Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Little Tomodachi (ともだち)

Little Tomodachi (ともだち)

30
Mai22

"Lições de Química" de Bonnie Garmus

Niel Tomodachi

Wook.pt - Lições de Química

Sobre o Livro:

Elizabeth Zott não é uma mulher comum. Aliás, Elizabeth Zott seria a primeira a dizer que a mulher comum não existe. Mas estamos no início dos anos sessenta e a sua equipa de trabalho no Instituto de Pesquisa Hastings é exclusivamente masculina. Elizabeth pode ter sido uma das melhores alunas do curso de Química (foi), mas todos os colegas esperam que seja ela a ir buscar cafés ou fazer fotocópias (não será). Há, porém uma exceção: Calvin Evans, um jovem brilhante que se apaixona por ela. Entre eles, a química é a sério.

Mas tal como na ciência, a vida nem sempre segue uma linha reta. Anos mais tarde, Elizabeth é mãe solteira e a estrela relutante do programa de culinária mais amado da América, o Jantar às Seis. A sua abordagem à cozinha é extravagante ("combine uma colher de sopa de ácido acético com uma pitada de cloreto de sódio") e revolucionária (mais do que apresentar receitas, ela está a incentivar um número crescente de mulheres a desafiar o mundo). A sua popularidade irrita muita gente.

Longe dos holofotes, Elizabeth também usa a ciência para alimentar o corpo irrequieto e a mente subversiva da filha de quatro anos, Madeline, bem como o espírito crítico de Seis e Meia, o cão. Mas o seu destino parece eternamente adiado. Conseguirá ela cumprir o que em tempos um grande amor profetizou num sussurro?

Elizabeth Zott, ainda vais mudar o mundo.

 

Sobre a Autora:

Bonnie Garmus é copywriter e diretora criativa. Trabalhou em diversas áreas, tendo-se especializado em tecnologia, medicina e educação. É nadadora de águas livres, remadora e mãe de duas filhas maravilhosas. Lições de Química, o seu romance de estreia, está a ser traduzido para mais de 35 línguas e adaptado à televisão numa série protagonizada por Brie Larson. Nasceu na Califórnia e vive atualmente em Londres com o marido e o cão, 99.

 

«Irresistível.»
The New York Times

«Um acontecimento raro.»
The Guardian

 

30
Mai22

"Uma Noite de Agosto" de Victoria Hislop

Niel Tomodachi

Wook.pt - Uma Noite de Agosto

Sobre o Livro:

Vinte e cinco de agosto de 1957. Por fim, uma cura foi encontrada e a ilha de Spinalonga fecha a colónia de leprosos. Para muitos, como Maria Petrakis, esta é uma ocasião de júbilo. Para outros tantos, como a sua irmã Anna, o momento é de angústia. Anna está casada com Andreas Vandoulakis, mas mantém uma relação com Manolis, primo do marido e antigo noivo da irmã, que deixou Maria quando esta foi diagnosticada com lepra. Agora, Anna teme que Maria queira Manolis de volta. Mas, antes disso, Andreas descobre que foi traído, e um momento de violência tem consequências devastadoras para todos, marcando-os de forma trágica.
No rescaldo da rutura das duas famílias, a questão de como retomar a normalidade torna-se premente. O estigma e o escândalo precisam de ser enfrentados e, de alguma forma, os atingidos terão de aprender a construir um futuro diferente sobre as ruínas do passado.
Victoria Hislop responde finalmente aos pedidos de milhares de leitores ansiosos por saberem que rumo levaram as vidas dos sobreviventes daquela inesquecível noite de agosto...

 

Sobre a Autora:

Victoria Hislop é escritora e jornalista. Escreve sobre viagens para o The Sunday Telegraph, sobre educação para o Daily Telegraph e diversos artigos generalistas para a Woman & Home. Atualmente, vive em Kent com a família. Depois de publicar o seu primeiro romance, A Ilha, reeditado em 2022, foi aclamada pela crítica e acarinhada por milhares de leitores.
Na Porto Editora, publicou igualmente Hotel Sunrise e Quem é amado nunca morre, a que se junta agora a aguardada sequela de A Ilha, Uma Noite de Agosto.

 

A envolvência das ilhas gregas perpassa este romance dramático, cativante e aprazível.

Daily Mail

Um romance imersivo e arrebatador.

The Mail on Sunday

Uma história dramática de amor, traição e lealdades… Hislop evoca lindamente a Grécia.

Woman & Home

O amor de Hislop pela Grécia brilha através desta narrativa maravilhosamente descritiva e convincente.

Sunday Express

Uma carta de amor à Grécia.

The Sunday Mirror

Com esta saga familiar, narrada de forma brilhante, Hislop mergulha habilmente na complexa história de um país fascinante.

The Daily Mirror

Atraente e emocionante.

Woman's Weekly

Um regresso à Grécia fictícia de Hislop, com aroma a tomilho e banhada pelas águas do Egeu.

The Sunday Times

 

30
Mai22

Can Xue e finalista do prémio Booker nas novidades literárias de junho

Niel Tomodachi

"O grande círculo", de Maggie Shipstead, romance finalista do Booker, um novo livro de George Saunders e a estreia em Portugal da candidata chinesa ao Nobel da Literatura Can Xue são algumas novidades literárias de junho

 Can Xue e finalista do prémio Booker nas novidades literárias de junho

Finalista do Booker 2021 e finalista da edição a decorrer do Women's Prize for Fiction, "O Grande Círculo", editado pela Porto Editora, é um "romance monumental" que transporta o leitor por uma viagem através da Lei Seca e da Segunda Guerra Mundial, desde o Montana a Londres e até à Hollywood dos dias de hoje, seguindo a vida de uma audaciosa e temerária aviadora e os seus ecos durante esse século, descreve a editora.

A Porto Editora publica também neste mês "Baiôa sem data para morrer", estreia literária do editor Rui Couceiro, que põe frente a frente duas gerações e dois mundos antagónicos, o urbano e o rural, bem como "A repartição do yin e do yang", de Eduardo Mendoza, história que dá continuidade à iniciada em "O rei recebe" e que tem como ponto de partida a primavera de 1975 e os últimos meses do ditador espanhol Franco.

Na Livros do Brasil vai sair "Eclipse do Sol", obra-prima de Arthur Koestler, originalmente publicada em 1940, que traça o retrato de um comunista revolucionário apanhado na perniciosa confusão dos pseudojulgamentos de Moscovo dos finais dos anos 1930.

Outro dos destaques deste mês é a publicação inédita em Portugal da escritora chinesa Can Xue, apontada como uma das favoritas ao Nobel da Literatura em 2019, o mesmo ano em que foi nomeada para o Prémio Booker Internacional com o romance "O Amor no Novo Milénio", que agora a Quetzal publica.

A mesma editora vai lançar também no mercado literário português o escritor grego radicado na Suécia Theodor Kallifatides, com a publicação de "Outra Vida Para Viver", um livro de memórias que tenta estabelecer um nexo entre a vida e a obra do autor, enquanto reflete sobre questões contemporâneas da Europa, como a intolerância religiosa, os preconceitos contra imigrantes, as crises das cidades ou o estado de destruição da Grécia.

Ainda na Quetzal será publicado um romance do escritor e realizador de cinema francês Emmanuel Carrère, intitulado "Yoga", bem como a tragédia dramática francesa "Fedra", de Jean Racine, em versão bilingue, traduzida por Vasco Graça Moura, que marca o início da reedição de todas as suas traduções do teatro clássico francês pela editora.

O escritor norte-americano George Saunders, que venceu o Prémio Booker com o seu último livro (e primeiro romance, "Lincoln no bardo"), regressa à editora Relógio d'Água com o seu mais recente livro, "Nadar num lago à chuva", um conjunto de ensaios, que desenvolvem algumas ideias resultantes das suas aulas de escrita criativa, a par com as histórias que estão a ser discutidas, de autores como Tchekhov, Tolstoi, Turgueniev e Gogol.

A editora planeia publicar também no próximo mês as "Cartas de Amor" de Virginia Woolf e Vita Sackville-West, "Casa", de Marilynne Robinson, "Herbarium", de Emily Dickinson, bem como novos livros do escritor coreano Byung-Chul Han, "Infokracia", e do escritor chinês Yan Lianke - conhecido pelos romances satíricos que já lhe valeram a proibição de publicação na China -, "Os quatro livros".

A escritora norte-americana Elisabeth Strout, vencedora do Prémio Pulitzer, regressa com "Oh, William!", trazendo de volta a personagem Lucy Barton - protagonista dos romances "O meu nome é Lucy Barton" e "Tudo é possível" -, editada novamente pela Alfaguara.

Na mesma editora vai sair "O caso Alaska Sanders", de Joël Dicker, sequela de "A verdade sobre o caso Harry Quebert" e "O livro dos Baltimore".

A Companhia das Letras publica um novo romance de Andrea del Fuego, escritora brasileira distinguida com o Prémio José Saramago, intitulado "A pediatra", e o mais recente romance de Hugo Gonçalves, "Coração dos homens", que aborda os perigos do delírio ideológico e a vulnerabilidade da natureza humana.

Em tradução direta do russo, chega pela Cavalo de Ferro o romance "Sonechka", de Ludmila Ulitskaya, uma narrativa sobre o destino de uma mulher, tendo como pano de fundo a História da Rússia no século XX --- o regime soviético e o seu desmoronamento -, publicado originalmente em 1995.

Na mesma editora, sairá "A Idade da Pele", da croata Dubravka Ugresic, livro de ensaios vencedor do Prémio Neustadt de Literatura que trata temas como a misoginia, a hipocrisia, o nacionalismo, os traumas da guerra, a cultura do consenso ou a memória.

A Dom Quixote publica "A Mais Breve História da China", de Linda Jaivin, um livro que reúne em 15 capítulos toda a história daquele país, desde as dinastias antigas à superpotência moderna.

Na Bertrand Editora vai sair "O fim é o princípio", de Chris Whitaker, um romance premiado e aclamado pela critica no Reino Unido, cuja ação se desenrola entre uma pequena cidade na costa da Califórnia e a vastidão do Montana, e que, a partir de um crime, se transforma num "épico americano".

Na mesma editora sai "Depois", mais um livro do mestre do 'suspense' Stephen king.

Entre os destaques da Guerra e Paz para o mês de junho, estão "Nas Montanhas da Loucura", uma das principais obras de H. P. Lovecraft, "Eunice Muñoz: Fotobiografia", com texto de Fátima Morais, um álbum patrocinado pela Fundação Calouste Gulbenkian que colige todas as imagens dos momentos mais marcantes da obra da atriz e da sua vida em família, e ainda "Crónicas de Sebastopol", de Lev Tolstoi, um livro que ganha atualidade por relatar os acontecimentos da Guerra da Crimeia de 1855, na qual o escritor foi tenente.

Pela primeira vez em português, um novo ensaio da ativista e ícone dos movimentos negro e feminista norte-americana Ângela Davis, "As Prisões Estão Obsoletas?", vai ser publicado pela Antígona, que já anteriormente editou "A liberdade é uma luta constante".

Outras novidades desta editora para o mês de junho são "A Fábrica do Absoluto", de Karel Capek, traduzido diretamente do checo, com ilustrações do irmão do autor, retiradas da edição original, e prefacio de Mário de Carvalho, bem como o clássico feminista "Malina", da escritora austríaca Ingeborg Bachmann.

A Gradiva publica "A desconhecida do Sena", um romance dramático, que é também um 'thriller', ambientando no universo das seitas, que se tornou o romance mais vendido na Europa em 2021.

A editorial Presença destaca a publicação de "A mulher do viajante no tempo", de Audrey Niffenegger, e de "A trama", de Jean Hanff Korelitz.

Nas Edições 70 serão publicados este mês "Os Anormais", de Michel Foucault, as suas famosas lições no Collège de France, e "Contra a Corrente", de Roger Scruton.

 

30
Mai22

Pet Vacuum — o aspirador que suga os pelos e massaja o seu cão e gato

Niel Tomodachi

Se recebe pessoas alergicas, tem um bebé que começa a gatinhar ou simplesmente não quer pelos em casa, tem de experimentar.

Quem tem animais cães e gatos em casa sabe que é difícil mantê-la sempre sem pelos. Já existem aspiradores próprios para quem os nossos amigos que largam pelo, como o Bissel Pet Hair Eraser, e até esfregonas que fazem maravilhas. Mas sabia que há aspiradores que funcionam no próprio animal?

É isso mesmo. Existe e com um preço muito em conta. O aspirador Pet Vacuum, à venda por 9,95€ na Insania, é ideal para manter o seu animal sempre impecável, impedindo assim a queda do pelo no chão. E vai ter a casa muito mais limpa.

A presença de pelos e ácaros pode provocar sintomas alérgicos em alguns dos seus familiares e amigos. Também pode ter um bebé em casa que começa a gatinhar, e vai querer o chão o mais asseado possível. Com o Pet Vacuum, resolve esses problemas — basta passar o aspirador sempre que necessário.

Este aspirador também melhora bastante o bem-estar do seu animal, sobretudo nas estações mais quentes do ano. Isto porque a remoção dos pelos mortos permite que o seu cão ou gato não tenha tanto calor – acabando por ser uma forma de os refrescar.

Com o Pet Vaccum, acabou o trabalho penoso de limpar o chão, a roupa e o sofá vezes sem conta durante o dia. Como o pelo morto é apanhado ainda quando se encontra agarrado ao pelo restante, tudo se torna mais fácil.

É ideal para cães e gatos, não devendo ser usado em animais mais pequenos, como hamsters.

Feito em ABS e borracha, é fácil de utilizar e a aspiração é suave, para não magoar o seu amigo peludo. A cabeça de borracha é macia e acaba, também, por ser uma forma de lhe fazer uma massagem.

Não possui fios, o que significa que pode usá-lo em qualquer lado. Funciona a pilhas, sendo necessárias três pilhas AA (que não vêm incluídas).

Além disso, este aspirador é muito fácil de limpar: tem um reservatório onde se acumulam os pelos aspirados, que pode ser esvaziado para o lixo diretamente. Simples e prático.

 

30
Mai22

A receita de semifrio de lima saudável que conquista até quem não aprecia doces

Niel Tomodachi

Uma sobremesa com uma apresentação incrível — e os remorsos não têm de fazer parte dos ingredientes.

Quando o sol começa a aquecer, é tempo de explorar as sobremesas frias. E não é preciso optar pelos gelados nem pelos semifrios que são, geralmente, verdadeiras bombas de calorias e açúcar. Porém, todas as regras têm a sua exceção. 

É nesta categoria que podemos colocar o semifrio fit de lima criado por Sandra Nereu, do blogue “Panelinha de Sabores”. Um doce de colher fresco, delicioso mas saudável. E mais: não contém glúten nem lactose.

Segundo a autora “esta receita não tem ingredientes não recomendados, tudo foi cuidadosamente escolhido para funcionar, quer em termos de sabor, quer em termos de qualidade dos mesmos, sem deixar para trás a textura. Foram pensados para se combinarem numa sobremesa perfeita, seja para quem pratica uma alimentação saudável, seja para quem está em processo de perda de peso”.

A preparação está dividida em duas partes — a base tem de ser feita à parte. É o tipo de receita que pede um pouco de tempo e paciência. Mas o empenho, como mostra a imagem, valerá a pena.

Do que precisa

Para a base
— 100 gramas de miolo de nozes
— 150 gramas de passas
— 125 gramas  de coco ralado 

Para o recheio
— 1 abacate
— 2 limas (sumo e raspa)
— 500 gramas de iogurte natural ou queijo fresco batido 0% matéria gorda (quark)
— 200 ml de bebida vegetal ou leite
— 8 colheres de sopa do adoçante que preferir
— 2 colheres de chá de agar agar (4 gramas) ou 6 folhas de gelatina (11 gramas)

 

Como se faz

Base
Comece por triturar todos os ingredientes necessários no processador de alimentos até formar um crumble que, apesar de solto, fica agregado ao apertar (se estiver muito seco adicione meia colher de sopa de água). Unte e forre a papel vegetal uma forma de fundo amovível de 22 centímetros. Pressione o crumble no fundo da forma e reserve no frigorífico.

Recheio
Coloque o abacate, o iogurte, o adoçante, o sumo e a raspa de lima no liquidificador e processe até obter um creme. Dilua o agar agar na bebida vegetal e leve ao lume até ferver durante um minuto. Junte ao creme anterior e processe novamente para misturar. Verta sobre a base e deixe solidificar no frigorífico 3 horas.

Se usar gelatina e leite: hidrate as folhas em água fria. Aqueça o leite sem deixar ferver. Escorra as folhas de gelatina e coloque no leite aquecido. Mexa para diluir. Junte ao creme de iogurte e abacate.

 

29
Mai22

"Breve História da União Soviética" de Sheila Fitzpatrick

Queda, ascensão e cinzas de um Império

Niel Tomodachi

Wook.pt - Breve História da União Soviética

Sobre o Livro:

Esta é a história da ascensão e da queda de um império - e do que emergiu das suas cinzas -, escrita por uma das maiores autoridades mundiais no que à Rússia Soviética diz respeito.

A Rússia Soviética nasceu acidentalmente e desfez-se de forma inesperada. Mais de cem anos depois da Revolução, a tumultuosa história da União Soviética continua a fascinar e a influenciar o pensamento político em todo o mundo.

Este livro é uma introdução tão completa quanto democrática e tão imparcial quanto vigorosa a uma das histórias mais cativantes dos últimos dois séculos do mundo. da Revolução e de Lenine às Grandes Purgas de Estaline, da Segunda Guerra Mundial à perestroika de Gorbachov, eis, nestas páginas, um relato vívido dos setenta e cinco anos de domínio comunista e do colapso desse império.

Pela mão da aclamada historiadora Sheila Fitzpatrick, o leitor perspetiva o século XX e a era atual, integrando os vários quadrantes de análise sobre a era soviética, hoje uma espécie de fénix renascida no imaginário de Putin.

 

Sobre a Autora:

Nascida na Austrália em 1941, Sheila Fitzpatrick é professora emérita de História da Rússia na Universidade de Chicago, professora honorária na Universidade de Sydney e professora no Instituto de Humanidades e Ciências Sociais da Universidade Católica Australiana. É autora de vários livros, dos quais se destaca Breve História da União Soviética. Colabora regularmente com a London Review of Books.

 

«Sheila Fitzpatrick escreveu um livro extraordinário. Escrito para o grande público, não deixa de ser, simultaneamente, uma síntese completa e meticulosa de décadas de estudos soviéticos. De 1917 a 1991, vemos a vida quotidiana e lemos passagens onde o humor toma o seu lugar, sem nunca, por uma vez, a autora ceder na qualidade académica do seu trabalho, sem extremismos e sempre com um grande sentido moral - e não moralista.»
Slavoj Zizek

 

28
Mai22

“Man vs Bee”: Netflix vai ter uma série nova com Mr. Bean

Niel Tomodachi

Os fãs da personagem mais caricata e desastrada de sempre já podem saltar de alegria: o ator está de volta.

Boas notícias para os fãs portugueses de “Mr. Bean”: finalmente, foi confirmada a data de estreia da primeira temporada da série que marca o regresso desta personagem. A produção chega à Netflix portuguesa a 24 de junho.

Nesta comédia, Rowan Atkinson é Trevor e foi contratado para tomar conta de uma mansão enquanto os donos se ausentam de férias. A tarefa que se apresentava muito simples rapidamente se transformou numa bola de neve de peripécias. A causa: uma abelha.

A primeira temporada tem 10 episódios. Em cada capítulo, Trevor tenta das mais variadas formas matar a abelha, até que as coisas correm realmente mal e acaba em tribunal a ser julgado por 14 crimes, incluindo condução perigosa, destruição de obras de arte inestimáveis e fogo posto.

Criada pelo próprio Rowan Atkinson e William Davies, a série conta com um elenco composto por alguns atores mais conhecidos em Inglaterra. Daniel Fearn é Lewis, Chizzy Akudolu dá vida à juíza e Aysha Kala é a detetive que investiga o caos que se passou na mansão. Jung Lusi é Nina, a proprietária da casa, Tony McCarthy, o prisioneiro 1968, e Brendan Murphy é Eric.

 

28
Mai22

Mercado editorial ao rubro: José Rodrigues dos Santos troca Gradiva pela Planeta

Niel Tomodachi

Ao fim de 21 anos, o escritor termina a relação com a editora portuguesa, para se mudar para a multinacional espanhola.

A novidade que ninguém no mundo editorial esperava chegou.  Ao fim de 21 anos com a editora Gradiva, José Rodrigues dos Santos parte para uma nova relação. O escritor e jornalista português acaba de assinar um acordo com a gigante espanhola Planeta que irá publicar já o próximo livro do autor, em outubro.

Num comunicado emitido no passado dia 17 de maio, a Planeta de Livros Portugal revelou que “irá publicar o novo romance de José Rodrigues dos Santos, em outubro de 2022. “É com enorme entusiasmo que iniciamos este trabalho conjunto com o autor mais vendido em Portugal, com 23 romances editados, mais de 3 milhões de exemplares vendidos e publicado em mais de 20 línguas”, lê-se na nota.

A relação de José Rodrigues dos Santos com a Gradiva começou há mais de duas décadas e foi lá que o escritor lançou os seus 30 livros. Desde então, vendeu mais de três milhões de exemplares em todo o mundo, tornando-se no autor mais lido do país.

O último título, “Jardins de Animais com Alma”, lançado em outubro de 2021 — e que até agora vendeu 60 mil exemplares —, deu à editora um lucro superior a 200 mil euros.

O fundador, Guilherme Valente, garantiu ao “Expresso” que “a sua saída representa um rombo orçamental que obrigará a Gradiva a redistribuir energias e recursos, mas não mais que isso”.

Segundo a mesma publicação, “este era um desfecho anunciado. Há um ano que o jornalista e escritor estava a ponderar se aceitava ou não o convite da Planeta”.  O proprietário da Gradiva garante ao jornal que desta separação não ficaram má­goas. “Na verdade, vivi sempre com o fantasma de que alguém o levasse”, confessa, aqui citado pelo mesmo meio.

No entanto, o meio editorial está a levantar algumas questões relacionadas com a ética da editora Planeta nesta transferência mediática. Manuel de Freitas, diretor-geral da Penguin Random House em Portugal,  critica a postura da editoria espanhola: “O autor não estava à procura de nova editora. E há uma regra de base que nos orienta: não aliciar autores de outras editora”, explicou, aqui citado pelo “Expresso”.

A Gradiva foi criada por Guilherme Valente em 1981. A editora portuguesa tem no portfólio autores como Eduardo Lourenço, Umberto Eco, George Steiner, João Lobo Antunes, António José Saraiva, Hubert Reeves, Michael Cunningham, Kazuo Ishiguro, Carl Sagan e Ian McEwan.

 

28
Mai22

Prémio Booker Internacional atribuído a romance de Geetanjali Shree

Niel Tomodachi

O romance "Tomb of Sand", da indiana Geetanjali Shree, traduzido diretamente do hindi para inglês por Daisy Rockwell, é o vencedor do Prémio Booker Internacional 2022, anunciou hoje, em Londres, o presidente do júri, o tradutor Frank Wynne.

Prémio Booker Internacional atribuído a romance de Geetanjali Shree

"Tomb of Sand", o primeiro livro de Geetanjali Shree publicado no Reino Unido, é também o primeiro romance escrito numa das línguas mais faladas na Índia a ser distinguido pelo prémio britânico.

Para trás ficaram os outros cinco finalistas: "The Books of Jacob", da Nobel da Literatura Olga Tokarczuk (com tradução de Jennifer Croft), também anterior vencedora do Booker International, "A New Name: Septology VI-VII", do norueguês Jon Fosse (Damion Searls), "Cursed Bunny", da coreana Bora Chung (Anton Hur), "Heaven", da japonesa Mieko Kawakami (Sam Bett, David Boyd), e "Elena Knows", da argentina Claudia Piñeiro (Frances Riddle).

Geetanjali Shree nasceu na cidade indiana de Mainpuri, em 1957, e estreou-se na escrita em 1987, com a publicação de um primeiro conto numa revista literária indiana, a que se seguiu um primeiro livro de contos, em 1991.

A escritora soma atualmente cinco romances e diversos livros de contos e novelas, tendo recebido diversos prémios no seu país, incluindo o Crossword Book.

A tradutora distinguida, Daisy Rockwell, é também escritora, tradutora, artista plástica, e vive em Vermont, nos Estados Unidos.

Rockwell, que nasceu no estado do Massachusetts em 1969, soma a tradução para inglês de várias obras clássicas da literatura hindi e urdu, tendo sido distinguida com diversos prémios pela sua tradução de "A Gujarat Here", de Krishna Sobti.

"Tomb of Sand" decorre no norte da Índia e segue o percurso de superação de uma mulher de 80 anos que entra em depressão profunda, após a morte do marido.

A 'shortlist' do prémio deste ano foi dominada por mulheres, revelando-se "excecionalmente forte", segundo o júri.

"Foi lentamente e depois de uma longa e apaixonada discussão, que conseguimos ir excluindo as obras [selecionadas] uma a uma. Por fim, fomos cativados pelo poder e lucidez de 'Tomb of Sand'", um romance "particularmente luminoso", disse o presidente do júri, no anúncio do vencedor.

A 'shortlist' deste ano foi também e novamente dominada por editoras independentes, entre as quais estiveram pela primeira vez a Honford Star e a Tilted Axis, que publicou o livro premiado - uma editora fundada pela tradutora Deborah Smith, distinguida em 2016 com o Booker Internacional, com o romance "The Vegetarian", da coreana Han Kang.

O júri desta edição, presidido pelo tradutor Frank Wynne, contou ainda com a autora e académica Merve Emre, a escritora e advogada Petina Gappah, a escritora e humorista Viv Groskop, assim como o tradutor e escritor Jeremy Tiang.

A seleção inicial foi feita a partir de 135 obras, um número recorde de candidaturas.

O prémio Booker Internacional atribui um montante global de 50 mil libras (59.570 euros) à obra vencedora, repartidas igualmente entre autor e tradutor.

Nenhum dos livros finalistas está publicado em Portugal, mas Jon Fosse, Claudia Piñeiro e Olga Tokarczuk têm várias outras obras traduzidas para o mercado português.

O prémio visa distinguir livros traduzidos para o inglês e publicados no Reino Unido ou na Irlanda.

O anterior vencedor foi "À Noite Todo o Sangue é Negro", pelo francês David Diop e traduzido por Anna Moschovakis.

 

28
Mai22

"Apontar é Feio" de Joana Marques

Niel Tomodachi

Joana Marques partilha o seu bloco de notas, recheado de assuntos irrelevantes.

Wook.pt - Apontar é Feio

Sobre o Livro:

«A humorista mais querida dos portugueses», disse ninguém nunca sobre ela. Autora de uma rubrica de rádio de referência, que é também o podcast mais ouvido em Portugal, o Extremamente Desagradável, colunista da Visão, guionista do programa Isto é Gozar com Quem Trabalha e a jurada menos habilitada do programa de televisão Ídolos, Joana Marques partilha agora o seu bloco de notas com toda a gente.

Apontar é Feio trata-se de um caderno com apontamentos que obedece à estratégia que Joana Marques sempre usou para tomar notas na escola: enquanto lá à frente o professor dava a matéria, ela ia escrevendo sobre assuntos irrelevantes. Em dias bons, porque nos outros fazia só um jogo do galo contra ela própria (e às vezes perdia).

Nestas páginas, reflecte sobre temas tão importantes como compostagem humana, queijo comido às escondidas dos filhos, juízes sem juízo nenhum, sintomatologia do mau perder, neologismos das Spice Girls, festas da espuma, veados em Odivelas, o Ranger do Texas, um divórcio provocado por bananas, pijaminhas de sobremesas, viagens a Bali, lançamento de búzios, alinhamento de chakras ou a importância dos cheeseburgers no sucesso de Cristiano Ronaldo.

 

Sobre a Autora:

Joana Marques nasceu em Lisboa, em 1986, e aprendeu a escrever seis anos depois. Desde então, tem-se especializado em gastar papel. É guionista desde 2007. Escreveu os livros O Meu Coração Só Tem Uma Cor e Vai Correr Tudo Mal e criou, em 2012, com Daniel Leitão, o programa Altos & Baixos, no Canal Q. É uma d’As Três da Manhã, na Renascença, onde faz a rubrica diária Extremamente Desagradável. É o elemento mais baixo da equipa de autores do programa Isto é Gozar com Quem Trabalha, de Ricardo Araújo Pereira, e escreve semanalmente na revista Visão.

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Quotes:

“How wonderful it is that nobody need wait a single moment before starting to improve the world.” ― Anne Frank

Pesquisar

Nelson's bookshelf: currently-reading

Alfie - O Gato do Bairro
tagged: currently-reading

goodreads.com

2023 Reading Challenge

2023 Reading Challenge
Nelson has read 11 books toward his goal of 55 books.
hide

Arquivo

    1. 2023
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2022
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Afiliado Wook

WOOK - www.wook.pt

Comunidade Bertand

Afiliado Miniso

Read the Printed Word!

Em destaque no SAPO Blogs
pub