvim, 2014), galardoado com o Grande Prémio de Poesia Teixeira de Pascoaes da APE. Foi ainda um dos sete poetas nomeados para o Prémio Europeu da Liberdade, pelo seu livro Passageiro Frequente (Língua Morta, 2013), traduzido em polaco por Michal Lipszyc. Antes tinha sido distinguido com o prémio Europa David Mourão-Ferreira, da Universidade de Bari/Aldo Moro, pelo conjunto da sua obra. Traduziu vários autores, entre os quais John Milton, Shakespeare, Waugh, Pirandello, Huysmans, Berryman, Dickens, Lowry, Henry James e William Wordsworth. Como dramaturgo, publicou Nenhures (Cotovia, 2008) e escreveu EstocolmoReféns e o libreto Still Frank, todos encenados pela companhia Teatro Bruto.

 

30
Nov22

Musical do “Shrek” estreia no Coliseu do Porto, no Parque Mayer, em Lisboa, e no Casino Estoril

Niel Tomodachi

Musical do “Shrek” estreia no Coliseu do Porto, no Parque Mayer, em Lisboa, e no Casino Estoril

O mais divertido, animado e esverdeado espetáculo musical infantil estará em cena, em Lisboa, numa tenda no Parque Mayer, em novembro e dezembro de 2022. Em 2023 passará pelo Coliseu do Porto AGEAS, a 19 de março, e pelo Salão Preto e Prata do Casino Estoril, a 7 de maio.

O musical tem da Yellow Star Company, Encenação de Paulo Sousa Costa e Luís Pacheco, Direção Musical de Carolina Puntel, Direção de Arte de Fred Klaus e Assistência de Arte de Anne Carestiato.

Do elenco elenco fazem parte: Beatriz Souza, Daniela Soares, Debbie Monteiro, Eliseu Ferreira, Francisco Gonçalves, Gonçalo Rosales, Inês Pedro de Campos, Lia Antunes, Miguel Sousa, Pedro Leitão, Pedro Alexandre Torres, Rebeca Reinaldo, Sara Maia e Vitor Loschiavo

Este musical faz adaptação do espetáculo com músicas de Jeanine Tesori, texto e letras de David Lindsay-Abaire e é baseado no filme “Shrek”, produzido pela Dreamworks em 2001 e no livro “Shrek”, de William Steig, publicado em 1990.

 

Sinopse do musical:

Shrek é um ogre que vive feliz e sozinho num pântano de Tão Tão Longe. O seu sossego é ameaçado quando o governante local, Lord Farquaad, despeja no lugar todas as criaturas mágicas do seu reino. Para se livrar delas, o ogre faz um acordo com Farquaad: vai buscar a “peça” que tornaria completo o reino de Lord. Essa peça é Fiona, uma princesa politicamente incorreta que vive aprisionada num castelo vigiado por um dragão. Shrek e o seu amigo Burro partem para a missão de libertá-la. E conseguem. Mas Shrek apaixona-se por Fiona, passando a lutar pela conquista do seu coração.

Classificação Etária Maiores de 3 anos
Reservas e informações 938 667 315 | bilheteira@yellowstarcompany.com

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pág. 1/19

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Quotes:

“How wonderful it is that nobody need wait a single moment before starting to improve the world.” ― Anne Frank

Pesquisar

Nelson's bookshelf: currently-reading

Alfie - O Gato do Bairro
tagged: currently-reading

goodreads.com

2023 Reading Challenge

2023 Reading Challenge
Nelson has read 11 books toward his goal of 55 books.
hide

Arquivo

    1. 2023
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2022
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Afiliado Wook

WOOK - www.wook.pt

Comunidade Bertand

Afiliado Miniso

Read the Printed Word!

Em destaque no SAPO Blogs
pub