Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Little Tomodachi (ともだち)

Little Tomodachi (ともだち)

04
Abr20

HomeFitness: a plataforma grátis que o ajuda a treinar sem sair de casa

Niel Tomodachi

Há aulas diárias em direto e gravações para quem quiser fazer as sessões mais tarde.

573c13f2baf7dd249b6ed948fcac2268-754x394.jpg

Ficar em casa tem sido a frase de ordem nas últimas semanas para combater o novo coronavírus. No entanto, é essencial manter-se ocupado e o exercício físico é uma das soluções. Há uma plataforma online grátis que permite treinar sem sair do quarto ou da sala.

Chama-se HomeFitness, foi criada em parceria com a Decathlon e facilita a realização de treinos indoorÉ lá, desde 26 de março, que pode encontrar aulas diárias em vídeo, emitidas em direto, através de live streaming. Também é possível aceder às gravações para fazer as sessões mais tarde.

Durante as aulas, os professores dão variantes dos exercícios, de forma a que qualquer pessoa, independentemente da sua condição física, possa aproveitar e ficar em forma. Existem várias categorias, como num ginásio presencial, e, diariamente, são publicados os horários e outras novidades através das redes sociais.

“É muito importante manter a atividade física e, acima de tudo, reduzir os níveis de stress neste período complicado que todos atravessamos”, explica Hugo Marques, diretor técnico da HomeFitness. “Temos a esperança de que o nosso contributo chegue ao maior número de pessoas, proporcionando um momento diário de diversão, exercício e relaxamento”, acrescenta o responsável.

Transmitidas ao vivo, as aulas possibilitam ainda a interação de quem está em casa, através de um live chat. Estão também acessíveis serviços de Personal Training, nutrição, tutoriais de massagem e life coaching. 

Para ter acesso às aulas e aos restantes conteúdos, basta registar-se no site oficial desta plataforma gratuita, que quer ajudá-lo a manter a forma (e a mente saudável) durante a quarentena.

04
Abr20

Há novos episódios de “Os Simpsons” para ver na televisão portuguesa

Niel Tomodachi

A FOX Comedy vai ter uma programação especial para as famílias durante a Páscoa.

090bc2816a67f61bc0dd4453f9c0986c-754x394.jpg

Prepare-se para uma maratona de “Os Simpsons” no domingo de Páscoa, 12 de abril. A FOX Comedy vai transmitir oito novos episódios, que fazem parte da 31.ª temporada, a partir das 17 horas.

O canal de televisão avança que os fãs da série “vão poder acompanhar as aventuras desta famosa família à Costa Rica com os Van Houten, (para a qual claramente não têm dinheiro)”.

“Homer e Marge vão ao casamento de Artie Ziff e ficam muito desconfortáveis quando percebem que a noiva é um clone de Marge; Lisa vai ter que lidar com as implicações misóginas da popularidade imediata que recebe após colocar o seu novo aparelho Invisalign, entre muitas outras peripécias”, desvenda.

Em novembro, Danny Elfman, o compositor do icónico tema de “Os Simpsons”, em entrevista ao site norte-americano “Joe”, disse que, passadas três décadas, é possível que a família de Springfield saia definitivamente do ar.

“Pelo que ouvi, vai acabar. Não o sei por certo, mas ouvi que esta vai ser a última temporada”, afirmou. Até ao momento, não houve confirmação oficial sobre o assunto.

A série foi criada por Matt Groening para o canal de televisão norte-americano “Fox”, onde a série estreou a 17 de dezembro de 1989. Atualmente, está na trigésima primeira temporada e já conta com mais de 600 episódios. Dan Castellaneta (Homer Simpson), Nancy Cartwright (Bart Simpson), Harry Shearer(Ned Flanders), Julie Kavner (Marge Simpson) e Yeardley Smith(Lisa Simpson) são algumas das vozes que trabalham no projeto desde o início.

03
Abr20

Fnac e Kobo criam livraria digital com 260 mil audioBooks e eBooks gratuitos

Niel Tomodachi

Vão estar disponíveis online obras de António Lobo Antunes, Eça de Queirós, Antoine de Saint Exupéry, entre muitos outros.

16a5c3855ff0516ea1e5b35374d1e439-754x394.jpeg

Durante o tempo que passamos confinados em casa por causa da pandemia do novo coronavírus, torna-se importante retirar algumas horas do dia para relaxar a mente. Ler, por exemplo, pode ser uma das formas mais eficazes de nos distrairmos.

Se as prateleiras lá de casa já não têm mais livros que lhe despertem interesse, temos uma boa notícia para si: a Fnac juntou-se à Kobo para criar uma livraria digital com mais de 260 mil audioBooks e eBooks completamente gratuitos.

Entre as várias opções disponíveis, vai encontrar obras de António Lobo Antunes, Eça de Queirós, Antoine de Saint Exupéry ou Machado de Assis; e livros em língua inglesa de autores como Louisa May Alcott, Jane Austen, Oscar Wilde, Lewis Carroll, Hermann Hesse, Bram Stoker e Leo Tolstoy.

Há, portanto, várias categorias para escolher, entre mais de 213 mil eBooks e audioBooks em língua inglesa e cerca de 3600 em língua portuguesa. Esta livraria digital, com acesso completamente gratuito, está disponível nos sites oficiais da Fnac e da Kobo.

Quem optar por aceder aos livros através da página da Kobo terá de fazer um login com os mesmos dados de acesso que utiliza no site da Fnac. Depois de fazer o download dos livros, utilize os ereaders Kobo, caso tenha, ou descarregue a app gratuita da Kobo (disponível para todos os dispositivos Android, iOS, Windows ou MAC). 

Em Portugal, os livros digitais são cada vez mais uma realidade cultural. Segundo a Kobo, durante o mês de março de 2020, o tempo que os portugueses dedicaram à leitura aumentou 118%, comparativamente com o mesmo período no ano passado.

“O nosso desejo é que todos possam colocar a leitura em dia, de uma forma acessível, prática e intuitiva. A nossa missão é democratizar a leitura e através desta iniciativa estamos a permitir que, num momento em que há mais tempo para ler, todos tenham também mais oportunidades de acesso a livros, de diferentes géneros e gostos”, afirma em comunicado Inês Condeço, Diretora de Marketing da FNAC Portugal.

03
Abr20

A lasanha low carb que pode fazer em casa — e comer sem estragar a dieta

Niel Tomodachi

A proposta da nutricionista Maria Gama é caixa em hidrato de carbono e calorias, mas igualmente saborosa.

5c5d4dc6937bd8e7fb70400a46313f69-754x394.jpg

Os hidrato de carbono são os mais temidos, tanto que inúmeras dietas abominam qualquer prato que tenha esse tipo de alimento. Mas é importante lembrar que para uma dieta equilibrada, alguns tipos de hidrato de carbono são bem-vindos. É possível comer pratos saborosos e, ainda assim, garantir que fazem bem à saúde.

É o caso da versão de lasanha saudável feita apenas com legumes e carne, que é sugerida pela nutricionista Maria Gama. A beringela substitui a massa e com poucas mudanças na receita podemos incluí-la na dieta sem culpa.

 

“Ficou deliciosa e é uma forma meio enganadora de comer lasanha. Ou seja, é uma forma de variar, mas com alterações que deixam o prato mais saudável”, diz a também autora do blogue NiT “Põe-te na Linha“.

Do que precisa

— 400 gramas de bifes de peru;
— 200 gramas de cogumelos;
— Três cenouras;
— Três beringelas;
— Dois tomates frescos;
— Duas cebolas;
— Uma cerveja;
— Queijo ralado (a gosto);
— Sal (a gosto);
— Pimenta preta (a gosto);
— Três dentes de alho.

Como se faz

Pique os tomates frescos e as cebolas. Coloque na wok com uma colher de sopa de azeite, sal e cerveja e deixe refogar. Pique os bifes de peru num processador de alimentos de forma a ficar em carne picada. Coloque a carne de peru picada na wok, junte a pimenta preta e deixe cozinhar durante cerca de 15 minutos. Vá mexendo. Corte em fatias finas as cenouras, os cogumelos frescos e a beringela. Reserve.

Entretanto, deve grelhar as fatias de beringela e comece por fazer uma camada no pirex de forno. Coloque uma camada de cenoura, carne picada e depois cogumelos. Por cima, o queijo ralado. Repita o processo mais uma vez para ter duas camadas de beringela, carne, cogumelos, cenoura e queijo ralado. Coloque no forno cerca de 30 a 40 minutos.

03
Abr20

Faber-Castell está a oferecer cursos grátis de pintura online

Niel Tomodachi

As aulas são individuais ou em grupo e, para além de lápis de cor, também pode pintar com aguarelas.

14bfa6bb14875e45bba028a21ed38046-754x394.jpg

Além dos concertos, exposições e espetáculos de teatro que estão a ser transmitidos online, são também cada vez mais as marcas ou entidades que apostam nos cursos via Internet. Depois de o Museu de Arte Moderna de Nova Iorque (MoMa) ter anunciado que vai ter cursos de arte e pintura gratuitos na Internet, chegou agora a vez da marca alemã de material de escritório e pintura Faber-Castell oferecer cursos de pintura.

São 17 cursos para adultos e miúdos, onde podem aprender truques de pintura com lápis de cor, aguarelas, e através de desenhos realistas, criação de personagens, desenho de emoções, criatividade nas redes sociais e, ainda, a técnica dos quadradinhos. Os cursos têm diferentes níveis de dificuldade, desde o básico ao avançado, duram aproximadamente uma hora e são compostos por vídeos formativos e textos com técnicas de pintura.

Para fazer a inscrição, basta ir ao site oficial da Faber-Castell e registar-se no curso (ou cursos) desejados.

03
Abr20

Imprensa Nacional oferece um clássico da literatura portuguesa todas as quartas

Niel Tomodachi

O livro da coleção da Biblioteca Fundamental da Literatura Portuguesa será publicado integralmente online.

241af3e3260f41b79669d52380021b48-754x394.jpeg

Se estiver interessado em descobrir clássicos da literatura portuguesa que nunca leu, tem uma boa oportunidade para o fazer nesta iniciativa da Imprensa Nacional — Casa da Moeda. Todas as quartas-feiras vai ser disponibilizado online um título da Biblioteca Fundamental da Literatura Portuguesa, que é coordenada por Carlos Reis.

A 1 de abril foi disponibilizado “A Ilustre Casa de Ramires”, de Eça de Queiroz. Na semana anterior, tinha sido a coletânea de poemas “Clepsidra”, de Camilo Pessanha. Na próxima quarta-feira, 8 de abril, é a vez de “Cânticos do Realismo”, de Cesário Verde.

A Imprensa Nacional — Casa da Moeda também já tinha tornado disponíveis no seu portal digital os títulos “O Essencial Sobre…” e os dois volumes de “Uma Breve História”.

03
Abr20

J. K. Rowling dá magia à quarentena com conteúdos grátis de Harry Potter

Niel Tomodachi

image-1.jpg

Num momento em que a pandemia de Covid-19 atinge números preocupantes e obriga ao isolamento social, com vários países a decretar ou renovar a quarentena obrigatória, J. K. Rowling decidiu dar magia a estes dias mais difíceis e anunciou um site com vários conteúdos grátis da saga “Harry Potter”.

Com o nome “Harry Potter em casa – trazendo Hogwarts até ti”, os fãs de todo o mundo podem “entrar” na escola de feitiçaria onde Harry, Hermione e Ron protagonizaram as aventuras dos sete livros, que já venderam 500 milhões de exemplares, e que viriam ser adaptadas ao cinema.

Além de várias atividades e passatempos, o primeiro livro da saga, “Harry Potter e a Pedra Filosofal”, pode ser descarregado gratuitamente, estando disponível em vários idiomas, como livro eletrónico ou audiolivro.

“Os professores, pais e cuidadores que trabalham para manter a vida das crianças o mais normal e feliz possível neste período em que estamos todos ‘presos’ merecem um pouco de magia. Espero que estas iniciativas dêem às crianças e até aos adultos uma distração feliz durante a estadia forçada em casa”, explicou a autora.

J. K. Rowling, que foi professora na cidade do Porto, é uma das escritoras mais conhecidas e rentáveis da atualidade. A fama começou a surgir em 1997 quando publicou o livro “Harry Potter e a Pedra Filosofal”, o primeiro de sete livros de uma das sagas mais aclamadas e rentáveis de sempre. A história acabaria por ser concluída em 2007, com o “Harry Potter e os Talismãs da Morte”. Ao todo, foram vendidos mais de 500 milhões de cópias em 80 línguas.

A saga da inglesa de 54 anos foi também adaptada ao cinema, em oito filmes – com o último a ser dividido em duas partes – e rendeu mais de 6400 milhões de euros.

02
Abr20

As plantas que deve ter no quarto para conseguir dormir melhor

Niel Tomodachi

Estes tempos têm sido de muita ansiedade, logo há tendência para ter insónias.

ca9a4cb0a568eddddd1dafda3f38ebd2-754x394.jpg

Uma casa com plantas é, sem dúvida, mais alegre, aconchegante e colorida — mas não só. Além de criarem uma maior sensação de bem-estar e darem vida até às divisões mais aborrecidas e sem graça, elas também ajudam a acabar com a humidade, melhoram a qualidade do ar e criam um grande ambiente de relaxamento. 

No entanto, não é qualquer uma que se adapta a determinado sítio. As plantas são seres vivos sensíveis, que precisam de estar no sítio certo com as temperaturas ideais para conseguirem sobreviver. 

Nos últimos tempos, o nível de ansiedade (e, infelizmente, de medo) tem sido maior na maioria das pessoas. Isso faz com que à noite haja uma maior dificuldade em adormecer. Por outro lado, são muitas aquelas que acordam de madrugada e ficam horas a pensar em várias situações do dia a dia.

Uma das formas naturais de mudar este cenário é ter certas plantas no quarto que purificam o ar e contribuem para uma mulher qualidade de sono. Os autores Cláudia Costa e Tiago Lucena mostram em “A Senhora do Monte“, um livro de “regresso à tradição e a uma vida mais natural”, quais são as melhores para ter perto da cama.

Tome nota das plantas em que deve investir.

Alfazema: o perfume desta planta, quando inalado, produz um efeito sedativo e calmante. A alfazema ajuda a aliviar estados de ansiedade e combate a insónias;

Aloé vera: É uma planta purificadora do ar que elimina as substâncias químicas libertadas pelos produtos de limpeza. Quando esta planta começa a ganhar manchas avermelhadas/acastanhadas é sinal que o seu quarto está altamente poluído e com problemas na qualidade do ar- O aloé vera tem propriedades desintoxicantes e anti-inflamatórias;

Espada de São Jorge: É, possivelmente, a melhor planta para ter no seu quarto, pois absorve o dióxido de carbono e liberta oxigénio. A Espada de São Jorge ajuda a respirar facilmente e a melhorar a qualidade do sono;

Hera: É uma excelente opção para embelezar o seu quarto. Ajuda a purificar o ar, eliminando toxinas como o benzeno e o formaldeído;

Jasmim: Reduz a ansiedade, melhorando a qualidade do sono. Favorece uma boa noite de sono de uma forma completamente natural, evitando que acorde irritado.

02
Abr20

O pudim de milho que vai querer provar faz-se com 4 ingredientes

Niel Tomodachi

Se quiser incluir um caramelo saudável, irá precisar de mais três alimentos. Conheça a sugestão da nutricionista Ana Bravo.

05311b1ef2b57ce831f06a2369e1c586-754x394.jpg

O pudim é uma das sobremesas mais populares em Portugal. Com o aumento de alternativas saudáveis, surgiram as versões com chia, mas não são as únicas. A proposta da nutricionista Ana Bravo, por exemplo, é um pudim de milho.

“Serve para duas pessoas ou, se não forem muito gulosos como eu, podem partilhar e dá para quatro”, diz à NiT a autora do blogue “Nutrição com Coração”.

 

A melhor parte é que só precisa de quatro ingredientes simples para esta receita. Caso queira fazer um caramelo que não comprometa o peso, vai precisar de mais três alimentos.

Do que precisa (para duas pessoas)

— 100 gramas de milho cozido;
— 150 mililitros de bebida de coco;
— Um ovo;
— Stevia (q.b.).
Para o caramelo
— Meia colher de chá de vinagre;
— Uma chávena de café de água;
— Três quartos de uma chávena de café de stevia.

Como se faz

Prepare o caramelo levando ao lume a stevia, a água e o vinagre. Deixe ferver, em lume brando, até ganhar cor (caramelo claro). Divida o caramelo por duas formas.

Depois, com a ajuda de uma liquidificadora, bata o milho com a bebida de coco e o ovo. Pode adoçar a gosto com stevia. Deixe coar a mistura antes de dividi-la pelas duas formas já com o caramelo.

Cozinhe no forno, aquecido 180 graus, em banho-maria. Demora cerca de 40 minutos — basta tocar com o dedo e verificar se estão firmes. Desenforme ainda mornos e sirva frios.

02
Abr20

Vão ser treinados cães para detetar a presença de coronavírus

Niel Tomodachi

A Medical Detection Dogs também já treinou animais para reconhecer a malária, entre outras doenças.

3529d483357631e10c9d0d46b5b58c35-754x394.jpg

Todas as ajudas são bem-vindas no combate à pandemia de Covid-19 e no Reino Unido chega uma — ou, neste caso, várias, — de quatro patas. É que a Medical Detection Dogs (em português, cães de deteção médica) vai treinar cães farejadores para detetar o novo coronavírus.

Segundo o site da “BCC”, a organização sem fins lucrativos também já trabalhou os animais para conseguirem reconhecer a malária, o cancro da próstata e até a doença de Parkinson.

A entidade quer fazer testes com o vírus na Universidade de Durham e na Escola de Higiene e Medicina Tropical de Londres (LSHTM), ambas no Reino Unido.

Claire Guest, diretora da ONG, disse à mesma publicação que precisa descobrir como “capturar com segurança o odor do vírus dos pacientes”. “Em princípio, os cães podem detetar a Covid-19”, garantiu

O professor James Logan, responsável pelo controle de doenças da LSHTM, avançou que a pesquisa revelou que, por exemplo, os cães podem detectar o odor da infeção da malária com um nível de precisão “acima dos padrões da Organização Mundial de Saúde para um diagnóstico”.

“Os cães podem estar prontos em seis semanas para ajudar a fornecer um “diagnóstico rápido e não invasivo”, acrescentou.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Quotes:

“How wonderful it is that nobody need wait a single moment before starting to improve the world.” ― Anne Frank

Pesquisar

Nelson's bookshelf: currently-reading

Alfie - O Gato do Bairro
tagged: currently-reading

goodreads.com

2023 Reading Challenge

2023 Reading Challenge
Nelson has read 11 books toward his goal of 55 books.
hide

Arquivo

    1. 2023
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2022
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Afiliado Wook

WOOK - www.wook.pt

Comunidade Bertand

Afiliado Miniso

Read the Printed Word!

Em destaque no SAPO Blogs
pub