Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Little Tomodachi (ともだち)

Little Tomodachi (ともだち)

01
Jul21

"O Passageiro" de Ulrich Alexander Boschwitz

Niel Tomodachi

Edição definitiva de um caso literário internacional.

500x (5).jpg

Sobre o Livro:

Livro redescoberto 80 anos depois de escrito e celebrado como um caso editorial internacional.

Otto Silbermann é um respeitado comerciante judeu cuja vida muda drasticamente com a ascensão do nazismo. Surpreendido pelo clima de perseguição subsequente aos acontecimentos que ficariam marcados para a História como a Noite de Cristal, Silbermann vê-se obrigado a escapar, deixando tudo para trás: a sua casa, a mulher e os negócios.

Com toda a sua fortuna dentro de uma pasta, sem nenhum lugar para onde ir e ninguém que o queira auxiliar, Silbermann é agora um proscrito, um fugitivo. Resta-lhe comprar sucessivos bilhetes de comboio e viajar sem destino certo, em busca de uma qualquer saída para a sua absurda situação. Torna-se um passageiro.

Publicado discretamente em língua inglesa numa versão não corrigida e esquecido num arquivo da Biblioteca Nacional Alemã, o manuscrito de O Passageiro só foi redescoberto recentemente, quase oito décadas depois, e por fim editado na sua língua original (depois de cuidadosamente revisto), tornando-se um verdadeiro caso literário internacional.

Tenso e vertiginoso, carregado de humor cáustico, O Passageiro respira a atmosfera labiríntica e angustiante de Kafka, ao mesmo tempo que evoca um dos mais negros períodos da História europeia.

Versão definitiva, traduzida do original alemão, revisto e editado por Peter Graf.

 

Sobre o Autor:

Ulrich Alexander Boschwitz nasceu em Berlim em 1915. Emigrou para a Escandinávia em 1935, onde publicaria o seu romance de estreia, Menschen neben dem Leben, graças ao qual pôde depois mudar-se para Paris e estudar na Universidade de Sorbonne. Após um período na Bélgica e no Luxemburgo, seguiu para o exílio em Inglaterra na companhia da mãe.
É na sequência da Noite de Cristal, em 1938, que escreve, em apenas quatro semanas, O Passageiro, um romance de traços autobiográficos que seria de imediato traduzido para língua inglesa, numa versão não definitiva. Com a eclosão da Segunda Guerra Mundial, Boschwitz foi enviado para a Austrália onde viveu num campo de internamento.
Em 1942, teve autorização para regressar a Inglaterra, mas o navio onde viajava foi atingido por um torpedo alemão ao largo da costa dos Açores, causando a morte de todos os ocupantes. Boschwitz tinha vinte e sete anos.

 

«Este romance é um milagre.»
Siiddeutsche Zeitung

01
Jul21

"A Maldição da Lança Sagrada" de Laura Falcó Lara

Niel Tomodachi

Quem detiver a lança de Longino será senhor do mundo, quem a perder encontrará a morte.

500x (3).jpg

Sobre o Livro:

Eliza é uma reconhecida médium inglesa, mãe de família, cujo trabalho é pôr os vivos em contacto com os seus entes queridos falecidos. Durante uma das sessões, algo incontrolável e aterrador comunica através dela para confiar a uma das suas filhas uma estranha e perigosa missão: recuperar a lança de Longino.

Abby vê-se então forçada a partir para a Alemanha em busca do objeto ao mesmo tempo sagrado e maldito que, segundo apurou, se encontra em poder do próprio Hitler. Para conseguir chegar até ele, deverá adotar uma falsa identidade e infiltrar-se entre os hierarcas nazis, em plena Segunda Guerra Mundial.

Laura Falcó escreveu um romance trepidante, no qual realidade histórica e ficção se misturam com intriga e amor, para deixarem uma pergunta no ar: e se a derrota do Führer se ficou a dever, na verdade, à perda da lança sagrada?

 

Sobre a Autora:

Laura Falcó Lara, licenciada em filologia inglesa e master em Direção de Empresas pela ESADE, foi diretora-geral de Martínez Roca, Minotauro, Timum Mas, Zenith, Esencia, Cúpula e Planeta Gifts. É atualmente presidente da empresa de eventos e editora de revistas Prisma Publicaciones, do Grupo Planeta.
Durante anos, colaborou em Levántate y Cárdenas, de Europa FM; Julia en la Onda, de Onda Cero; Luces en la oscuridad, de Com-radio; Las tardes de Pedro Riba y Tierra de Sueños, de 25 TV e Hora Punta, de TVE1. No campo audiovisual participou como assessora no documentário Imborrable, de Ándale Producciones, que se estreou no festival de Málaga.
É também autora do livro de contos Gritos antes de morir e dos romances Chelston HouseÚltima llamada e Amanecer de hielo, que obtiveram muito êxito, assim como do ensaio Ecos del passado, baseado na rubrica do programa La Rosa de los ventos, de Onda Cero, de cuja equipa radiofónica faz parte.

 

01
Jul21

"A Máquina do Ódio" de Patrícia Campos Mello

Jornalismo, Fake News, Violência Digital

Niel Tomodachi

500x (2).jpg

Sobre o Livro:

A Máquina do Ódio mostra de que forma as redes sociais são manipuladas por líderes populistas e as campanhas de difamação funcionam como uma censura trabalhada por exércitos de trolls, depois espalhados por robôs no Twitter, Facebook, Instagram e WhatsApp.

Os bastidores dessas reportagens e os ataques de que Patrícia Campos Mello foi alvo servem de moldura para um quadro mais amplo sobre a liberdade de imprensa no mundo, numa prosa simultaneamente pessoal e objetiva. Acompanhando eleições na Índia, nos EUA e no Brasil, mas também campanhas violentas na Venezuela, Nicarágua ou Hungria, a repórter mostra como combate e que armas possui esse exército na sua guerra contra a verdade. Relato envolvente de um dos capítulos mais turbulentos de história recente das democracias, A Máquina do Ódio é também um manifesto em defesa da informação.

Prefácio de Ricardo Costa

 

Sobre a Autora:

Patrícia Campos Mello (1974) é formada em Jornalismo pela Universidade de São Paulo e tem mestrado em Jornalismo Económico pela Universidade de Nova Iorque, onde recebeu uma bolsa de estudos. Foi correspondente em Washington do jornal O Estado de S. Paulo de 2006 a 2010. Fez reportagens sobre a crise económica nos EUA e, entre outras, cobriu as eleições americanas de 2008, 2012 e 2016, e as indianas de 2014 e 2019, além dos atentados do 11 de Setembro ou a Guerra do Afeganistão. Atualmente é repórter especial e colunista da Folha de S. Paulo, além de comentadora da TV Cultura. Em 2018 ganhou o Grande Prémio Petrobras de Jornalismo e o Prémio Internacional de Jornalismo Rei da Espanha; em 2019, o Prémio Internacional de Liberdade de Imprensa (Comité para a Proteção de Jornalistas), o Prémio Especial Vladimir Herzog e o Grande Prémio Folha de Jornalismo; recebeu ainda, em 2020, o Prémio Maria Moors Cabot. É autora do livro Lua de Mel em Kobane, sobre um casal que conheceu na Síria e que sobreviveu ao cerco do Estado Islâmico. Em 2018 publicou uma série de reportagens sobre operações de desinformação pelas redes sociais e uso ilegal do WhatsApp para manipular a opinião pública no Brasil. As reportagens levaram o Tribunal Superior Eleitoral a agir e o WhatsApp a admitir, pela primeira vez, que a plataforma foi usada de forma maciça nas eleições brasileiras. O presidente Jair Bolsonaro processou a repórter, exigindo que ela revelasse a identidade das suas fontes – e perdeu o processo. Patrícia Campos Mello processou Bolsonaro e o seu filho Eduardo, por danos morais e por terem espalhado e amplificado ofensas de cunho sexual nas redes sociais.

 

«Para entender os desafios atuais da democracia no mundo, e´ necessário ler este livro.»
Jason Stanley, autor do livro Como Funciona o Fascismo

 

«Para entender a natureza dos riscos que ameaçam a democracia brasileira hoje, é preciso seguir o rastro da conspiração digital que simula movimentos de apoio popular e fabrica ódio contra pessoas e instituições. O livro de Patrícia Campos Mello desvenda esse mundo das sombras com um texto envolvente e esclarecedor. Recomendo fortemente a leitura. E quanto antes, melhor.»
Miriam Leitão, O Globo

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pág. 15/15

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Quotes:

“How wonderful it is that nobody need wait a single moment before starting to improve the world.” ― Anne Frank

Pesquisar

Nelson's bookshelf: currently-reading

Alfie - O Gato do Bairro
tagged: currently-reading

goodreads.com

2023 Reading Challenge

2023 Reading Challenge
Nelson has read 11 books toward his goal of 55 books.
hide

Arquivo

    1. 2023
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2022
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Afiliado Wook

WOOK - www.wook.pt

Comunidade Bertand

Afiliado Miniso

Read the Printed Word!

Em destaque no SAPO Blogs
pub